Google SEO Camila Fiori

Otimização de blog para o Google: Mais dicas

Google Continuando o artigo anterior, Otimização do blog para o Google: Conceitos básicos, trago aqui mais algumas dicas dada pela própria equipe do Google para que seu site seja melhor indexado e apareça melhor posicionado nos resultados. Ainda se tratam de dicas simples, mas que irão trazer um resultado positivo para seu site, tendo reflexo não apenas no Google, mas também em outros mecanismos de busca. Algumas delas podem parecer bem básicas, mas são pontos importantes que devem ser observados no dia a dia ao escrever seus próprios artigos.  

4. Textos âncora em links

Os links em seus artigos são importantes para o Google e para seus leitores. Por isso, é importante também ter um texto âncora bem escrito para cada um deles. Se você não conhece o termo, o “texto âncora” é o texto que é mostrado quando você coloca um link em seu artigo. Por exemplo, para criar um link para o artigo anterior desta série, ele pode ser escrito assim (https://www.gerenciandoblog.com.br/2009/03/otimizacao-do-blog-para-o-google.html) ou assim (Otimização do blog para o Google: Conceitos básicos). Os dois links apontam para a mesma página. A diferença é a facilidade de leitura da segunda opção. Olhando o código HTML por trás do segundo link, ele fica escrito assim: <a href="https://www.gerenciandoblog.com.br/2009/03/otimizacao-do-blog-para-o-google.html">Otimização do blog para o Google: Conceitos básicos</a> Veja o texto âncora em vermelho. Normalmente, as ferramentas para postagem em blog já possuem essa funcionalidade. O texto âncora é chamado de “Texto a ser exibido” no Live Writer, por exemplo. As dicas do Google:

  • Use textos âncora descritivos – Evite deixar o link original, a menos que haja um motivo forte para exibir o endereço ao invés da descrição. Use sempre textos que descrevam com exatidão a página para onde o link está apontando.
  • Use texto conciso – Seja breve no texto descritivo, evitando colocar um link num parágrafo inteiro, por exemplo.
  • Destaque os links do restante do texto – Evite formatar os links com a mesma fonte que o texto normal de seu artigo. Por default, os links sempre vêm sublinhados para facilitar sua identificação. Caso contrário, o usuário não perceberá que se trata de um link.
  • Use links para seu próprio blog – É uma boa prática manter links para outras páginas de seu próprio site, quando essas páginas podem completar o artigo atual. Essa é uma forma de levar o visitante a conhecer outros artigos seus.

 

5. Imagens

De forma similar aos textos âncora, as imagens também podem ter um texto descritivo. Esse texto é exibido, por exemplo, quando se para o mouse em cima da figura. Outra funcionalidade interessante é que o texto será exibido em ferramentas que não consigam exibir a imagem. Veja o exemplo abaixo, parando o mouse sobre a figura: Logotipo TD Séries Para conseguir essa funcionalidade, o código HTML fica similar ao seguinte: <img title="Logotipo TD Séries" src="http://www.tdseries.com.br/imagens/logotipo.png" alt="Logotipo TD Séries" /> O “title” é o texto mostrado na figura ao parar o mouse sobre ela. Já o “alt” é a descrição alternativa dessa figura, que seria mostrado em lugar da figura quando esta não pudesse ser exibida. As ferramentas de postagem normalmente já tem esse recurso, sem que você precisa se preocupar com o código. No Live Writer, essa propriedade é chamada de “Alternar texto”. As dicas do Google para as imagens:

  • Use textos e nomes de imagens breves e explicativos – Se o seu blog permite, dê aos arquivos das imagens um nome que a descreva, como acima, ao invés de usar “foto1.png”, por exemplo. Além disso, faça uso dos textos descritivos, também tomando o cuidado de mantê-los concisos e claros.
  • Armazene as imagens em uma pasta – Também não é toda plataforma de blog que permite isso, mas procure manter as imagens organizadas dentro de uma pasta, e não “soltas” pelo seu blog.
  • Use formatos comuns – Procure sempre usar imagens do tipo JPG, PNG, GIF ou BMP. Este último formato deve ser usado com extremo cuidado, pois o arquivo costuma ser muito maior que os outros tipos, o que pode dificultar o carregamento de suas paginas.

 

6. Links “nofollow”

O Google também trata do famigerado recurso do “nofollow” em suas dicas. Recomendo que você leia meu artigo escrito no TD Séries (“Nofollow” em comentários do blog – Injustiça ou necessidade?), onde já expressei minha opinião a respeito do assunto. Mas, o Google defende que existem situações em que o “nofollow” seja utilizado. O termo utilizado pelo Google quando seu site linka outro é “passar a reputação”. Essa é uma dos fatores envolvidos no cálculo do “PageRank”, o número mágico do Google para posicionar seu site numa busca. Uma situação em que o “nofollow” é recomendado, por exemplo, é para evitar que seu site seja associado a sites com conteúdo pornográfico ou ilegal. Ou então, quando você quiser escrever comentários sobre um site que comete práticas abusivas, mas não quer “passar” sua reputação para esse site. Como eu disse no meu artigo do TD Séries, fica a cargo de cada um utilizar ou não o recurso.  

7. Outros

Os outros tópicos abordados pelo Google no documento já foram tratados em artigos aqui do “Gerenciando Blog”. Para não ser repetitivo, cito abaixo o tema abordado e o link para o artigo onde já tratei o assunto:

  Em linhas gerais, estes dois artigos trataram o que o Google descreve no documento “Google’s Search Engine Optimization – Starter Guide”. Se você quer se aprofundar no assunto e tem um bom conhecimento em inglês, sugiro que você leia o documento original. Lá existem outros itens interessantes que também merecem ser vistos. Artigo anterior: Otimização do blog para o Google: Conceitos básicos

Classifique este post

| Website

Apaixonada por comunicação. Formada em Jornalismo e blogueira por Hobbie. Atual responsável por este e vários outros blogs de Internet Marketing.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

5 Comentários

  1. Anônimo disse:

    rs…parabéns passei literalmente o dia inteiro no seu Blog e jã são 2 da manhã praticamente e tô aqui.. foi de fato um achado e você tem uma escrita e didática muito clara.escrevo para o MundoH, não vou deixar nem link pois os assunto lá não são correlatos, mas como você mesmo diz, SEO têm que ser assunto de todo blogueiro.
    abraços. by Lex

  2. Adelson Smania disse:

    Olá, Lex!

    Que bom que tenha gostado tanto assim do Gerenciando! Fico mesmo feliz quando vejo que os assuntos estão sendo úteis.

    Da próxima vez, fique à vontade para deixar seu lin!

    Um abraço e obrigado pela visita!

  3. deisoca disse:

    Obrigada pela dica. Recebo diversos comentários em meu blog somente com o intuito de deixar o link e agora eu já sei como resolver esse problema!

  4. Adelson Smania disse:

    Olá, Deisoca!

    Que bom que o artigo a tenha ajudado.

    Um abraço e obrigado pela visita!

  5. Diógenes Prado disse:

    Olá.
    Estou com uma dúvida acerca das postagens. Quando digito um texto sempre acrescento negrito, itálico e mudo as letras nas partes que preciso realçar, para que o leitor se atente, mas quando publico o texto aparece sem nenhum desses recursos, nada de negrito ou itálico. O que posso fazer?

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.