Google performance serviços Camila Fiori

A Importância da velocidade de suas páginas

ampulheta200 Nas últimas semanas, muito tem se falado sobre a adoção da velocidade de carregamento das páginas como um dos itens que o Google considerará para classificar os resultados da busca. Ou seja: se suas páginas são carregadas rapidamente, você pode estar melhor posicionado entre os resultados mostrados pelo Google. Um passo concreto nessa direção foi a liberação na área para Webmasters do Google da seção “Desempenho do site”. Saiba quais são as implicações disso para o seu blog.

 

A novidade

A primeira notícia que li a respeito deste assunto foi no Mestre SEO, em 25/11/09. Fábio Ricotta, autor do artigo, assistiu a uma apresentação em que Matt Cutts, Engenheiro da Google, citava que eles estavam considerando a possibilidade de incluir a velocidade de carregamento como um dos fatores do cálculo para chegar à ordem dos resultados. DesempenhoDoSite Hoje, ao acessar a área para Webmasters do Google, tive uma surpresa que parece confirmar essa intenção: na seção Google Labs está agora disponível o link “Desempenho do site”. A própria Google informa que a seção “Google Labs” é destinada aos recursos que ainda estão em testes e podem ser modificado. Mas, o fato da informação ser mostrada já é um indicador de que esse fator está sendo acompanhado de perto pela empresa. Se você ainda não está cadastrado nas Ferramentas para Webmasters, sugiro que você o faça o quanto antes. Lá estão disponíveis diversos dados importantes para o gerenciamento de seu blog. Se quiser conhecer mais sobre o assunto, sugiro o artigo Google Webmasters: Mostre-se ao mundo, um dos primeiros que escrevi aqui no Gerenciando Blog. Apesar da ferramenta ter sido alterada desde então, o procedimento básico de inscrição e uso mudou pouco.  

Que informações a ferramenta me mostrará?

Ao clicar na opção “Desempenho do site”, você verá um gráfico com o tempo médio de carregamento de suas páginas. Eu tive duas surpresas com o gráfico: a primeira, é saber que os dados vêm sendo monitorados deste julho/09; a segunda é que minhas páginas estão demorando muito para carregar. Abaixo está o resultado:
GráficoVelocidade
Outras informações importantes que são mostradas nessa mesma página:

  • A velocidade média de carregamento das páginas de seu site;
  • Qual a sua colocação no ranking de velocidade, em termos percentuais;
  • O tempo de algumas páginas, como exemplo;
  • Sugestões de melhoria para que suas páginas fiquem mais rápidas.

Abaixo está um exemplo das dicas que o Google lhe mostrará. Ao clicar em cada sinal de “+”, a ferramenta lhe dará ainda mais detalhes sobre o que você deve fazer para otimizar essa página.
SugestõesPáginas
Em resumo: o Google não apenas lhe mostra quais são suas páginas problemáticas. Além disso, ele lhe mostra o que você precisa fazer para melhorar seus resultados. Cabe a você analisar os resultados e tomar as ações que julgue necessárias.  

Como saber mais?

Se você quiser ainda mais informações, o Google ainda lhe oferece mais uma ferramenta: trata-se do Page Speed, um plugin específico para o Firefox que também analisa suas páginas e lhe dá dicas para melhorar sua performance. Basta visitar o site https://dl-ssl.google.com/page-speed/current/page-speed.xpi a partir do FireFox e instalá-lo. Para que o Page Speed funcione, você precisa instalar também o FireBug. O Page Speed estará disponível em “Ferramentas” / “Firebug” / “Abrir Firebug” / “Page Speed”. No Info Macross, a Sandra também publicou uma dica sobreo WebWait, uma ferramenta interessante e bastante simples no artigo Quanto tempo seu blog demora para carregar?. A ferramenta faz a carga de sua página diversas vezes e mostra a você o tempo que levou a cada vez. É uma forma interessante para fazer testes com as dicas que darei a seguir.  

Dicas para melhorar a performance

Como você viu acima, as próprias ferramentas do Google lhe darão dicas preciosas, mostrando o que você precisa otimizar em suas páginas. Algumas dicas serão muito simples para serem implementadas. Outras, bem mais complexas. Reúno aqui algumas dicas que são úteis para todos: 1. Otimize as imagens – Os arquivos de imagens costumam ser grandes vilões que afetam negativamente o tempo de carregamento de uma página. O objetivo aqui é simples: os arquivos que você mostra em seu blog devem ter o menor tamanho possível. E não estou falando em dimensões dele na tela, e sim no número de kb que ele ocupa. Alguns itens importantes que você deve verificar:

 

  • A extensão do arquivo tem grande impacto sobre o tamanho dele. Fotos costumam ficar menores no formato JPG. Já gráficos normalmente ocupam menos espaço quando gravados como PNG. É também importante verificar a “taxa de compactação” do arquivo ao gravá-lo.
  • As dimensões da imagem também são fundamentais. E não adianta colocar uma imagem grande e diminuir seu zoom na tela. É necessário redimensionar o arquivo em si, pois ele é carregado ao mostrar sua página.
  • Outro fator é a quantidade de imagens na tela. Quando você tem muitas imagens, além da página ser mais lenta, pode ser também cansativa para seus visitantes. Cabe a você avaliar quais são realmente importantes.

2. Otimize seus widgets – Os widgets são ótimos para agregar funcionalidades bacanas ao seu blog. Mas, podem ser também um pesadelo em termos de performance. Minhas dicas:

  • Avalie com cuidado cada um dos widgets que você tem em seu blog. Eles são realmente úteis para seu visitante? Não é raro você ter colocado um widget em seu blog há meses e nem se lembrar mais de que ele está lá. Remova todos os inúteis.
  • Também é importante avaliar a qualidade do widget. Se ele é necessário, mas é pesado para carregar, cabe a você decidir se vale a pena mantê-lo ou não. Também é interessante pesquisar se existe outro widget que faça a mesma função, mas que seja mais leve e rápido. Experiência própria: acabo de remover um único widget do Gerenciando Blog que diminui para 5 segundos o tempo médio de carregamento da página principal.

3. Otimize seu template – Outro ponto que costuma impactar a performance de suas páginas é o seu template. Há alguns itens que você deve verificar:

  • Verifique onde estão hospedados os arquivos (javascript, imagens etc.) que seu template usa. Eles podem estar hospedados em sites com tráfego pesado, concorrendo com todas as outras pessoas que usam o mesmo template. Nesse caso, a recomendação é que você hospede esses arquivos em um lugar onde só você irá usá-los. Escrevi sobre isso no artigo Trocando o template do blog – Parte 2.
  • Analise seu template para verificar se não existem códigos que você colocou para alimentar ferramentas que você não está utilizando. Alguns exemplos que eu mesmo já citei aqui no Gerenciando Blog: o Woopra e o Performancing. Se você não os utiliza, retire os códigos que você colocou em seu template. Eles também impactam o carregamento de sua página.

Você encontrará mais informações no artigo Como descobrir o que deixa seu blog lento.  

Conclusão

Ainda não se pode afirmar com certeza que a velocidade de carregamento será mesmo utilizada pelo Google para ordenar os resultados da busca. Também é impossível saber o peso que isso terá. Independente disso, páginas pesadas costumam irritar e espantar visitantes. Assim, vale a pena investir na otimização do tempo de carga de seus páginas. Por outro lado, é preciso bom senso: não vale a pena ter uma página com carregamento instantâneo, mas pobre em recursos. É preciso avaliar o custo/benefício e chegar a um meio termo.   E você, já tem a preocupação com a velocidade de carregamento do seu blog? Tem alguma dica a acrescentar? É só deixar um comentário!

Sobre o autor | Website

Apaixonada por comunicação. Formada em Jornalismo e blogueira por Hobbie. Atual responsável por este e vários outros blogs de Internet Marketing.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

25 Comentários

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.