Scroll Top

Hospedagem - 728 x 90

Sem categoria

A Importância do Português Correto

Portugues200 O componente mais importante de um blog é e sempre será o seu conteúdo. Não adianta ter o melhor layout, os melhores gadgets e utilizar todas as técnicas de otimização se o seu conteúdo não for interessante. E um dos fatores mais importantes para se ter um bom conteúdo é saber escrever bem, de forma clara, organizada e dentro das normas de ortografia e gramática. Não é preciosismo: se você não se preocupar com isso, espantará os seus visitantes mais exigentes. Veja neste artigo algumas dicas para melhorar a qualidade dos seus textos.  

Introdução

Se você tem um blog, provavelmente gosta de escrever. Afinal, o conteúdo é a alma de um blog. Por isso, você tem a obrigação de escrever bem e respeitando as regras de ortografia e gramática de seu idioma. A palavra “obrigação” pareceu forte demais? É essa minha intenção: você está gerando conteúdo que será lido por dezenas, centenas ou milhares de pessoas e é importante que ele esteja escrito de maneira correta. Talvez um texto bem escrito não atraia mais visitantes – afinal, você não está fazendo mais que sua obrigação – mas textos que contenham erros de português com certeza afastarão muitos de seus visitantes. Por melhor que seja o assunto tratado, um texto mal escrito é cansativo de ser lido.  

Como escrever bem?

Já falei um pouco sobre o assunto no artigo Escrevendo e divulgando um bom artigo. Mas, há mais alguma dicas simples que você pode seguir para que seus artigos sejam bem escritos.  

1. Leia bons textos

Este é o primeiro passo para escrever bem: leia bons textos e preste atenção neles. É uma ótima forma de acostumar-se a textos bem escritos e ter onde se espelhar. Duas fontes certas para encontrar textos bem escritos são os livros e revistas de renome, pois é mais difícil ver publicados neles textos que contenham erros. Além disso, essas publicações também podem lhe trazer boas idéias para novos artigos em seu blog. Claro que há também blogs bem escritos, mas você precisa ser capaz de separar os bem escritos dos mal escritos, o que nem sempre é fácil.  

2. Utilize ferramentas de revisão

Apesar desta dica ser básica, percebo que muitos blogueiros não a utilizam. A maioria das ferramentas onde você escreve já possuem recursos para revisão ortográfica do texto. Por isso, é imperdoável ver uma palavra escrita errada em seus artigos. Utilizar as ferramentas de correção é muito simples. Veja abaixo como isso funciona nos dois mecanismos mais utilizados, o Editor do Blogger e o Windows Live Writer.

  • Se você escreve seus artigos diretamente no Blogger, basta acionar o botão destacado em vermelho na figura abaixo. Com isso, as palavras erradas passarão a ser marcadas em amarelo no seu texto. Ao clicar nelas, aparecerão as sugestões corretas.

Blogger Corretor Ortográfico

  • Se você utilizar o Windows Live Writer, é só acessar o menu “Ferramentas” / “Verificar ortografia…” ou simplesmente apertar a tecla F7 para verificar a ortografia do texto já escrito.

Ainda no Windows Live Writer, há opções que você pode configurar referentes à verificação ortográfica do seu texto (como o idioma a ser verificado, caso esteja incorreto), conforme mostrado na figura abaixo. Você pode acessar as opções no menu “Ferramentas” / “Opções” / “Ortografia”.
Windows Live Writer Ortografia
Uma dica que dou para você não se esquecer mais de verificar a ortografia é marcar a opção que destaquei em vermelho na figura acima. Com isso, a ortografia sempre será verificada antes da publicação.

3. Releia seu próprio texto

Outra dica importante: releia seu próprio texto antes de publicá-lo. Os grandes escritores relêem seus textos diversas vezes antes de dá-los como encerrados. Isso é necessário porque é natural que você cometa erros enquanto escreve a primeira versão do texto. Como você ainda está elaborando suas idéias, elas podem não ficar claras na primeira tentativa. É sua chance de encontrar erros ou mesmo tornar o texto mais claro.  

4. Peça para alguém ler seu texto

Se você ainda não possui segurança com relação ao que escreve, peça para outra pessoa ler seus textos, especialmente alguém que você saiba que escreve bem. Mesmo que o texto já esteja suficientemente claro e correto para você, é uma boa idéia ter a opinião de quem não participou da elaboração.  

5. Faça um curso de redação

Mesmo seguindo todas as dicas anteriores, há a chance de que você ainda se sinta inseguro para produzir os seus próprios textos. Se você quer realmente levar isso a sério, uma oportunidade é realizar um curso de redação, onde você aprenderá as técnicas necessárias para redigir bons textos. Neste sentido, uma ótima opção online é o Curso de Escrita e Redação, oferecido pelos Cursos 24 Horas. Por um valor bastante acessível (R$ 35,00), você pode assistir as vídeo aulas onde e quando quiser, e ainda tem a oportunidade de enviar suas redações para correção e comentários dos professores.  

Conclusão

Espero ter conseguido convencê-lo da importância de que seus textos sejam bem escritos. Isso é fundamental se você quer demonstrar seriedade com seu trabalho. É uma tarefa que exige dedicação e trabalho constante. Se você tem problemas com isso, não desanime: as dicas acima irão ajudá-lo a ter um crescimento constante. Com certeza, seus leitores sentirão o resultado de seu esforço.   E você, o que pensa sobre o assunto? Deixe seu comentário!

Classifique este post


De um play no vídeo abaixo e aprenda a Criar blogs Profissionais




Gostou deste artigo? Ajude nosso projeto.
Compartilhe em suas redes sociais nos botões abaixo:

Sobre o autor | Website

Especialista em Marketing Digital, presta Consultoria e auxilia diversos clientes. Amante por blogs, é responsável pela administração dos blogs Afiliados na web, Gerenciando Blog e Mundo Blogger.

28 Comentários

  1. Jorge Purgly disse:

    Olá Adelson,
    Escrever corretamente é fundamental!
    Muito bom também o seu artigo sobre o Paint.Net.
    Criei um Banner intencionalmente tupiniquim (escrevendo sobre um Post-It e escaneando e editando a imagem) para fugir "do bando" ficar diferente e original. Te mando por e-mail para saber seus comentários.Um abraço!

  2. Gustavo Freitas disse:

    Adelson,
    parabéns pelo texto, muito propício num momento em que a internet cresce e ocupa um espaço até mesmo formador na educação de crianças e adolescentes. você falou em livros e revistas de renome, mas com a popularização da internet as pessoas tem tido acesso a textos péssimos, com erros grotescos de português e começam a assimilar como escrita correta, do futuro…não é esse futuro que quero para minhas filhas…por isso parabéns por abordar o assunto,
    um grande abraço.

  3. Iúri disse:

    Olá Adelson,

    Sem dúvida escrever bem e corretamente é mais que uma obrigação de blogueiros que querem fidelizar seus leitores. E realmente um texto com vários erros de português afastam os leitores – pelo menos a mim.

    Infelizmente nem sempre se consegue escrever textos totalmente livres de erros (às vezes pecamos em uma concordância, que o verificador ortográfico não pega, rsrs), mas eu busco sempre ler e reler o texto, de modo com que ele saia o melhor possível.

    Ah! A verificação ortográfica do WLW já está marcada, é bem mais seguro!

    Grande abraço, e mais uma vez parabéns pelo artigo!

  4. MarceLL de Lana disse:

    Cara,

    Bom bom o seu artigo, concordo quando diz que o sucesso de um blog está em seu conteúdo, ainda mais quando este é escrito de maneira correta.

    Abraços.

  5. Adelson Smania disse:

    @Jorge: Que bom que tenha gostado deste e dos outros artigos!

    @Gustavo: Você tocou mesmo num ponto importante: há tantos textos ruins que é difícil, para a maioria dos usuários, distinguir o que é bom e o que é ruim. Para complicar, a cada dia parece cair o acesso a fontes confiáveis, como jornais e revistas reconhecidas. Espero que o texto sirva de alerta para que as pessoas percebam a importância do tema.

    @Iúri: Você tem razão, o verificador das ferramentas é limitado. O problema é que muitos não fazem nem isso, porque é enorme a quantidade de palavras grafadas incorretamente que encontro nos blogs. Eu ia sugerir um processo para fazer a verificação de ortografia e gramática no Word, mas isso ficaria complexo demais.

    @Marcell: Que bom que tenha gostado do artigo! Num blog, o conteúdo sempre vem mesmo em primeiro lugar.

    Abraço a todos vocês e obrigado pela visita!

  6. juslaboral.net disse:

    Com certeza, escrever de forma correta é a tarefa mais difícil para se manter um blog. De qualquer maneira, só "escreve bem" quem lê bem. Não basta ler muito (também é importante). É preciso escolher o que ler. Se passarmos a vida inteira só lendo páginas da web – do modo que são escritas hoje – aprenderemos pouco sobre o idioma. Por quê? 1º) Escreve-se muito mal; 2) Mistura-se exageradamente o português com o inglês (para que dizer "thanks" se posso dizer muito obrigado?) 3)Há exagero no internetês.

    Não obstante, como mostrou, recentemente, a Revista Superinteressante, linguistas entendem que, num futuro próximo, o português falado no Brasil sofrerá mescla com o inglês e com o "internetês" (sic). É esperar para ver…

    Grande abraço.

    Marcos Fernandes Gonçalves

  7. Adelson Smania disse:

    Olá, Marcos!

    É sempre bom vê-lo por aqui.

    Compartilho de sua opinião sobre o tema. Não sei se sou purista demais, mas não consigo aceitar a descaracterização exagerada da língua portuguesa que estamos vendo.

    Quanto ao inglês, há termos aceitáveis ("mouse", por exemplo). Mas quando vejo blogs com "vc", "axu" e outros termos similares, fico abismado. Espero que o futuro não seja tão tenebroso quanto parece.

    Um abraço e obrigado pela visita!

  8. amorepazsemfronteiras disse:

    Olá meu querido Adelson,

    Muito propício este teu artigo. Igualmente assim como todos já mencionaram acima, também fico abismada ao ver uma escrita tão empobrecida em tantos blogs e sites por aí.
    Que ainda vejamos em um comentário por exemplo, expressões abreviadas como 'vc', 'tb' etc, até dá para aceitar, mas, ao contrário, vejo muitos autores de blogs escrevendo dessa forma, expressando-se muito mal, com erros grotescos.
    E na minha opinião isso é inaceitável.

    Sinceramente ao acessar um blog e me deparar com uma escrita assim, nem dou continuidade à leitura.
    O que vejo hoje, é que se por um lado na internet vemos muito texto errado, da mesma forma, as pessoas estão mais preguiçosas, não gostam de ler, e se o fazem, normalmente são conteúdos que não trazem um enriquecimento do vocabulário.
    E mais infelizmente ainda, isso não se restringe mais somente 'aos jovens' como antes era relacionado. Vemos muitos adultos, que se dizem 'formados' etc, escrevendo muito pior até.
    E defendem tanto que devemos aprender outras línguas (o que não discordo), mas como podem falar mal, a própria 'língua materna'?!

    Enfim, compartilho de tudo o que já foi dito acima, tanto por quem comentou, quanto por ti neste artigo tão necessário nos dias de hoje.

    Um abraço,
    Paz e sucesso a ti,

    Lucy

  9. Jaqueline disse:

    Realmente Adelson,nada pior do que entrar num site e ler erros de portugues.Passa uma péssima imagem do dono do blog ou site.

  10. Adelson Smania disse:

    Lucy e Jaqueline: Concordo com vocês: um blog com erros de português passa uma imagem ruim de seu dono e realmente evita que muitos continuem a leitura. Por isso, é importante cuidar desse aspecto do blog.

    É mesmo uma questão cultural: infelizmente, o brasileiro em geral escreve mal, e essa cultura ruim acaba sendo trazida para a internet, onde se torna acessível a todos. Cabe a todos nós colaborarmos para que o nível seja elevado.

    Abraço a vocês e obrigado pela visita!

  11. Joseph disse:

    Olá Adelson,

    É isso mesmo, escrever textos com erros é péssimo. Mas nem é nos textos que encontro a maior parte dos erros, embora seja recorrente encontrar sempre os mesmos e mais do que uma vez ao longo de um artigo.

    Onde fico "com os cabelos de pé" é nos comentários.Eu acho que é falta de consideração para com o dono do blogue e para com os leitores, a maneira como escrevem. Não é o caso deste, felizmente.

    Parabéns pelo assunto que abordou.
    Um abraço.

  12. Adelson Smania disse:

    Olá, Joseph!

    Que bom que tenha gostado do artigo! Ótimo mesmo ver que tantas pessoas dão importância a esta questão.

    Quanto aos comentários, você tem mesmo razão. Aqui, até pelo fato de todos que comentam serem donos de blogs e preocupados com seu trabalho, o nível está mesmo acima do que normalmente se vê pela net.

    Um abraço e obrigado pela visita!

  13. dicasbrowser.com disse:

    Muito bom o texto! Quando termino de escrever um artigo leio e releio, mas sempre fica uma coisinha que passa desapercebida.

    Na questão de pedir alguém para ler um texto hoje em dia é tão difícil. Mas não custa nada tentar, né?

    Parabéns!

    Marco Damaceno

  14. Adelson Smania disse:

    Olá, Marcos!

    Concordo com você que não é uma questão simples conseguir alguém que revise nossos textos. Uma opção é fazer uma "parceria" com alguém que tenha também um blog – e escreva bem, claro – para que seja feita uma revisão mútua. Assim, cada um revisará o texto do outro.

    Um abraço e obrigado pela visita!

  15. Avelino disse:

    Olá Adelson!
    Essa é a mais complicada de conseguir principalmente quem não tem o hábito de ler muito.
    Apesar que leio muitos blogs de conteúdo de qualidade,como o seu!hehe, e outra dica no Google crome ele sublinha os erros de português e clicando com o botão direito podemos ver as sugestões.
    Sempre estou tentando melhorar minha escrita não é o melhor que posso fazer eu acredito,mais estou chegando lá!rs

    abraço!

  16. Adelson Smania disse:

    Olá, Avelino!

    O mais importante você já tem: consciência de que é necessário se esforçar para escrever bem. O mais complicado é que há muitas pessoas que escrevem mal e não sabem – ou não se interessam por isso.

    Sua dica sobre o Chrome é também bacana: ele realmente já traz um corretor ortográfico incorporado, que facilita muitos aspectos – como escrever e responder comentários, por exemplo.

    Abraço e obrigado por sua visita!

  17. [email protected] disse:

    Artigo muito bom, e com uma escrita impecável, diga-se de passagem.
    Sempre reviso os meus artigos e os meus comentários antes de publica-los (já errei umas duas vezes neste até agora), além de passa-los pelo Word e pela verificação do Blogger (desta vez são só os artigos do Mídia e Ecologia.com), para saber se está tudo certo. mas mesmo assim, tem vezes em que algum erro passa despercebido por mim e então
    só conserto o erro depois de publicar o artigo.
    E assim como juslaboral.net, eu odeio essa estrangeirização de palavras pela desvalorização de nossa cultura (como faço perceber no artigo As Bruxas Estão Soltas). Claro que a cultura estadunidense é interessante(estou me referindo à literartura e ao cinema de lá), mas a brasileira também é, e provavelmente mais que a de lá! E é por isso eu me sinto triste e envergonhado por esse descaso da maioria da população tupiniquim pela própria cultura, principalmente dos mais jovens, que usam nas gírias palavras inglesas, como "brother" e "gamer", ato que acho repulsível.

  18. Adelson Smania disse:

    Olá, [email protected]!

    Obrigado pelos elogios! Infelizmente, a escrita correta fica em segundo plano em muitos blogs. E parece que a tendência é ficar cada vez pior: cada vez se lê menos, o que gera falta de qualidade ao escrever.

    Quanto à mescla de idiomas, vemos muitos exageros. Defendo que há casos em que os termos originais em inglês são aceitáveis e até benéficos – a área de Informática é uma delas – mas gírias como as que você cita são mesmo desnecessárias.

    Um abraço e obrigado pela participação!

  19. Cayo Canette disse:

    Eu quando comecei a escrever, escrevia tão rápido que nem percebia que acabava atropelando umas letrinhas, mas agora tenho que tomar muito mais cuidado, porque uso um programa de tradução para 7 línguas se não me engano no meu blogger, e mesmo assim ainda atropelo umas e outras, e tenho que pedir a alguém que leia e me diga o que achou se ficou claro e enfim, e mesmo assim eu tenho que ler para ver se não tem nada faltando do tipo letras, hahaha , gostei do artigo, é muito interessante e essencial para quem tem um blogger, além de ficar gravado na memória a escrita certa. vlw

  20. Adelson Smania disse:

    Olá, Cayo!

    É muito importante tomar o máximo cuidado com a ortografia e gramática ao escrever seus artigos. Artigos com erro são mesmo um dos fatos que costumam fazer com que visitantes nunca mais volte a um blog.

    Um abraço!

  21. Edigley Alexandre disse:

    Olá Adelson!

    São dicas preciosas. Errar, todo mundo erra. Somos sujeitos a isso. Desde que se reconheça os deslizes gramaticais, está tudo bem.

    Desde cedo sempre gostei de Matemática e já na 8ª serie (hoje 9º ano), decidi que ia cursar Matemática. Nunca gostei de Português (morfologia, sintaxe,…). Tenho medo desses nomes rsrs!. Tinha uma dificuldade tremenda em aprender algumas regras gramaticais. Porém era apaixonado por literatura e isso me ajudou muito.

    Hoje a facilidade de encontrar informações que nos auxiliam para adquirir uma boa escrita e leitura, é enorme.

    Creio que a desculpa, "não continuei os estudos…", não pode ser aceita. Me refiro a pessoas adultas que são acomodadas e não estão nem aí se escrevem bem ou não.

    Você me fez lembrar uma frase que decorei desde minha adolescência quando lia um jornal interno da empresa que meu pai trabalhava: Ninguém é capaz de escrever bem se não sabe bem o que vai escrever.

    Abraço!
    PS: Será que errei algo?

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Edigley!

      Antes de mais nada, seu texto está ótimo! E também bastante apropriado como complemento ao artigo.

      Eu sempre gostei de ler e escrever desde pequeno. Devo grande parte disso ao apoio de meus pais, que se esforçavam ao máximo para que houvesse grande número de livros de qualidade em casa. E eu vivia na biblioteca, fosse da escola ou Municipal, fazendo pesquisas para os trabalhos da escola.

      Infelizmente, parece que as pessoas leem cada vez menos – e cada vez mais conteúdos com baixa qualidade. O pior é ler e ouvir notícias dos "entendidos" que insistem que o importante é haver a comunicação, independente dos erros cometidos. Nisso, sempre serei conservador, retrógrado, quadrado ou qualquer outra palavra que se aplique. Para mim, escrever bem é fundamental, seja em um blog, no trabalho ou qualquer outro aspecto da vida.

      Um abraço e obrigado por sua participação neste artigo!

  22. Sybylla disse:

    Eu tenho uma preocupação excessiva com a qualidade da escrita dos meus posts e sempre volto naqueles que estão programados para saber se não deixei escapar algo na revisão. E sempre tem! rs

    Tem gente que acha que o blogueiro é livre para se apropriar do idioma e escrever da maneira que o entender melhor. Não só o blogueiro, como todas as pessoas. No entanto, sabemos o quanto a trollagem é forte, não só com quem escreve tudo certo. Já vi blogs onde alguém comentou com vários erros graves de Português e os comentários seguintes foram apenas para trollar e xingar o coitado.

    Acho que essa apropriação da linguagem é saudável até certo ponto, desde que a pessoa perceba que ela não pode ser aplicada em qualquer lugar. E certamente em um blog, ela não seria bem vinda, pois isso seria péssimo para o blogueiro.

    Abraço!

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Sybylla!

      Gostei muito de seu ponto de vista! E gosto dessa preocupação sua – que não considero excessiva – para garantir a qualidade final do texto.

      A questão da adequação da linguagem é mesmo importante. Até relevo quando vejo alguns blogs específicos utilizando gírias e algum "internetês". Mas, normalmente as pessoas abusam e usam essa linguagem onde ela não é adequada. Na dúvida, o melhor é sempre nos mantermos fieis às regras ortográficas e gramaticais.

      Um abraço e obrigado por sua colaboração!

  23. Wallace Maxters disse:

    Olá, Adelson!

    Como revisor de transcrições judicias na empresa onde trabalho, aprendi como é importante para uma pessoa saber escrever bem. Aprender isso foi muito útil para meu blog.

    Um bom tutorial precisa ter um bom português; sem um o outro não funciona.

    Escrevi um artigo no meu blog justamente sobre erros de português em blogs, porque já me deparei com vários tutoriais onde a falta da vírgula – ou o excesso delas – fez uma grande confusão na minha compreensão sobre o conteúdo.

    Gostei das dicas sobre os corretores. Particularmente, prefiro usar o revisor do Word (que eu acho que é o mesmo do Live Writer).
    Pode parecer bobo, mas eu também gosto de revisar os meus textos usando a voz daquela mulher do tradutor do Google, pois ela fala exatamente o que é digitado, e, ao falar uma palavra que não foi acentuada devidamente, posso identificar o erro fonético, o que facilita a correção das mesmas.

    Grande artigo, Adelson. Parabéns.

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Wallace!

      Devido ao seu trabalho, você entende bem a importância do português correto nos blogs. Já deixei de visitar diversos blogs devido ao excesso de erros que eu via neles – e isso é realmente incômodo.

      Quanto à sua dica de usar o Google Translate, é bem interessante! Eu nunca havia pensando nisso. Obrigado por compartilhar conosco!

      Um abraço!

  24. Maria do Socorro Duarte disse:

    Primeiramente, quero lhe agradecer pela dica do curso de Redação.
    Gostaria, ainda, que você me informasse, onde encontrar artigos bem escrito na internet. Será que dá para passar alguns endereços?
    Obrigada por nos passar muitas dicas.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
Quer aprender como R$173.571,73 como Afiliado em 4 meses?Quero Assistir o Vídeo!