infraestrutura WordPress Camila Fiori

Como criar um blog WordPress na KingHost

KingHostWPO WordPress é, sem dúvidas, uma ótima plataforma para blogs.

No entanto, ele possui um procedimento para instalação e configuração bem diferente do Blogger.

Neste tutorial, mostrarei todos os passos para a instalação, desde a inscrição na empresa de hospedagem (utilizei como exemplo a KingHost) até a colocação de seu blog no ar.

Seguindo os passos de forma correta, você conseguirá realizar essa atividade sem maiores dificuldades.

Introdução

Além do Blogger (que sempre defendo ser uma ótima plataforma para seu blog, como mostrei no artigo 10 mitos sobre o Blogger), outra excelente opção para criá-lo é o WordPress.

Antes de continuar, é importante saber que existem duas versões do WordPress: uma versão “online” e grátis, que pode ser acessada em http://wordpress.com, mas possui diversas limitações; e uma versão “hospedada”, disponível em http://br.wordpress.org, bem mais completa e poderosa.

Este artigo se aplica à versão hospedada.

Há algumas características que diferenciam o WordPress do Blogger:

  • A primeira grande diferença é que o WordPress exige uma empresa de hospedagem. Isso significa que você precisa contratar e pagar pelos serviços de uma empresa que disponibilizará espaço em seus servidores para você instalar o WordPress e os arquivos necessários ao seu blog. Uma empresa que fornece esse serviço com qualidade e bons preços é a KingHost.
  • Outra diferença é que, para criar um blog no WordPress, você precisa realizar o trabalho de instalação do sistema na empresa você o contratou – diferente do Blogger, onde basta apenas criar um novo blog. Felizmente, há facilitadores para essa instalação, que mostrarei neste artigo.
  • No WordPress, você pode instalar “plugins” para adicionar novas funcionalidades ao seu blog. Eles são semelhantes aos gadgets do Blogger, mas bem mais poderosos.
  • O WordPress permite configurar qual será o endereço de suas postagens, enquanto no Blogger esse endereço é gerado de forma automática.

Por suas características, o WordPress é mais indicado para quem já tem algum conhecimento técnico.

Por outro lado, ele possui recursos poderosos, que podem ser diferenciais importantes quando bem utilizados.

Neste artigo, você verá com detalhes os passos necessários para criar um blog WordPress na KingHost.

A empresa foi escolhida por mim após pesquisas e, o que pesou bastante, a indicação do competente Gustavo Freitas.

Os preços oferecidos são justos pelo bom serviço realizado, e o suporte foi bastante eficiente nos diversos momentos em que precisei deles para fazer a criação de meu blog.

Vamos ao tutorial!

Passo 1 – Inscrever-se na KingHost

O primeiro passo é realizar sua inscrição na KingHost.

Você pode ter duas situações: já possuir um domínio próprio comprado em outra empresa (que foi o meu caso) ou contratar a hospedagem e o domínio em conjunto com eles.

Há poucas diferenças entre as duas situações.

1. Acesse o endereço http://www.kinghost.com.br/promo/GERENCIANDOBLOG.html.

Fazendo a inscrição por esse endereço, você ganhará 10% de desconto em suas 4 primeiras mensalidades no serviço de hospedagem contratado.

2. Escolha um dos planos oferecidos e clique em “Assinar”.

Para quem está começando agora, o plano mais simples (MEGA) é suficiente para a criação do blog. Pela recomendação da própria KingHost, este plano é suficiente para blogs com até 500 acessos diários. Com o tempo, você pode fazer um upgrade do seu plano quando houver necessidade.

WordPress na KingHost

3. No “Passo 1”, você deve escolher uma das opções referentes à compra do seu domínio.

As opções mais comuns são a primeira (caso você não tenha um domínio E deseje contratá-lo com a KingHost) ou a segunda (caso você já tenha um domínio OU vá registrá-lo em outra empresa, como o Registro.br).

Tecnicamente, não haverá diferença de funcionamento entre as duas opções. Particularmente, optei por registrar meu domínio no Registro.br para evitar intermediários e manter todos os meus domínios centralizados lá. Além disso, o valor de contratação com a KingHost pode ser maior.

WordPress na KingHost 

4a. Se você optar pela primeira opção, deverá preencher o endereço do domínio desejado no quadro que será aberto abaixo da opção.

Você pode utilizar o botão “verificar disponibilidade para verificar se o domínio desejado está disponível para compra.

Em seguida, clique no botão “continuar”.

WordPress na KingHost 

4b. Se você optar pela segunda opção, também deve preencher o endereço do seu domínio.

Neste caso, você deve optar por você mesmo fazer a configuração de DNS ou deixá-la a cargo da KingHost.

Optei pela primeira opção porque a configuração é muito simples: basta você indicar os servidores da KingHost em seu domínio como NameServers (veja no Passo 2 deste tutorial).

Clique no botão “continuar”.

WordPress na KingHost 

5. No “Passo 2”, preencha todos os dados cadastrais solicitados e clique no botão “continuar”, no final da página.

Preste bastante atenção à senha que você definir e ao endereço de e-mail fornecido como contato, pois é através dele que você receberá informações importantes sobre sua conta.

Após preenchê-las, clique no botão “continuar” no final da página.

WordPress na KingHost 

6. No “Passo 3”, confirme o plano desejado (“Mega”, no caso deste exemplo) e escolha as demais opções.

Note que há duas opções de servidor, um no RS (sem custos adicionais) e outro em SP (mais caro). No final da página, você deve também escolher qual a forma de pagamento desejada (boleto, transferência ou cartão de crédito).

Após preencher as informações, clique em “Continuar”.

WordPress na KingHost 

7. No “Passo 4”, você deve confirmar as informações fornecidas, ler o contrato e clicar em “Finalizar”, ao final da página.

8. No “Passo 5”, você receberá as informações para realizar o seu pagamento, de acordo com a opção feita anteriormente.

Sua inscrição foi concluída!

Você precisa aguardar agora que a KingHost confirme o recebimento do pagamento e libere seu acesso ao sistema.

Você receberá por e-mail essas confirmações e as informações para acesso ao sistema.

O prazo varia de acordo com a forma escolhida. No caso de boleto (o mais demorado), ele pode demorar até 24 horas.

Passo 2 – Configurar o seu domínio para acessar a KingHost

Este passo somente é necessário caso você não tenha registrado seu domínio pela própria KingHost.

Neste caso, você precisa configurá-lo para direcioná-lo ao endereço do seu blog.

Usarei como exemplo um domínio cadastrado no Registro.br:

1. Acesse sua conta no Registro.br, entrando com o seu  usuário e senha.

2

2. Clique sobre o nome do domínio que deseja direcionar à KingHost.

3. Na área “DNS”, deixe desmarcada a opção “Utilizar os servidores DNS do Registro.br” e preencha os servidores “Master” e “Slave 1” com as informações “dns1.kinghost.com.br” e “dns2.kinghost.com.br”.

4. Clique no botão “+DNS” e adicione duas novas entradas, preenchendo-as com as informações “dns1.kinghost.com.br” e “dns2.kinghost.com.br”.

Ao final, suas configurações deverão estar como as abaixo:

WordPress na KingHost 

5. Para finalizar, clique no botão “Salvar”, logo abaixo dessa área.

 

É normal que demore até 24 horas para as alterações terem efeito, mas é bastante provável que seu novo domínio já seja acessado corretamente bem antes disso.

Passo 3 – Acessar a KingHost e instalar o WordPress

Você somente poderá realizar este passo após receber o e-mail com o título “Ativação de conta KingHost”.

É ele que indica que sua conta já está criada e disponível. Agora, é o momento de instalar o WordPress em sua conta. Vamos ao procedimento:

1. Acesse seu Painel de Controle, pelo endereço http://painel.kinghost.com.br.

2. Entre com o e-mail e senha escolhidos durante o cadastro (e enviados para seu e-mail de ativação) e clique no botão “Criptografar e Efetuar Login”.

WordPress na KingHost 

3. Na área “Serviços”, no canto superior direito da tela, escolha o nome do seu domínio e clique em “Ok”.

WordPress na KingHost 

4 . Você será levado ao Painel de Controle do seu blog. A instalação do WordPress é feita através da ferramenta “KingBox”, que está no grupo “KingTools”.

Clique no botão correspondente para iniciá-la.

WordPress na KingHost 

5. Você verá uma lista de aplicações disponíveis para instalar em seu site. Escolha a opção “Instalar WordPress”.

WordPress na KingHost 

6. Na próxima tela, você deve escolher o caminho para instalação e a versão do WordPress.

Feita a escolha, deve preencher sua senha e clicar no botão “Instalar”. As orientações:

  • Caso você queira que seu blog seja acessado pelo endereço “raiz” (por exemplo, “www.seublog.com”), deixe o caminho vazio. Esta é a opção mais comum. O caminho só deve ser preenchido se o blog for acessado em uma pasta do seu domínio (por exemplo “www.seusite.com/blog”). Isso pode ser usado futuramente para você criar um blog de testes ou se você estiver criando um blog em um domínio que já seja utilizado por um site.
  • Quanto às versões, há duas opções. A versão “TURBO” vem com uma série de plugins já instalados. A versão sem esse nome é a versão “pura” do WordPress, sem plugins. Recomendo instalar a versão “pura”, pois há diversos plugins desnecessários na “Turbo”. Também é recomendado que você escolha a versão com maior numeração disponível, por ser a mais recente.

KingHostWP12 

7. Se você deixou o caminho vazio, verá uma mensagem de alerta como a abaixo.

Isso significa que o WordPress substituirá qualquer outra aplicação que esteja nesse endereço.

Clique em “Ok” para continuar.

WordPress na KingHost 

8. Enquanto o processo é executado, você verá uma mensagem como a abaixo. O processo dura poucos segundos.

WordPress na KingHost 

9. Se tudo correr bem, você será levado de volta à página do “KingBox”, com a informação de que seu blog está instalado.

WordPress na KingHost

Passo 4 – Remover o arquivo index.html padrão da KingHost

Mesmo após instalar corretamente o seu blog WordPress em seu site, é provável que você ainda não conseguirá visualizá-lo ao acessar o endereço do seu domínio.

Isso ocorre porque, ao criar sua conta, a KingHost cria automaticamente na sua pasta raiz um arquivo “index.html”, com informações sobre a própria KingHost, que tem preferência sobre a página inicial do WordPress.

Faça um teste: se for exibida a página da KingHost, basta seguir o procedimento abaixo.

1. Volte ao seu Painel de Controle, clicando novamente no botão “Ok” à frente do seu domínio, no canto superior direito da tela.

2. Clique no botão “Gerenciar FTP”.

WordPress na KingHost 

3. Anote os dados da caixa “Para acessar o FTP, utilize os dados abaixo”. Eles serão necessários em seguida.

WordPress na KingHost 

3. Na caixa “Alterar senha de FTP”, informe uma senha (e a confirme no campo abaixo dela), clicando em “alterar senha de FTP” em seguida.

WordPress na KingHost 

4. Acesse o endereço http://webftp.kinghost.net.

As informações deverão ser preenchidas de acordo com as informações anotadas no item

3. Clique em “Login” para acessar.

KingHostWP18 

5. Marque a caixa à frente do arquivo “index.html” (cuidado para não selecionar por engano o arquivo “index.php”, que deve ser mantido).

WordPress na KingHost 

6. Clique no botão “Apagar”, que fica acima da lista de arquivos.

WordPress na KingHost 

7. Clique no botão “V” para confirmar a deleção.

WordPress na KingHost 

Pronto!

Se você acessar novamente o seu endereço, verá que agora é mostrado corretamente a sua página inicial do blog WordPress que você acabou de criar.

Passo 5 – Ajustando o endereço do seu novo blog

Algo que você notará é que, ao acessar o endereço do seu novo blog (por exemplo, “www.seublog.com”), você será automaticamente direcionado para o seu “naked domain”, que é o seu endereço sem o “www” (por exemplo “seublog.com”).

Isso ocorre devido a uma configuração padrão do WordPress.

Se você desejar alterar a configuração para que o endereço padrão do seu blog contenha o “www”, basta seguir os passo abaixo:

1. Acesse a área de administrador do seu blog.

Para acessá-lo, basta adicionar “/wp-admin” ao endereço do seu blog (por exemplo, “www.seublog.com/wp-admin”).

2. Entre com o seu usuário “admin” e a senha escolhida durante a criação do seu blog WordPress, no Passo 3 deste tutorial.

Clique em “Login”.

WordPress na KingHost 

3. Na barra lateral direita, acesse a opção “Configurações” do seu blog.

WordPress na KingHost 

4. Você notará que nas caixas “WordPress Address (URL)” e “Site Address (URL)” estará o endereço do seu blog sem o “www”.

Basta modificá-las, adicionando o “www” ao endereço e clicar em “Salvar alterações”, no final da página.

WordPress na KingHost 

Pronto!

Agora, ao acesso o seu blog, tanto pelo endereço com ou sem o “www”, você será levado ao endereço com o “www”.

Conclusão

Seguindo este tutorial, você terá conseguido realizar todos os processos necessários para colocar o seu blog em WordPress no ar, desde a contratação da hospedagem até as configurações iniciais.

Claro que há muito ainda o que ser feito.

Em breve, haverá mais tutoriais aqui no Gerenciando Blog a esse respeito.

E, para não deixar dúvidas: o Gerenciando Blog continuará no Blogger e não será migrado para WordPress!

Estou iniciando um novo projeto e desta vez utilizarei o WordPress como plataforma, inclusive como uma forma de conhecer mais sobre o produto e escrever sobre ele aqui.

Como o projeto ainda está em sua fase inicial, todas as referências a ele foram “mascaradas” neste artigo, pois ainda é cedo para divulgá-lo.

Mas, em breve vocês conhecerão as novidades.

E você, já conhecia a KingHost?

Já havia instalado um blog WordPress?

Deixe seus comentários!

| Website

Apaixonada por comunicação. Formada em Jornalismo e blogueira por Hobbie. Atual responsável por este e vários outros blogs de Internet Marketing.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

30 Comentários

  1. Carlos Vinícius disse:

    Olá Adelson,
    Ótimo artigo, bem completo e explicado.
    Apesar de eu usar e defender o Blogger já trabalhei com o WordPress e gostei muito dos recursos que essa plataforma nos oferece.
    Abraços.

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Carlos!

      Obrigado pelo elogio!

      Também sou fã do Blogger, mas considero uma abertura interessante para mim ter também um blog no WordPress.

      Um abraço!

  2. Prof. Ricardo Leme disse:

    Olá Adelson!

    Ótima dica. Eu estou utilizando a Kinghost com dois clientes (um deles inclusive utiliza Ruby on Rails) e estou totalmente satisfeito com a relação custo/benefício!

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Ricardo!

      Notei que a KingHost também disponibiliza a instalação do Ruby on Rails! Eles oferecem uma grande gama de produtos para instalação.

      Um abraço e obrigado pela ilustre visita! 🙂

  3. Zailda Coirano disse:

    Amei o artigo, o primeiro tutorial que prevê todas as dificuldades e responde todas as perguntas ANTES de termos a necessidade de perguntar. Estou procurando uma plataforma para instalar WordPress há algum tempo e me parece a opção mais interessante até agora.
    Tenho uma pergunta, indiretamente relacionada à postagem: estou também procurando um site de hospedagem para o Joomla, e vi na imagem usada como exemplo que também é possível nesse provedor. Como vi no tutorial posso instalar o WordPress no caminho http://www.meusite.com/blog No mesmo provedor posso instalar também o Joomla em http://www.meusite.com? Vi que também tem osCommerce, dá para instalar também o carrinho em http://www.meusite.com/loja por exemplo? Eu tenho blogs (gostaria de criar mais um), loja virtual e gostaria de criar uma rede, talvez esse provedor possa ser a solução para centralizar tudo num lugar só. Não pretendo migrar nenhum site ou transferir os domínios que já tenho, seriam projetos novos (blog com WordPress, site ou rede com Joomla e loja com o carrinho do osCommerce…
    Bem, isto porque eu disse que você havia respondido TODAS as perguntas…
    Gostaria de pedir tutoriais sobre o Joomla, osCommerce e ZenCart, seria possível? Eu pesquisei bastante, a maioria em inglês, mas o problema é que as informações são conflitantes, então eu gostaria de ouvir da boca de quem eu confio, pois percebo que aqui no GerenciandoBlog há uma preocupação de testar os produtos antes de preparar os tutoriais e não são um mero reprodutor de informações, que muitas vezes dão uma modificada para não parecer que é cópia e acabam mudando informações, então fica tudo muito complicado para saber quem está com a razão.
    Agradeço antecipadamente!
    Zailda Coirano

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Zailda!

      É sim possível ter o Joomla no endereço "raiz" do seu site e o WordPress na pasta blog.

      Quanto aos demais produtos que você solicitou minha opinião, infelizmente eles fogem do meu conhecimento e também de minha área de atuação, focada em blogs. Infelizmente, não poderei ajudá-la com estas questões.

      Um abraço!

    • Zailda Coirano disse:

      Obrigada, eu fui pesquisar e descobri que é possível sim. Com suas explicações e o hosting recomendado posso centralizar tudo num lugar só: ter um site com blog e loja virtual e sabe-se lá mais o que vou inventar!
      Mas estou com mais uma dúvida. Já ouvi falar muito sobre o assunto, mas ainda não sei como me decidir. Qual a diferença entre a hospedagem Linux e Windows? Talvez o assunto mereça uma reportagem. Se já existe eu não achei, me desculpe!
      Um abraço!
      Zailda Coirano

  4. Luis Henrique - Gere Dinheiro disse:

    Olá,Adelson Smania!

    Excelente dica, este site de hospedagem me parece ser muito bom, principalmente por ter planos bastante acessíveis, o que ajudará muito na hora de criar um blog, de forma profissional e com pouco investimento, parabéns pelo tutorial, ele está bem explicativo e vai ajudar muito a quem deseja criar um blog wordpress na KingHost.

    Um forte abraço!

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Luis!

      Por enquanto, estou gostando bastante do serviço da KingHost. O preço é bem atrativo e o suporte foi bastante eficiente nos acionamentos que fiz a eles.

      Um abraço!

  5. Samanta Sammy disse:

    Olá Adelson, bom dia !!!

    Parabéns por mais um artigo super bem explicado, claro e objetivo com um passo a passo muito bem elaborado e fácil de seguir para seus leitores !
    Embora eu não pense em mexer com isso por enquanto (digo por enquanto, porque nunca sabemos o dia de amanhã não é mesmo :)), informações e boas leituras são sempre bem vindas e úteis 🙂

    Um enorme abraço e que sua semana seja ótima e produtiva !!

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Sam!

      Obrigado pelos elogios! Eu também demorei para me decidir a ter um blog no WordPress. Com certeza, é uma ótima plataforma, mas que exige mais cuidados e conhecimento técnico do que o Blogger.

      Um abraço!

  6. César Henrique disse:

    Muito bom, mas o domínio é muito caro é melhor comprar um mais barato pelo iG ou pelo Uol Host e atualizar o DNS.

    • Adriano Luz disse:

      Olá, César!

      Em meu caso, também optei por comprar o domínio separadamente e apenas hospedar o blog na KingHost. Como já possuo outros domínios, optei por mantê-los centralizados em uma só empresa.

      Um abraço!

  7. J. Neto disse:

    Olá Adelson! Muito bom o post.

    Eu estou com um projeto novo e pretendo criá-lo num blog/site na plataforma WordPress. A dica do KingHost vindo de você já me deixa tranquilo, pois ainda não tinha escolhido nenhum sistema de hospedagem para usar. Vou tentar com ele.

    Mais uma vez, valeu! 🙂

    Abraços!

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Neto!

      Fico feliz que o artigo tenha sido útil para você! Também me demorei a escolher a KingHost, mas após as pesquisas e consultas que fiz, cheguei à conclusão de que eles apresentavam o melhor custo/benefício à minha necessidade.

      Um abraço!

  8. Juliana disse:

    Excelente Adelson!
    Eu gosto muito da forma como você escreve seus tutoriais 😉
    Tenho pensado em criar um blog no WP, a fim de conhecer suas funcionalidades e esse seu post, certamente, vai me ajudar bastante.
    Abraços, Juliana

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Juliana!

      Um elogio assim vindo de você significa muito para mim! Afinal, muito do que aprendi devo a você e ao Dicas Blogger!

      Para quem está acostumado ao Blogger, como nós, o WordPress é um mundo totalmente diferente! Mas, estou gostando de conhecê-lo aos poucos para o meu novo projeto.

      Um abraço!

  9. Thallita disse:

    Olá Adelson,

    Muito obrigado por compartilhar este post… Me ajudou imensamente! Pois nem no próprio blog da Kinghost há algo tão explicativo sobre o assunto.

    Agora vou acompanhar sempre seu blog 🙂
    Muito Sucesso!
    Thallita

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Thallita!

      Fiz o possível para deixar o procedimento o mais bem explicado possível, para que todos possam segui-lo.

      Um abraço!

  10. Aline disse:

    Parabéns pelo artigo.
    O melhor que eu encontrei.

    Muito bem explicado, me ajudou muito.

  11. Juliana disse:

    Boa tarde Adelson,
    estou criando um blog no WP e seus posts tem me ajudado muito, mas tenho uma dúvida com relação a este post: quando criei o blog não houve necessidade de uma empresa de hospedagem. Simplesmente me cadastrei no WP e iniciei a criação. Será que fiz alguma errada?
    Obrigada pelas informações sempre úteis!

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Juliana!

      Pela sua descrição, acredito que você tenha criado o seu blog no WordPress.com. Se foi isso mesmo, lá não é mesmo necessário realizar nenhum dos procedimentos mostrados neste artigo, pois se trata de um blog hospedado no próprio WordPress. Infelizmente, você perceberá que esse blog tem diversas limitações.

      O procedimento mostrado aqui é necessário para ter a versão "hospedada" do WordPress, que exige uma empresa de hospedagem, mas em compensação possui muito mais recursos.

      Fica a seu critério avaliar se o WordPress.com atenderá suas necessidades.

      Um abraço!

  12. ADM Eriick disse:

    Olá Adelson, sou novo na area aqui sobre wordpress, sempre mexi com blogger, mais nem por isso sou um profissional, nunca comprei um domínio e nem hospedagem, só gostaria de saber se fazendo isso eu vou conseguir, pois nem conta no wordpress.org eu sei fazer haha, a minha dúvida é se eu fizer isso e der certo e tudo mais, onde eu arrumo uns temas profissionais de aparecia de site que nem o blogger tem?

    Aguardo uma resposta, e parabéns mesmo pelo o artigo…

  13. Gabriel Dutra disse:

    Olá.

    Parabéns pelo tutorial. Porém, eu já havia feito exatamente todos esses procedimentos. E os repeti seguindo suas dicas. Mas, quando clico no link de administrador que chega no meu e-mail, aparece Erro 404 – Página não encontrada. O que pode ser?

    Obrigado, abraços!

  14. Danilo Soares disse:

    completo o tutorial .. é bom saber que há uma boa alternativa a hostgator

  15. Daniel Grecco disse:

    Olá Adelson,

    Parabéns pelo artigo, eu particularmente gosto muito do WordPress, usei o blogger há muito tempo atrás somente..

    Meu negócio mesmo é o WordPress, no início deste ano fiz um curso 100% grátis que ensina passo a passo tudo sobre a criação de um blog em WordPress, se me permitir posso colocar o link aqui em um outro comentário, pois este curso tem ajudado muitas pessoas que estão iniciando.

    Abraços,

    Daniel

  16. clevermusic disse:

    Muitíssimo Obrigado!!
    Me tirou Várias Dúvidas!!

  17. Notícias de Hoje disse:

    Olá otimas dicas, tem como eu migrar meu site o http://www.salobro.com para o wordpress?

  18. Lorhaine Duarte disse:

    Nossa!! Resolveu muito o meu problema, era E-X-A-T-A-M-E-N-T-E isso que eu precisava.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.