acompanhamento divulgação Google Camila Fiori

Google Webmasters: Mostre-se ao mundo

Primeira regra do blogueiro de sucesso: “Saiba que o Google é seu amigo, e tire proveito dessa amizade”. Não estou me referindo apenas ao buscador, que é a ferramenta mais conhecida da Google Inc. Existe uma série de ferramentas e recursos do Google – felizmente grátis, em sua grande maioria – que dão uma ajuda preciosa a quem se aventura pelo mundo dos blogs. A “Central do Webmaster” – http://www.google.com.br/webmasters/, em sua versão brasileira – é um desses recursos. O Google é esperto suficiente para encontrar suas páginas, mas isso pode levar algum tempo. Através deste recurso, você conseguirá fazer com que seu blog (ou site) seja encontrado mais rapidamente pelo Google, especialmente se você modifica seu conteúdo com frequência. Além disso, também terá acesso a estatísticas importantes, que podem ajudá-lo a fazer com que seu público-alvo encontre o seu conteúdo.  

O Google já conhece meu blog?

O primeiro passo, embora não seja necessário, pode ser feito clicando na opção “Assistente de status do site”. Ao clicar nela e digitar o endereço de seu blog, você verá uma tela como a seguinte: GoogleAssistenteSite Se for exibida uma mensagem como a que está marcada em vermelho, parabéns! Seu conteúdo já está sendo indexado pelo Google, o que quer dizer que seu blog já aparecerá nas pesquisas feitas na ferramenta. Caso não apareça a mensagem, não se desespere: os próximos parágrafos o ensinarão o que é necessário fazer para chegar lá.  

Acessando as ferramentas

Independente do resultado da pesquisa acima, você pode (e deve!) clicar no botão “Leve-me às Ferramentas do Google para Webmasters”. O resultado será o mesmo que você tivesse clicado na opção “Ferramentas do webmaster (inclusive Sitemaps)” da página inicial. É aqui que a coisa começa a ficar mais interessante! Como tudo no Google, você precisa digitar as informações de sua conta para continuar. Caso você já tenha Gmail ou Orkut, por exemplo, você pode usar a mesma conta. É o indicado, pois assim você conseguirá alternar livremente entre essas e outras ferramentas que apresentarei no futuro. Caso você não tenha ainda uma conta (ou deseje criar outra), é só clicar em “Crie uma conta agora” e seguir as instruções. Quando entrar com os dados de sua conta, você verá o seu “Painel”, que será algo parecido com o seguinte, apenas com uma lista vazia: image O primeiro passo é digitar o endereço de seu blog no local indicado e clicar no botão “Adicionar site”. Após isso, você será levado para a tela de “Visão Geral”, parecida com a abaixo: image  

Confirmando que você é dono do blog

Primeira etapa concluída! Agora, o Google já sabe da existência de seu site, embora ainda faltem alguns passos. A próxima etapa, como o próprio site diz, é você mostrar ao Google que você é realmente o dono do site, para ter acesso a mais recursos. Isso é feito como medida de segurança, para impedir o acesso de outras pessoas às informações de sua página, por exemplo. Para continuar, basta clicar na opção “Verifique seu site”, na caixa amarela. Existem duas formas de fazer a verificação, ambas com o mesmo resultado final.:

  • Incluir meta tag – Este costuma ser o método mais simples – e a única opção caso seu blog esteja no “Blogger”, por exemplo. Neste caso, basta editar o HTML de seu blog (isso é feito no console de gerenciamento do próprio blog) e inserir o texto que o Google exibiu para você. Caso tenha dúvida sobre onde colocar esse texto, clique em “Mostre-me um exemplo”, e tudo deve ficar mais claro.
  • Fazer upload de um arquivo HTML – Você pode escolher esta opção caso consiga criar arquivos diretamente em seu blog – coisa que o Blogger não permite. Neste caso, basta criar um arquivo vazio, com o nome mostrado pelo Google.

Seja qual for a sua escolha, você deve realizar a ação indicada em cada uma delas e, depois disso, clicar no botão “Verificar”. Caso tenha feito tudo corretamente, você receberá a mensagem “Você verificou com sucesso o site http://…”. Parabéns! Você acaba de mostrar ao Google que o site é realmente seu.  

Utilizando as ferramentas

A partir de agora, você já pode utilizar todos os recursos disponíveis para gerenciar seu site. Vou dar uma visão geral de cada uma delas, destacando os recursos mais interessantes.

Visão Geral

Inicialmente, você verá alertas aqui dizendo que seu conteúdo ainda não está indexado. É normal demorar algumas horas para que o Google faça seu trabalho. Depois disso, atente-se para as mensagens de “Erros de rastreamento da web”, pois normalmente elas indicam que existe algo errado com suas páginas.

 

Configurações

  • País de destino: Caso seu blog possua conteúdo em português, é interessante selecionar “Brasil”, para que o Google possa direcionar as buscas para ele quando o usuário optar por buscar conteúdo em um país específico. Se for em inglês, não é necessário marcar nada.
  • Domínio de sua preferência: Normalmente, não é necessário alterar esta opção. Este recurso é útil quando páginas de seu site possuem referências diferentes umas das outras (https://www.gerenciandoblog.com.br/ e https://www.gerenciandoblog.com.br/), por exemplo.
  • Pesquisa de imagens: Marque esta opção para que as imagens de seu apareçam na busca de imagens do Google.
  • Taxa de rastreamento: Inicialmente esta opção não estará disponível, e normalmente não é necessário alterá-la.

Diagnóstico

Esta área mostrará detalhes sobre as páginas suas que não estão sendo indexadas corretamente pelo Google. É importante analisar os detalhes e corrigir os erros apresentados.

Estatísticas

As estatísticas são tão importantes que serão tratados no próximo post sobre este mesmo assunto. Aguardem!

Links

Nesta área, você consegue ver os links que seu blog tem entre suas próprias páginas ("links internos”) e com páginas de outros sites (“links externos”). Essa informação, especialmente a última, é interessante para você saber quais são as páginas externas que você acessa, podendo detectar links “quebrados”, por exemplo.

Sitemaps

Esta é outra área primordial, e que merecerá um post à parte.

Ferramentas

Aqui são apresentados recursos avançados para controlar a forma como o Google vê e indexa seu blog. Para não fugir do foco deste artigo, deixarei também esta área para outra oportunidade.  

E agora, o que faço?

A boa notícia é: o Google sabe que você existe. Por consequência, o mundo sabe também que você existe! E este é o primeiro passo para que seu blog seja conhecido. Com o tempo, você começará a receber visitantes chegando através do Google e se surpreenderá ao saber como e de onde eles veem. Sim, você conseguirá saber até isso! Mas, isso já é outra história. Um abraço a todos e espero que o post possa ajudá-los! Próximo artigo: Google Webmasters: Sitemap

Sobre o autor | Website

Apaixonada por comunicação. Formada em Jornalismo e blogueira por Hobbie. Atual responsável por este e vários outros blogs de Internet Marketing.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

74 Comentários

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.