publicação Camila Fiori

Por que os Blogs Morrem?

lapide200 A pergunta do título deste artigo reflete uma situação comum. Você já deve ter presenciado isso em um dos dois lados da história. É muito provável que você já tenha visitado um ou mais blogs que deixaram de ser atualizados há muito tempo. Ou então, você mesmo já criou um blog e o abandonou. Resolvi escrever este artigo agora porque me deparei, nos últimos meses, com a morte anunciada em dois blogs que eu acompanhava. É o meu modo de tentar evitar que isso continue acontecendo, mostrando as causas para isso e o que pode ser feito para evitar o problema. Além disso, este é o primeiro artigo interativo do Gerenciando Blog!

Introdução

A idéia de fazer um artigo interativo, até onde pesquisei, é inédita. Este artigo será uma experiência para o formato, para verificar se ela pode ser aplicada a outros artigos futuramente. Ao longo deste texto, você verá algumas enquetes sobre o assunto. O objetivo é que os próprios leitores contribuam com os dados para o artigo, atualizando seu conteúdo. A participação de vocês é importante para o sucesso da idéia. Basta escolher, em cada enquete, a resposta que mais se adequa à sua situação. Após selecionar sua alternativa, você verá o resultado da enquete até o momento. Como o resultado é dinâmico, ele deve estar diferente a cada vez que você acessar o artigo.

Você já passou por isso?

A pergunta inicial da enquete tem o objetivo de medir a realidade que expus na introdução deste artigo. Para responder às perguntas abaixo, considere como “abandonado” um blog em que você não escreve um novo artigo há mais de 4 meses: Abaixo, preencha o motivo principal que o levou a abandonar seu blog. Se respondeu “Não” acima, escolha a primeira opção:

Alguns números impressionantes

A “blogosfera”, como é chamado o conjunto de todos os blogs, possui números impressionantes. Não encontrei números atualizados, mas os números abaixo dão uma idéia disso:

  • Em 2006, já existiam mais de 50 milhões de blogs no mundo. Desses, 2% em língua portuguesa. (Fonte: WNews)
  • Todos os dias, centenas de milhares de novos blogs são criados. Em 2006, a Technoratti divulgou a informação de quem um blog era criado a cada meio segundo (Fonte: CNET).
  • Hoje, também segundo a Technoratti, 95% dos blogs existentes não foram atualizados nos últimos 4 meses (Fonte: FayerWayer).

Por experiência própria, constatei que raros são os blogueiros que possuem apenas 1 blog. Eu mesmo já recomendei diversas vezes aqui no Gerenciando que você tenha pelo menos um blog adicional, para realizar seus testes. Para responder a próxima pergunta, ignore seus blogs de teste. Considere apenas os “oficiais”:

Por que criar um blog?

Para entendermos porque um blog é abandonado, temos que voltar à origem dele. Muitas vezes, o blog deixa de ser atualizado porque não conseguiu cumprir à expectativa que se tinha no momento de sua criação. Um exemplo claro: muitos ainda acreditam que é simples ganhar dinheiro com um blog. Após algum tempo, a pessoa percebe que não é tão simples assim, o que a desmotiva e leva ao seu abandono. Isso nos leva à outra pergunta:

Tempo de Vida

Outra constatação interessante é que a grande maioria dos abandonos de blog ocorrem logo nos primeiros meses. Além disso, é muito comum encontrar blogs que foram abandonados logo após a publicação do primeiro artigo. Por isso, se você já passou da fase crítica (os primeiros 6 meses), é provável que seu blog tenha um bom futuro pela frente. Para a pergunta abaixo, considere o seu blog “principal”, ou seja, aquele a que você mais se dedica atualmente:

Atividades de Gerenciamento

Quem inicia um blog, talvez não perceba que, além do tempo necessário para escrever os artigos, também é necessário gastar tempo com outras atividades que chamo de “gerenciamento”. Nessa categoria, se englobam praticamente todos os assuntos que trato aqui o Gerenciando Blog. Entre essas atividades estão:

  • Divulgar seu blog em redes sociais e agregadores de notícias;
  • Ler e comentar outros blogs;
  • Responder aos comentários de seu blog;
  • Customizar ou trocar seu template;
  • Instalar gadgets;
  • Acompanhar as estatísticas de visitas;
  • Tratar os aspectos da otimização para mecanismos de busca.

A lista é imensa! Mostrei os itens acima para você entender do que estou falando. Agora, a pergunta. Na resposta, não inclua o tempo que você gasta escrevendo seus artigos, apenas com as atividades de gerenciamento.

Por que um blog morre?

Assim, chegamos ao artigo propriamente dito. As perguntas acima servem para cada um fazer uma auto-análise. É bem provável que você já saiba porque um blog morre – e, especialmente, porque seu blog morreu. A questão mais importante é saber o que fazer para evitar que ele morra. Uma frase pode resumir todos os motivos para um blog morrer: um blog morre porque a expectativa que você tinha com ele não foi concretizada. Por exemplo:

 

  • Você esperava ganhar dinheiro com ele e não conseguiu;
  • Você imaginou que teria muitos visitantes e comentários e isso não aconteceu;
  • Você acreditou que sempre teria assunto para escrever, mas a fonte secou;
  • Você nunca imaginou que um blog tomasse tanto tempo.

Por isso, antes mesmo de iniciar um blog, você precisa estar consciente das responsabilidades e obrigações que você terá, caso deseje ter resultados com ele. A não ser que você tenha um blog apenas como lazer ou sem esperar retorno dele. Neste último caso, a simples existência do blog já satisfaz sua expectativa. E, acredite: não há nada e errado nisso.

Como evitar que meu blog morra?

A primeira dica é simples: antes de iniciar seu blog, tenha consciência do que você espera conseguir com ele. De acordo com sua resposta, você saberá o que deve fazer para conseguir isso. É como qualquer coisa na vida: primeiro você precisa de um objetivo, para só então planejar o que é necessário para alcançá-lo. Abaixo estão os principais motivos para o abandono dos blogs e o que você pode fazer para evitar isso: 1. Baixo número de visitantes Raramente um blog consegue obter um alto número de visitantes se você não faz nada para conseguir isso. Há, basicamente, duas ações necessárias para que você consiga aumentar o número de visitantes de seu blog: – Divulgá-lo. Existem muitas formas interessantes isso. Você pode divulgá-lo em redes sociais, sites de divulgação de links, outros blogs, Messenger etc. Os artigos abaixo o ajudarão com isso:

– Otimizá-lo para ferramentas de busca. O Google e as demais ferramentas de busca costumam ser a principal fonte de visitas para um blog. Há técnicas chamadas de SEO (Search Engine Optimization) para fazer com que seu blog fique melhor posicionado nas buscas. Não são regras complicadas, mas elas exigem disciplina e dedicação. Artigos úteis:

2. Baixo número de comentários O primeiro passo para conseguir comentários para seu blog é conseguir visitantes. Por isso, você precisa primeiro seguir as dicas do item 1. Mesmo assim, isso não é garantia de que você conseguirá comentários. A esmagadora maioria dos visitantes lêem o seu artigo mas não o comentam. Coloque-se na situação contrária: em quantos blogs você tem comentado? No artigo abaixo, escrevi sobre o assunto, com dicas para conseguir mais comentários:

3. Baixo ou nenhum retorno financeiro Esta é outra grande ilusão de quem começa um blog. É claro que é possível ganhar dinheiro com blogs e há gente que ganha muito com isso, a ponto de se tornar sua principal fonte de renda. Mas, novamente, é necessária dedicação. E o primeiro ponto também é o número de visitantes. Se ninguém visitar o seu blog, você pode estar inscrito no melhor programa de afiliados que não conseguirá nenhum retorno. Para saber mais sobre este assunto, visite o artigo abaixo:

4. Falta de tempo para mantê-lo Outra grande causa de abandono dos blogs é esquecer-se de que é necessário aplicar tempo nele. Quanto tempo você irá dedicar, só depende de você. Um erro neste quesito é esquecer de que o blog exige mais do que apenas escrever artigos. Você gastará tempo gerenciando seu blog. Se você quer ter sucesso, precisa reservar algumas horas de seu dia ou semana para essas atividades. Outro erro comum no início é começar publicando diversos artigos por dia e perceber que não será possível manter esse ritmo. Então, é mais recomendável escrever com menor freqüência, de forma que você consiga sustentar esse tempo. Lembre-se: além do blog, você precisa continuar com sua vida! 5. Falta de assunto para escrever novos artigos Esta é outra ocorrência comum: você cria um blog cheio de idéias na cabeça. Com o tempo, essas idéias se esgotam e não há mais o que escrever. Para evitar isso, há algumas dicas:

  • Quando iniciar um blog, pense bem sobre o tema dele. Escolha algo que você conheça bem, ou que goste o suficiente para pesquisar sobre o assunto e aprender coisas novas.
  • Vale também a dica do item anterior: ao invés de escrever dezenas de artigos em uma semana e esgotar suas idéias, publique esses artigos em intervalos maiores. É muito mais saudável um blog que tenha um artigo toda semana, do que um que publique 10 artigos numa única semana e depois fique sem novos artigos por meses.
  • Leia o artigo Não sabe mais sobre o que escrever? Faltou inspiração? que a Sandra escreveu no Info-Macross sobre o assunto.

6. Excesso de críticas ou comentários negativos Este é um ponto delicado que já fez alguns blogueiros desistirem. Algo que você tem que ter consciência quando cria um blog é de que você estará exposto. Essa exposição pode lhe trazer comentários positivos ou negativos. Então, você deve estar preparado para as críticas. Normalmente, as críticas são feitas de forma construtiva e ajudam você a melhorar o seu trabalho. Nesse caso, vale a pena avaliá-las com cuidado. Elas podem ser um alerta de que você está indo na direção errada. No entanto, sempre há a possibilidade de você receber críticas descabidas e até mesmo insultos. Você precisa também saber como lidar com isso. Há, basicamente, duas formas para isso: ou você ativa a moderação em seu blog e nem as deixa aparecer, ou então apaga esses comentários. Recentemente, escrevi um “guest post” no Info-Macross sobre o assunto:

Conclusão

Sei que, apesar deste artigo, blogs continuarão morrendo. Plagiando a “Teoria da Seleção Natural” de Darwin, os blogs mais adaptados ao ambiente são os que sobreviverão. Minha intenção aqui é dar algumas dicas para diminuir a chance de que isso aconteça com você. Se você chegar ao “fundo do poço”, pense com carinho sobre a questão. Avalie se não vale a pena fazer algum esforço para evitar abandonar seu blog. Já vi até casos em que o blog foi transferido para outro autor continuar o trabalho. Se não houver mesmo saída, é mais polido deixar um post de despedida, explicando os motivos que o levaram a paralisar seu trabalho, mesmo que temporariamente. E você, qual sua opinião sobre o assunto? Você tem alguma dica adicional para evitar que um blog morra? Deixe seu comentário!

Sobre o autor | Website

Apaixonada por comunicação. Formada em Jornalismo e blogueira por Hobbie. Atual responsável por este e vários outros blogs de Internet Marketing.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

73 Comentários

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.