SEO Camila Fiori

Cinquenta tons de SEO

Cinquenta tons de SEONão é novidade para ninguém o sucesso fenomenal que a trilogia iniciada com o livro “Cinquenta tons de cinza” vem fazendo.

São milhões de exemplares vendidos não apenas no Brasil, mas no mundo todo, contando o tórrido romance entre Christian Grey e Anastasia Steele.

Não resisti à tentação de aproveitar esse sucesso aqui no Gerenciando Blog.

O que você verá neste artigo são 50 dicas rápidas de SEO para o seu blog, divididas em alguns “tons” diferentes, que o ajudarão a conquistar mais visitas.

Uma diferença importante: meu artigo está liberado para menores.

Introdução

Se você já acompanha meus artigos, o termo SEO (Search Engine Optimization) não é novidade.

Se você não o conhece, veja a definição de SEO da Wikipedia: “é o conjunto de estratégias com o objetivo de potencializar e melhorar o posicionamento de um site nas páginas de resultados naturais (orgânicos) nos sites de busca.” Simplificando: fazendo bom SEO em seu blog, você receberá mais visitas vindas do Google.

Você verá neste artigo 50 dicas de SEO, separadas em 3 grupos diferentes, cujos títulos foram baseados nos nomes dos livros da trilogia escrita pela autora E. L. James, de acordo com o seu “tom”.

Você verá que há dicas que você pode utilizar sem receio e outras que devem ser evitadas – embora muitos continuem utilizando-as e tendo prejuízos sem saber.

Note que alguns dos itens possuem links que o levam para artigos com mais informações.

38 tons de liberdade

Cinquenta tons de liberdadeComeço o artigo com as técnicas mais adequadas de SEO, que trazem resultados positivos ao seu blog e que podem e devem ser utilizadas sempre.

1. Publique somente conteúdo original em seu blog – ou seja, NUNCA copie textos de outros sites e blogs.

2. Escreva pensando em seu leitor, e não no Google.

3. Tenha um domínio próprio para o seu blog.

4. Crie títulos chamativos para os artigos que você escreve.

5. Divulgue seus artigos em redes sociais e facilite para que seus visitantes façam o mesmo.

6. Em seus artigos, insira links para outros textos que você mesmo escreveu sobre esse tema em seu blog.

7. Insira links para páginas em outros blogs e sites que complementem o seu texto.

8. Escreva “guest posts” em outros sites e blogs de qualidade e conteúdo relacionado ao seu.

9. Escreva sobre aquilo que ninguém escreveu ainda e que chamará a atenção dos seus leitores.

10. Explore assuntos polêmicos e atuais em seu blog, relacionando-os com seu conteúdo.

11. Defina quais são as palavras-chave que você deseja destacar em seu blog e em seus artigos.

12. Organize o seu texto com subtítulos (tags H1, H2, H3 etc.).

13. Personalize as URLs dos seus artigos, para que contenham as palavras-chave relevantes.

14. Cuide da ortografia e gramática de seus artigos – textos mal escritos afugentam os links.

15. Contate fornecedores e parceiros e mostre a eles os artigos relevantes que há em seu blog.

16. Adicione seu blog às Ferramentas do Google para Webmasters, ótima fonte de orientações.

17. Faça uma boa descrição de blog e de seus artigos na metatag DESCRIPTION.

18. Utilize o atributo rel=’author’ para mostrar sua foto ao lado dos seus artigos nos resultados do Google.

19. Cuide bem de seus visitantes, para que eles se sintam motivados a divulgar naturalmente o seu blog.

20. Utilize o negrito para destacar palavras e frases importantes em seus textos.

21. Inscreva seus sitemaps nas Ferramentas do Google para Webmasters.

22. Elimine os links quebrados que existem em suas postagens.

23. Monitore a velocidade de carregamento de seu blog e deixe-o sempre o mais rápido possível.

24. Acompanhe e analise suas visitas pelo Google Analytics.

25. Nos títulos de suas postagens, mantenha o nome do seu blog no final, e não no início deles.

26. Peça aos seus fornecedores para incluir o link do seu blog em suas listas de clientes.

27. Crie infográficos interessantes e divulgue em seu blog código para ser incorporado em outros
sites.

 

28. Preencha os atributos ALT e TITLE das imagens em suas postagens.

29. Se você está no WordPress, utilize plugins confiáveis para facilitar o seu trabalho.

30. Descubra com o Google Analytics o que o seu visitante está buscando em seu blog e escreva sobre esses temas.

31. No Google Analytics, analise quais são suas páginas que não recebem visitas e entenda o motivo, para não repetir os erros.

32. Analise e reescreva seus artigos mais antigos (sem mudar a URL) para atualizá-los e corrigir erros.

33. Configure seu arquivos robots.txt, para evitar a indexação de páginas desnecessárias.

34. Crie uma “página não encontrada” que mantenha o visitante interessado em seu blog.

35. Crie vídeos originais para chamar a atenção para o seu blog.

36. Denuncie ao Google os blogs e sites que copiam o seu conteúdo sem autorização.

37. Trate temas bastante específicos (a “long tail”) em seu blog em vez de ser genérico demais.

38. Use a Ferramenta de Palavras-chave do Google AdWords para saber o que as pessoas estão buscando.

5 tons de cinza

Cinquenta tons de cinzaNeste grupo estão técnicas que devem ser utilizadas com extremo cuidado, pois o resultado positivo ou negativo dependerá da forma como você as utiliza.

Por isso, cada item tem uma explicação detalhada sobre o seu uso.

39. Comente em outros blogs, assinando com o seu Nome/URL. O efeito dos comentários deixados por você em outros blogs mudou após o Google Penguin. O Google quer relevância, não quantidade. Por isso, faz mais sentido agora comentar blogs assinando com sua Conta Google, especialmente se eles não têm relação com seu conteúdo. Isso não significa que está proibido assinar com sua URL quando permitido – você só precisa fazer isso de forma consciente.

40. Divulgue seus artigos em agregadores de notícias. Links em agregadores de notícias também podem ser mal vistos pelo Google, especialmente se você divulga seu artigo em dezenas deles. Se você gosta dos agregadores, escolha pouquíssimos (e com boa reputação) para divulgar seu trabalho.

41. Faça parcerias com outros blogs e sites que tratam o mesmo tema que você. Encher a página inicial do seu blog com uma lista de dezenas de links para outros blogs não é uma boa ideia, especialmente se elas seguem a linha do “divulgue meu blog que eu divulgo o seu”. Crie parcerias naturais e efetivas, em que você divulga conteúdos de blogs de qualidade, sem esperar nada em troca.

42. Interaja em fóruns e comunidades, deixando links para o seu blog. Os fóruns foram outro alvo do Google Penguin. É importante participar deles e deixar links para seus artigos quando são relevantes para a discussão. Mas, ter uma assinatura fixa com o link do seu blog e obter centenas de backlinks assim irá mais prejudicá-lo do que ajudá-lo.

43. Repita a palavra-chave que quer destacar ao longo do seu texto. Uma vez escolhido o tema que você tratará em seu artigo, é importante que ele contenha em seu título e no texto as palavras-chave (ou seja, que são buscadas pelos usuários do Google e outros buscadores). Mas, é uma péssima ideia repeti-las a cada parágrafo, de forma não natural e tornando seu texto cansativo.




7 tons mais escuros de SEO

Cinquenta tons mais escurosEstas são as piores técnicas, que devem ser evitadas a todo custo. O prejuízo para seu blog pode ser enorme, desde perdas de posições até o banimento total dos resultados. Por isso, ressalto: não realize em seu blog nenhum dos itens deste grupo!

44. Coloque no início de sua página um monte de palavras-chave populares e sem relação com seu texto.

45. Compre links “dofollow” para divulgar o seu blog em outros sites.

46. Crie versões diferentes de sua página, uma para seus visitantes, outra para os buscadores indexarem.

47. Deixe links para seu blog camuflados em outros sites e blogs, preferencialmente com uma cor que não sejam vistos.

48. Participe de esquemas de trocas de links entre blogs e sites.

49. Polua seu blog com anúncios pagos, deixando seu conteúdo em segundo plano.

50. Utilize ferramentas automáticas para gerar links e visitas para seu blog.

Conclusão

As dicas deste artigo servem de orientação para você avaliar o que pode ser feito em termos de SEO em seu blog.

O reflexo final é que, aplicando-as de forma correta e frequente, você conseguirá para seu blog mais visitas vindas do Google e outros buscadores.

Para terminar, agradeço à minha esposa Taciana Smania, conhecedora dos livros da  trilogia “Cinquenta tons de cinza”, pelas informações e sugestões para a elaboração deste artigo.

Imagens: Editora Intrínseca

E você, gostou das dicas?

Quer acrescentar sua opinião sobre o tema?

Deixe um comentário!

E, claro, indique para os seus amigos e leitores! 🙂

Sobre o autor | Website

Apaixonada por comunicação. Formada em Jornalismo e blogueira por Hobbie. Atual responsável por este e vários outros blogs de Internet Marketing.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

53 Comentários

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.