divulgação monitoramento Camila Fiori

Lições tiradas das minhas 10 principais origens de tráfego

origem130Analisar as estatísticas de acesso ao seu blog é uma forma interessante de entender onde você deve focar esforços para atrair mais visitas ao seu blog.

Também é uma forma de identificar se as ações que você toma surtem o efeito desejado.

Neste artigo, faço um exercício de analisar quais são as 10 origens que mais tráfego trouxeram ao Gerenciando Blog no último mês, para que você também possa aplicar essas lições ao seu blog.

Introdução

Apesar de eu já ter apresentado diversas ferramentas para monitoramento das visitas que seu blog recebe, o Google Analytics continua sendo a melhor delas.

Simples, completo e flexível, ele oferece tudo o que você precisará para fazer análises eficientes.

Por isso, se você ainda não se inscreveu no serviço, faça-o imediatamente.

Um dos relatórios básicos e mais importantes que o Google Analytics oferece é o de Origem do Tráfego.

Nele, é mostrado de onde vêm os seus visitantes, além de outras informações interessantes.

Ao longo deste artigo, ensinarei a você como exibir o relatório, como analisá-lo e quais lições aprendi com ele.

O relatório de Origens do Tráfego

Para emitir o relatório, você deve acessar a opção “Fontes de Tráfego” / “Origens” / “Todo o tráfego” (isso na nova versão do Google Analytics).

Se você utiliza a versão antiga, ele estará em “Origens de tráfego” / “Todas as origens de tráfego”.

As imagens abaixo o ajudarão a encontrá-lo.

Nova Versão Versão Antiga
Origem01 Origem02

O meu relatório, com dados obtidos no último mês, está abaixo:

Origem
Visitas
Páginas/Visita
Tempo médio
Novas Visitas
Taxa de Rejeições
1. google / organic
37.605
1,73
00:02:14
78,42%
71,04%
2. (direct) / (none)
5.192
1,79
00:02:42
74,52%
68,97%
3. google.com.br / referral
1.061
1,64
00:02:46
84,54%
70,88%
4. colmeia.blog.br / referral
757
1,35
00:01:05
81,90%
84,54%
5. br.answers.yahoo.com / referral
420
1,87
00:02:32
78,57%
68,10%
6. feedburner / feed
413
1,97
00:03:20
40,92%
60,29%
7. blogdacomunicacao.com.br / referral
327
1,43
00:02:13
77,68%
80,12%
8. traffic.outbrain.com / referral
299
2,38
00:04:10
1,67%
48,49%
9. search / organic
290
1,61
00:01:25
84,14%
75,17%
10. ocioso.com.br / referral
246
1,28
00:00:43
79,67%
84,55%

Explicação sobre as colunas exibidas:

  • Origem: Aqui será mostrada a origem dos visitantes. Ou seja: em que site eles estavam quando clicaram em um link que levou ao seu blog.
  • Visitas: Nesta coluna é mostrado o número de visitas que vieram de cada fonte. Nas primeiras colocações estão as origens que enviaram mais visitas ao seu blog.
  • Páginas/Visita: Exibe o número médio de páginas vistas em seu blog a cada visita. Quanto maior, significa que mais páginas foram vistas pelos visitantes daquela fonte.
  • Tempo médio: Mostra o tempo médio (em horas:minutos:segundos) que os visitantes daquela origem permaneceram em seu blog. Um tempo maior significa que os visitantes permaneceram mais tempo em seu blog.
  • Novas Visitas: Esta coluna mostra, em termos percentuais, quanto significa o número de novos visitantes em relação ao total. Um número alto significa que aquela fonte envia grande número de pessoas que nunca estiveram antes em seu blog.
  • Taxa de Rejeições: Indica o percentual de pessoas que visitou uma única página em seu blog e depois saiu dele. Você encontrará mais detalhes sobre a Taxa de Rejeição no artigo O que é Taxa de Rejeição e como diminuí-la.

As lições que aprendi

Claro que cada um de vocês verá dados diferentes neste relatório.

O que pretendo mostrar com minha análise é o tipo de informações que você pode avaliar em sua própria análise.

Serve também para mostrar o que é efetivo para mim em termos de divulgação – o que também pode lhe trazer algumas ideias.

1. As ferramentas de busca (especialmente o Google) são a maior fonte de tráfego. Em meu caso, essa fatia é altamente significativa.

Hoje, o Google responde por mais de 75% das visitas do Gerenciando Blog.

Há dois aspectos importante nesse dado: o primeiro é que os meus artigos estão bem posicionados nos resultados das buscas, o que resulta em grande número de visitas.

Por isso, respondendo à pergunta que eu mesmo fiz no artigo Você tem medo do Google Panda?, não tenho receio de ser punido por “mau comportamento” pelo Google.

O segundo aspecto é a grande dependência que tenho do Google: se eu fizer algo que seja punido com meu banimento dos resultados de busca, verei minhas visitas reduzida a 1/4 do que tenho hoje.

Exatamente por isso, tomo os máximos cuidados para evitar os problemas citados no artigo sobre o Panda.

2. O tráfego direto também é importante para o Gerenciando Blog. A informação mostrada como “(direct) / (none)” representa o tráfego direto, que são os visitantes que chegaram até aqui sem ser por um link em outro site.

Nessa categoria estão os visitantes que digitam diretamente o endereço do blog, que o tem em seus favoritos ou clicaram em um link recebido por e-mail, por exemplo.

Esse número representa 10% das visitas recebidas e costuma mostrar os visitantes já fidelizados, que visitam o blog regularmente.

Mas, chama a atenção o alto número de “Novas Visitas”.

No artigo Cuide Bem de seus Visitantes e Eles Voltarão mostro algumas ações para você fidelizar seus visitantes.

3. Poucos agregadores de notícias trazem tráfego significativo. Na lista, há apenas 2 agregadores de notícias (o Colmeia e o Ocioso), apesar de eu divulgar regularmente meus artigos em cerca de uma dezena deles.

 

Isso mostra a força que os agregadores mais famosos têm e que vale a pena o esforço para ter os links divulgados lá.

No artigo Uêba, Ocioso e Colmeia: Como ser Publicado? mostro algumas dicas para isso.

No entanto, os visitantes vindos desses sites visitam poucas páginas e ficam pouco tempo no Gerenciando Blog.

É um alerta para criar formas de mantê-los interessados em outros artigos.

4. Se bem utilizado, o Yahoo! Respostas é uma fonte importante de visitas. Depois que aprendi as “manhas” do Yahoo! Respostas, percebi o quanto ele é útil para a divulgação dos meus artigos.

As perguntas lá feitas têm ótimo posicionamento no Google.

Além disso, os visitantes vindos de lá costumam visitar mais páginas e ficar mais tempo que o visitante médio.

Isso é a prova de que eles podem ser fidelizados e se tornarem visitantes fiéis.

É um processo trabalhoso de divulgação, mas que surte resultado.

Minhas dicas estão em Yahoo! Respostas: Responda e Divulgue seu Blog.

5. É essencial utilizar o FeedBurner para gerenciar seu feed RSS. Através do FeedBurner chegam os visitantes mais fiéis ao blog.

Tratam-se daqueles que já conhecem meu trabalho e acompanham regularmente as novidades.

Prova disso são os baixos índices de Novas Visitas e Taxa de Rejeições.

Por isso, é essencial divulgar seu feed e utilizar o FeedBurner para potencializar seu alcance.

Os artigos Como Conseguir 1.000 Assinantes de RSS e FeedBurner: Aproveitando Melhor seu RSS trazem as dicas para isso.

6. Artigos originais e de qualidade são a chave para o sucesso. Chama a atenção na lista a presença do Blog da Comunicação entre as principais fontes de tráfego.

E chama ainda mais a atenção saber que as visitas vieram todas de um mesmo artigo escrito naquele blog: O que é Google Apps e para que serve?, onde há um link para meu artigo.

E tratou-se de uma parceria surgida de forma natural: o autor leu meu artigo, gostou, escreveu sobre ele e colocou o meu link no final da matéria, trazendo para cá seus visitantes.

Por isso, o conteúdo de qualidade sempre será essencial para todo blog.

Se as pessoas gostam do seu trabalho e escrevem sobre ele, você será beneficiado.

Você encontrará algumas dicas em Escrevendo e divulgando um bom artigo.

7. Ferramentas para manter o visitante interessado funcionam. Você também verá na lista o Outbrain, que é o gadget que utilizo para mostrar os artigos relacionados no final de cada postagem.

Isso mostra como ferramentas assim são eficientes para levar o visitante a outros artigos.

Além do Outbrain, que você pode conhecer em Outbrain – Alternativa ao LinkWithin, outra boa alternativa é o LinkWithin, que apresentei em Mostre artigos relacionados com o LinkWithin.

Conclusão

Espero ter conseguido mostrar como é importante saber de onde vêm os seus visitantes.

Faça regularmente o exercício de analisar suas origens, como mostrei neste artigo.

Isso lhe mostrará se suas estratégias dão resultado e o ajudará a planejar ações futuras.

Também espero que a minha análise o auxilie a conquistar novas fontes de visitas para seu blog!

E você, tem alguma lição diferente para compartilhar sobre este assunto?

Deixe seu comentário!

Sobre o autor | Website

Apaixonada por comunicação. Formada em Jornalismo e blogueira por Hobbie. Atual responsável por este e vários outros blogs de Internet Marketing.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

33 Comentários

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.