Google SEO Camila Fiori

O Google Penguin 2.0 chegou!

Google Penguin 2.0Foi anunciado na última semana o lançamento do Google Penguin 2.0.

Não se trata de uma nova ferramenta (nem de um bichinho de pelúcia!), mas da nova versão do algoritmo criado pelo Google para combater o “webspam”, ou seja, o posicionamento injusto nos resultados de buscas de sites que utilizam técnicas que vão contra as diretrizes da empresa.

Leia o texto para entender se você pode ser impactado e o que você não deve fazer para evitar cair nessa armadilha.

Introdução

O Google costuma dar nomes “carinhosos” aos seus algoritmos para combater o webspam.

Primeiro veio o Panda, depois o Penguin.

Na semana passada, Matt Cutts anunciou em seu blog a segunda versão do Google Penguin.

Se você não reconheceu o nome, Matt Cutts é o líder da Equipe de Webspam do Google.

Isso significa que é sua equipe quem desenvolve os programas para avaliar qual deve ser o posicionamento de uma página nos resultados da busca.

O principal objetivo deles é fazer com que fiquem bem posicionadas as páginas relevantes, e não aquelas que abusam de técnicas “black hat”, que tentam enganar o Google para conseguir boas posições.
 

O principal foco do Penguin é combater os sites que ficam bem posicionados graças a links pagos ou de baixa qualidade.

Você leu certo: é errado um site ficar bem posicionado com links pagos.

Por isso, é essencial que os links de propaganda que você tem em seu blog sejam todos nofollow (se isso é novidade para você, leia o artigo O que é Nofollow?).

O que o Google Penguin mudará para mim?

Esta é a hora de ficar de olho nas visitas de seu blog, especialmente as recebidas do Google.

Caso você note que suas visitas venham a cair, é bem provável que o Google Penguin tenha entendido que o seu blog estava utilizando técnicas injustas para ficar bem posicionado nos resultados.

Se o número se mantiver estável ou subir, significa que o Google viu com bons olhos o trabalho de obtenção de backlinks feitos por você.

Os principais afetados serão os sites que utilizam técnicas de “spam de links”, como os mecanismos que geram uma grande quantidade de comentários automáticos em blogs, fóruns e outros sites.

Também serão impactos os sites que pagaram empresas que prometem ganho de posições através da compra de links.

Orientações dadas por Matt Cutts para ficar bem posicionado

Antes do anúncio do Penguin 2.0, Matt Cutts publicou em seu blog um vídeo bastante interessante chamado “What should we expect in the next few months in terms of SEO for Google?” (“O que esperar nos próximos meses em termos de SEO para o Google?”).

No vídeo, Matt explica em que o Google trabalhará nos próximos meses, sempre com a finalidade de trazer melhores resultados aos usuários.


Ele dá também orientações sobre o que você deve fazer para ficar bem posicionado nos resultados do Google.

 

Como o vídeo está em inglês, seguem algumas explicações sobre o que é tratado nele.

Transcrevi algumas frases do vídeo em negrito, com minhas explicações em seguida.

  • Seu trabalho deve ser constante e uniforme. Ou seja: o Google entende que é natural conquistar backlinks de forma regular ao longo do tempo. Se você ganha 100 links de um dia para o outro – e isso não se mantém – normalmente indica que há algo errado.
  • Faça um ótimo site, que seus usuários adoram, que querem contar a seus amigos, colocar em seus favoritos, voltar a ele repetidas vezes. Essa sempre será a melhor técnica de SEO!
  • Seu objetivo deve ser ter um ótimo site e o objetivo do Google será mostrar seu ótimo conteúdo aos usuários. Se o seu site não está bem posicionado, significa que o Google não o considera importante. Analise os sites mais bem colocados que você e veja onde eles são melhores.
  • O objetivo do Penguin é encontrar “black hat webspam”. Se você produz bom conteúdo e faz um trabalho correto de SEO, não deve sofrer impactos. Se suas visitas caírem, significa que o Google encontrou algo errado com as técnicas que você utiliza.
  • Não há nada de errado em escrever publieditoriais, mas eles não devem passar PageRank e devem deixar claro ao usuário de que se trata de publicidade. Este ponto é essencial! Se você vende links ou artigos patrocinados – e eu faço isso – use sempre os links nofollow.
  • Os temas onde há maior incidência de “webspam” serão mais afetados do que outros. Dependendo do tema do seu blog, há chances maiores dele ser impactado. Um bom exemplo de sites que devem ser impactos são os de monetização, que ensinam a ganhar dinheiro.
  • Google está trabalhando em mecanismos que farão uma análise mais detalhada de backlinks. Os backlinks são o coração do Google. Eles têm grande impacto no posicionamento nas buscas, por isso é um ponto em que o Google sempre procurará evoluir.
  • Google quer conseguir detectar melhor quando alguém se torna uma autoridade em seu nicho. O Google quer privilegiar os sites e blogs que se tornam referência em um determinado assunto. Daí a importância de ter um tema definido em seu blog e escrever artigos de qualidade.
  • As Ferramentas para Webmasters trarão mais detalhes importantes sobre o site. Nos próximos meses, as Ferramentas para Webmasters continuarão evoluindo, trazendo mais informações para que você saiba o que melhorar em seu site.

Quais backlinks são prejudiciais ao seu blog?

Os backlinks (ou seja, os links que apontam para o seu blog) são um dos mais importantes fatores para posicionar bem seus artigos nos resultados do Google.


Os links de qualidade farão com que seus artigos fiquem bem posicionados.

Por outro lado, algoritmos como o Penguin procuram justamente pelos links de baixa qualidade, pois eles podem indicar tentativas de burlar os resultados do Google através da obtenção não natural (seja através de links pagos ou spam).

A empresa Link-Assistant.com, criadora do conjunto de ótimas ferramentas chamado de SEO Power Suite, divulgou um interessante artigo sobre o Penguin 2.0.

No artigo, eles chamaram a atenção para fatores que indicam os tipos de sites cujos links podem ser prejudiciais para seu blog:

  • Sites construídos com o único propósito de gerar links para outros sites, com fins de SEO.
  • Que contenham conteúdo adulto, violento, ilegal etc.
  • Que tratem assuntos irrelevantes para o tema que você trata.
  • Cujo domínio possua PageRank igual a 0 ou não calculado.
  • Que tenham menos de 6 meses de existência.
  • Com um Alexa Rank muito alto (acima de 7.000.000).
  • Que possuam mais de 20 links externos.

A opinião da empresa é radical: se você encontrar backlinks com essas características para seu blog, você deveria contatar o autor e solicitar que o link fosse removido.

O Google também possui uma ferramenta para rejeitar links – que deve ser utilizada com extrema cautela.

Minha posição pessoal sobre o assunto é: só vale a pena tomar essas medidas radicais caso você tenha sido prejudicado após a atualização do Penguin – o que significa que o Google entendeu que você tem backlinks de baixa qualidade para seu blog.

Em situações normais, você não deveria precisar se preocupar com isso.

Conclusão

Se você fez um bom trabalho em seu blog e não tentou utilizar técnicas desonestas para ficar bem posicionado no Google, o Penguin 2.0 não deverá impactá-lo negativamente.

Se houve impacto, o Google encontrou algo errado.

Se isso ocorreu com você, é hora de ter calma e analisar os itens que citei neste artigo.

Caso você saiba o que fez de errado, o melhor é corrigir a situação e evitar cometer novamente esses erros.

A maior preocupação do Google é fazer com que seus resultados sejam confiáveis e relevantes para os usuários.

Ou seja: a intenção deles não é prejudicar quem faz um trabalho correto e honesto, como reclamam alguns quando há atualizações assim.

E você, já sentiu alguma diferença no número de visitas que seu blog recebe do Google?

Que compartilhar sua opinião sobre o Penguin 2.0?

Deixe um comentário!

Sobre o autor | Website

Apaixonada por comunicação. Formada em Jornalismo e blogueira por Hobbie. Atual responsável por este e vários outros blogs de Internet Marketing.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

38 Comentários

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.