Blogger noções básicas SEO Camila Fiori

Como otimizar imagens para o seu blog

Como otimizar as imagens para seu blogAs imagens são elementos importantes para as postagens do seu blog: quando usadas de forma correta, elas tornam os textos mais agradáveis para ler e permitem melhor entendimento do que você está mostrando.

Mas, há a situação inversa: se utilizadas da maneira errada, elas atrapalham a leitura e tornam sua página lenta para carregar.

Veja neste artigo dicas para otimizar as imagens que você utilizará em seu blog.
 

Introdução

A famosa frase “uma imagem vale mais do que mil palavras” também se aplica aos blogs.

Em quase todos os nichos, uma imagem consegue mostrar ao leitor exatamente o que você precisa transmitir.

Eu mesmo faço grande uso das imagens nos tutoriais do Gerenciando Blog, pois elas facilitam em muito a sua compreensão.

No entanto, há alguns aspectos importantes que você deve levar em consideração ao usar imagens em seu blog. São esses aspectos que você verá nos próximos itens deste artigo.

1. Não abuse das imagens, esquecendo-se do texto

Fora alguns casos bastante específicos, as imagens devem ser um complemento ao texto.

Por isso, se você quer ficar bem posicionado nos resultados do Google, é importante que suas postagens possuam texto – que é o que o Google indexa e usa para mostrar os resultados.

Por isso, tente evitar artigos que tenham apenas fotos. Sempre que possível, adicione textos complementares, contando aquilo que a foto não conseguiu mostrar.

2. Tenha cuidado com os direitos autorais

No artigo Que tipo de plagiador você é?, eu falei brevemente sobre o uso de imagens em seus artigos.
Se você copia fotos e imagens de outros blogs sem autorização, pode cometer infração de direitos autorais.

As formas mais seguras para você evitar isso é produzir você mesmo suas fotos e imagens, ou solicitar autorização ao seu autor.

Quando você não respeita isso, pode ter seu blog denunciado, ver seus artigos removidos e, em último caso, até seu blog cancelado.

Pode também sofrer dificuldades com programas de afiliados (como o Google AdSense) e até sofrer processos judiciais. Pense bem se vale a pena correr o risco.

3. Não faça o “hot link”

Quando você utilizar imagens de outros sites e blogs, evite utilizar a URL daquele blog para publicar a imagem em seu artigo.

Ao fazer isso, você está fazendo uso do “hot link”.

O problema é que isso causa o uso da “banda” daquele blog ao exibir as imagens para o seu, podendo prejudicar o autor original

Você também pode ser prejudicado.

Se o autor remover a imagem do ar, seu artigo não a mostrará mais corretamente.

Também é possível que o autor faça a proteção contra o uso de “hot link”, que pode levá-lo a mostrar uma imagem diferente em seu blog, denunciando essa infração.

Por isso, se você tem autorização para usar a imagem do outro blog, copie-a para seu computador e faça o uso dessa imagem em seus artigos.

Dessa forma, a imagem será armazenada em sua conta ao postar o artigo, sem correr esses riscos.

4. Proteja suas imagens com marcas d’água

Você também pode ser vítima de “hot link” ou do uso não autorizado de suas imagens.

Como o Blogger não permite a proteção contra “hot links”, uma forma eficiente para se proteger é colocando marcas d’água com o nome ou endereço do seu blog nas imagens.

Dessa forma, se um “espertinho” copiar suas imagens, ficará claro aos visitantes dele que a imagem é sua.

Veja no artigo Como Colocar Marcas d’Água em suas Imagens como fazer o uso das marcas d’água.

5. Use arquivos com nomes compreensíveis e significativos

O nome do arquivo de imagem tem importância para o Google quando alguém utiliza o Google Imagens.

Quando alguém procura por uma cornucópia na busca de imagens, o primeiro arquivo mostrado tem o nome cornucopia.jpg.

Você não sabia o que era uma cornucópia? Nem eu! 🙂

Por isso, quando preparar os arquivos que você utilizará em seu blog, salve-os em seu computador com um nome que mostre o que ele é.

Por exemplo: se você vai postar a imagem de um gato brincando com um novelo de lã, dê ao arquivo o nome gato-brincando-com-novelo-de-la.jpg, em vez de BSC0989870.jpg.

Algumas dicas para dar o melhor nome ao arquivo:

  • Use apenas letras minúsculas no nome do arquivo.
  • Separe as palavras com hifens.
  • Não utilize letras acentuadas nem cedilhas e outros caracteres especiais.

6. Redimensione a imagem para o tamanho que você a exibirá em seu artigo

As imagens são, de forma geral, os elementos que têm mais chances de tornar um uma postagem lenta para ser carregada.

Por isso, é necessário cuidado especial para que o tamanho de seus arquivos não seja maior do que o necessário.

O primeiro ponto diz respeito às dimensões da imagem.

Uso como exemplo o Gerenciando Blog: minha área de postagem tem a largura de 580 pixels.

Por isso, esse é o tamanho máximo que uma imagem pode ser exibida.

Vamos supor que eu tenha uma imagem com largura de 1.024 pixels e queira colocá-la em um artigo meu.

 

Haveria duas formas para mostrar essa imagem no tamanho correto:

  • A errada: manter o arquivo com a largura original e, ao colocar a imagem em meu artigo, definir sua largura para o tamanho correto. Isso é errado porque, ao carregar o blog, o navegador primeiro carregaria a imagem em tamanho original (que ocupa maior espaço e leva mais tempo) para só depois redimensioná-la.

  • A correta: antes de colocá-la no artigo, redimensioná-la em um editor de imagens para que ela fique com o tamanho exato em que será mostrado. Se você não sabe como fazer isso, sugiro a leitura do artigo Como Editar Imagens para seu Blog.

7. Utilize o formato que cria o arquivo com menor tamanho

Há diversos tipos diferentes de arquivos de imagens, de acordo com sua “extensão” (as 3 últimas letras de seu nome).

Há os BMP, GIF, JPG e PNG, por exemplo, que normalmente são mais utilizados na internet.

Há muita diferença entre eles, especialmente quando ao tamanho do arquivo gerado.

Praticamente todos os editores de imagens permite você utilizar a opção “Salvar como” para escolher o formato em que você o salvará. De forma geral, seguem algumas orientações seu uso:

  • BMPNunca, mas nunca mesmo, use esses arquivos em suas postagens. Eles são os que geram os maiores arquivos.
  • GIF – Em linhas gerais, só faz sentido utilizar esse tipo para GIFs animados. Para imagens estáticas (paradas), eles são pouco utilizados.
  • JPG – São arquivos que costumam ter bom uso para fotos, por apresentarem boa qualidade e pequeno tamanho. Além disso, eles permitem gerar arquivos ainda menores ao definir sua compactação (próximo item).
  • PNG – Também geram arquivos de boa qualidade e tamanho de arquivo, especialmente para ilustrações. Têm a vantagem ainda de permitir fundos transparentes.

Como uma regra geral: para fotos, prefira JPG e para ilustrações prefira os PNG.

Mas, a melhor forma de saber o formato correto é salvar a mesma imagem como JPG e PNG e comparar a qualidade da imagem e o tamanho do arquivo.

Se desejar, você pode ter mais detalhes sobre os tipos de arquivos no artigo Entenda os formatos dos arquivos de imagem.

8. Utilize a compactação dos arquivos de imagem

Tanto o formato JPG quanto o PNG (que, como eu disse no item anterior, são os mais adequados para usar em suas postagens) permitem a definição de algumas propriedades para gerar arquivos menores.

Mas, não há mágica: os arquivos só ficam menores porque a qualidade da imagem também fica menor.

Cabe a você definir qual é a qualidade aceitável para suas imagens.

Utilizando o Paint.net (um ótimo editor grátis de imagens) como exemplo, a qualidade é definida ao salvar uma imagem.

Veja abaixo as telas que mostram como definir a qualidade de uma imagem JPG e PNG.

Em vermelho, está destacado o controle onde é feita a definição da qualidade. Em azul, o tamanho que o arquivo terá.

PNG


Definir qualidade de imagem PNG no Paint.net





JPG
Definir qualidade de imagem JPG no Paint.net





Você também pode utilizar ferramentas online para fazer esse trabalho para você.

Basta você enviar as imagens para um serviço, e ele fará a compactação.

É importante analisar as imagens compactadas antes de publicá-las, para confirmar se continuam com qualidade aceitável.

Abaixo estão dois serviços que fazem isso:

9. Preencha as propriedades ALT e TITLE

É muito importante preencher as propriedades ALT e TITLE das imagens que você utiliza em seu blog.

São duas propriedades onde você deve descrever o que a imagem representa, e que têm finalidades diferentes:

  • TITLE (“Título”) – Serve para que seja exibido um texto sobre a imagem quando um usuário parar o cursor do mouse sobre ela.
  • ALT (“Alternativo”) – É importante para o Google e utilizada como um dos fatores para mostrar a imagem nos resultados da busca por imagens.

Você pode utilizar o mesmo valor nos dois campos, ou fazê-los diferentes um do outro, à sua escolha.

O importante é que estejam preenchidos.

Voltando ao exemplo do item 5, as propriedades ALT e TITLE daquela imagem poderiam ficar como “Gato brincando com um novelo de lã”.

A forma de preencher o ALT e TITLE variam de acordo com a plataforma onde você está escrevendo seu artigo:

  • No Windows Live Writer, clique sobre a imagem e escolha a opção “Texto Alt” na barra de ferramentas. Será aberta uma caixa como a abaixo: 

Definir ALT e TITLE no Windos Live Wrirter
  • No Blogger, clique sobre a imagem e escolha a opção “Propriedades”, abaixo da image. A tela para preencher as propriedades será como a abaixo:

  • Definir ALT e TITLE no Blogger

Conclusão

Estas 9 dicas podem fazer muita diferença para seu blog.

Se você segui-las, conseguirá fazer melhor uso das imagens em seu blog, sem torná-lo pesado para carregar e com boas chances de ficar bem posicionado no Google.

No início, pode ser que você precise recorrer a este artigo para lembrar-se de todos os itens ao fazer uma nova postagem.

Mas, com o tempo, eles também farão parte do processo normal para você elaborar cada nova postagem sua.

Gostou das dicas?

Quer complementar com algo que você faz e não foi mencionado?

Deixe um comentário!

E sinta-se à vontade para compartilhar o artigo em suas redes sociais e indicar aos seus amigos.
 

Foto do início: Fotolia

Sobre o autor | Website

Apaixonada por comunicação. Formada em Jornalismo e blogueira por Hobbie. Atual responsável por este e vários outros blogs de Internet Marketing.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

64 Comentários

  1. Vânia Luz disse:

    Muito bom e útil o texto, gostei de mais.

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Vânia!

      Que ótimo que tenha gostado! Procurei escrever as dicas de forma simples e prática, para que todos possam usá-las.

      Um abraço!

  2. Botelho disse:

    Gostei muito da dica Adelson Smania, mas eu tenho uma duvida como faço para apresentar slides em meu blog, eu queria o tutorial que explica-se com exemplos praticos…aguardo ate mais…..

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Botelho!

      Ainda não escrevi um artigo sobre slides. Mas, basta você procurar no Google por slideshow blogger e você encontrará ótimos exemplos.

      Um abraço!

  3. Renato Mendes disse:

    A exemplo do otimização de imagem uso o Fileminimizer, que é gratuito, no meu caso salvo a imagem do Photoshop em Máxima qualidade, sei que o arquivo fica inviável e até pesado, caso eu utilizasse em página web… mas aí que tá, utilizo o Fileminimizer para que ele mesmo faça a compressão da imagem sem a perda da qualidade… em muitas vezes a compressão chega a 90%…e depois subo a imagem, enfim… deixo o link: http://www.balesio.com/fileminimizerpictures,
    Obrigado Adelson pelo artigo publicado.

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Renato!

      Obrigado pela dica! Eu não conhecia o FileMinimizer, mas já fiz o download aqui para testar no próximo artigo.

      Um abraço!

  4. Adriano Matos disse:

    Ótimas dicas Adelson !
    Gostaria de complementar a última dica, sobre ALT e TITLE :

    O ALT é lido por programas usados por pessoas cegas. Logo, eu passei a usar o campo ALT para descrever, como se eu estivesse do lado de um cego, o que é aquela imagem. Preencher corretamente esse campo também demonstra respeito pelos leitores que necessitam dessa acessibilidade !

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Adriano!

      Seu comentário é um ótimo complemento ao texto! A questão da acessibilidade é muito importante e também deve ser levada em consideração.

      Obrigado por compartilhar a dica!

  5. birapcbira disse:

    Valeu pelas dicas,muito bom!

  6. Luciano Junior disse:

    O Photoscape também é um bom editor de imagens, que permite redimensionar a imagem e diminuir a qualidade, uso ele sempre para as minhas imagens.

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Luciano!

      Realmente, o Photoscape também é um ótimo editor grátis! Já o utilizei algumas vezes e gostei muito.

      Obrigado pela dica!

  7. John Silva disse:

    Oi Adelson!

    Sua dicas de otimização de imagens são geniais!

    Passei a utilizar principalmente a compactação das imagens e os resultados são muito bons, pois o peso das imagens implica diretamente na velocidade do blog e tenho conseguido diminuir o tempo de abertura com simples ações como essas.

    Parabéns!

    • Adriano Luz disse:

      Olá, John!

      Sua preocupação tem todo o sentido: quando um blog demora a carregar, há leitores que não tem paciência e o saem da página sem mesmo lê-la. Por isso, é essencial que o carregamento seja o mais rápido possível.

      Um abraço!

  8. cervejaesalsicha.com disse:

    Oi, Adelson!
    Procuro seguir todas essas dicas, mas confesso que às vezes esqueço de trocar o nome do arquivo para algo mais compreensível e também de colocar o endereço do blog na imagem. Apesar das inúmeras vantagens, isso acaba criando um passo a mais na hora de publicar um artigo.
    Sinceramente, existem outras plataformas mais apropriadas para quem quer focar em fotos e só escrever duas ou três linhas… ou nada 😉 Quando tenho muitas fotos sobre um tema que quero compartilhar, coloco algumas poucas no artigo e deixo um link para o álbum no Facebook, por exemplo. Até o momento estou satisfeita com essa solução.
    Um abraço,
    Lu

    • Adriano Luz disse:

      Oi, Lu!

      No início, pode ser um pouco chato ter que se lembrar desses dois passos. Depois, torna-se algo natural. Uma vantagem para quem usa o Windows Live Writer é que é possível deixar a marca d'água configurada como padrão. Assim, todas as imagens colocadas nas postagens já a recebem automaticamente.

      Concordo com você quanto a haver plataformas mais adequadas para textos apenas com fotos. Pode ser uma saída melhor do que tentar fazer isso no Blogger. E a sua ideia do Facebook é mesmo ótima!

      Um abraço!

  9. Claudio Gomes disse:

    Muito bom para otimizar a imagem

    http://dicasemgeral.xpg.uol.com.br/otimizador/

    Nem sempre imagens "Free não são livres – grátis".

    No wordpress uso os seguintes plugins

    SEO Friendly Images
    WP Smush.it

    Alguns sites para imagens grátis

    Google Image Search
    O problema é que você não pode realmente usar livremente a imagem que você encontrar.

    Existe um truque que a maioria das pessoas não sabem sobre classificação de resultados do Google Imagens por licença.

    Faça a busca por imagens grátis ou free e clique na roda no canto superior direito para ver o menu drop-down, clique em "Pesquisa Avançada".

    Role para baixo até ver "Direitos de Uso", escolha o tipo de licença que melhor se adapte às suas necessidades; salvar.

    Imagens grátis

    http://compfight.com/
    http://all-free-download.com

    Espero que tenha ajudado e não fique grande o texto e considerado spam.

    http://forumbacklinks.com.br/

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Claudio!

      Obrigado pelas dicas, que são um bom complemento ao texto.

      Como são realmente interessantes, eu publiquei o comentário, mesmo com os links.

      Um abraço!

  10. Renato Pereira disse:

    Parabéns Adelson,

    Mais um excelente post.

    Abraços,

  11. Liliane disse:

    Adelson
    uma dúvida: normalmente, o blogueiro busca por imagens no google imagens, não é?
    Neste caso, como ele pode cuidar para não cometer plágio? Vejo muitos blogues com mensagens do tipo:"as imagens deste blog foram retiradas da net, entre em contato para que sejam dados os créditos, etc"
    Esta prática é aconselhável?
    Qual tua opinião a respeito?
    abraço.

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Lilian!

      O Claudio Gomes deu uma boa dica sobre isso em seu comentário, um pouco acima deste seu. Essa é uma forma confiável para saber quais imagens podem ser utilizadas livremente.

      O procedimento que você cita de colocar a mensagem não tem nenhum valor. É como você copiar o texto de um blog e deixar ao autor original a responsabilidade de encontrá-lo para pedir que sejam respeitados seus direitos.

      Outra forma garantida é solicitar ao autor da foto autorização para publicá-la em seu blog.

      Um abraço!

  12. GET GROUP disse:

    Ainda não consigo fazer com que apareça no meu blog letreiros luminosos.

    Não pensei que fosse tão complexa a linguagem…

    Suas dicas me ajudam muito!!!

    Obrigada

  13. gadarf disse:

    Uma outra dica é o Photoshop, este software possui uma ferramente que exporta as imagens para a Web com uma compactação e praticidade sem igual.

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Gadarf!

      Com certeza, o Photoshop é também uma ótima opção! Só não o citei aqui por não ser uma ferramenta grátis.

      Obrigado pela dica!

      Um abraço!

  14. Leticia Nassinger disse:

    Oi, eu gostei muito do post, estou estudando técnicas de Seo para aplicar em meu blog e também loja, e fala-se muito pouco sobre imagens, valew mesmo!

    http://www.umamulherdefases.com.br/

  15. Panorâmica Social disse:

    Olá Adelson,

    Essas dicas se encaixam como uma luva pelo jeito que eu faço as minhas postagens no meu blog. Eu uso tanto o Paint.net, quanto o Windows Live Writer, e fiquei satisfeito em saber que já faço corretamente muitas das dicas que você traz aqui.

    A única coisa que eu faço errada é baixar a imagem pro meu PC ainda grande e redimensioná-la somente no editor do WLW, mas agora, depois de ler seu artigo, eu acho melhor redimensioná-la com o Paint.net ainda no PC antes de publicar, pra diminuir o tamanho e ganhar no carregamento da página.

    Grande abraço,
    Almir Ferreira.

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Almir!

      Pelo visto, temos o mesmo processo para escrever nossos artigos. A combinação do WLW com o Paint.net é mesmo ótima!

      Fazendo da forma como citei, só será enviada ao Blogger a imagem no tamanho real que ela será exibida. Vale a pena fazer dessa forma.

      Um abraço!

  16. Emanuel Lopes Ferreira Galvão disse:

    Olá Adelson,

    Muito obrigado pelas dicas. Muito úteis, vou aplica-las ao meu blog.
    Seu bom gosto, praticidade e bom senso, merecem meu aplauso.

    Grande abraço!

    Emanuel Galvão

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Emanuel!

      Fico muito feliz em saber que gostou dos artigos e da forma como os escrevo! Obrigado pelos seus elogios!

      Um abraço!

  17. Renata Justo disse:

    Nossa! gostei muito do post. Dá um pouco de trabalho fazer tudo isso ein! rsrsr, um abraço

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Renata!

      Que bom que tenha gostado! Pode parecer um processo trabalhoso, mas depois que você se acostuma a ele, torna-se algo natural a fazer em cada postagem do seu blog.

      Um abraço!

  18. Izabel Failde disse:

    Excelente! Parabéns e obrigada!

  19. Sybylla disse:

    Eu gosto de usar imagens que são wallpapers. Em especial na ficção científica, nem sempre dá para encontrar imagens boas. Eu as reduzo para um tamanho próximo à largura total do post para que não pesem a página.

    Fotos minhas, costumo por as marcas d'água, mas em geral não ligo muito se forem de paisagens ou de livros. Eu me preocupo mais com a questão do texto do que com as imagens, nem tanto pelos direitos do autor, mas se alguém copia um texto, o Google derruba o blog de quem copiou. Às vezes, as pessoas me pedem para republicar alguns post interessante, mas sempre falo para não fazerem isso, já que o Google pode punir a página.

    Uso sempre imagens relacionadas ou que complementem o post em si e prezo pela qualidade delas, às vezes aumentando para que caibam no tamanho que preciso…

    Abraço!

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Sybylla!

      Você faz bom uso das imagens em seu blog!

      Eu gosto de usar marcas d'água pois são uma forma de mostrar aos leitores de artigos plagiados de onde eles vêm. É sempre complicado tomarmos cuidado em gerar imagens e um espertinho copiar o texto todo, inclusive com elas.

      Um abraço!

  20. Giovanna Pinheiro disse:

    Oi Adelson,

    Outro artigo que me ajudou muito. Parabéns!!!

    Obrigada
    Giovanna

  21. Adriana Gonçalves disse:

    Adelson,

    Eu estou com algumas dúvidas sobre o recurso AlT e TITLE:

    1) Preciso separá-los por hifens? Exemplo do meu site: book-15-anos-bh

    2) Posso usar o mesmo ALT e TITLE para todas as imagens de determinado post? Se sim, como o Google vai interpretar isso se os nomes são iguais?

    3) A minha intenção é que as imagens de meu blog http://www.adrianagon.blogspot.com voltem a aparecer na pesquisa do Google, pois há desapareceram de repente e eu não sei o que pode ter acontecido…

    Um abraço e que Deus ilumine por partilhar seu conhecimento.

    Um abraço,

    Adriana

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Adriana!

      As respostas:

      1. Não se deve usar hífen. Tanto o ALT quanto o TITLE devem ser escritos em linguagem natural, descrevendo a imagem ao usuários.

      2. O Google usa somente o ALT, e não é influenciado pelo TITLE.

      3. Vi que suas imagens continuam sendo indexadas. Pesquise no Google Imagens por site:adrianagon.blogspot.com e você as encontrará. O que parece acontecer é que elas não estão ficando bem posicionadas nas pesquisas.

      Tente aplicar todas as dicas do texto em suas próximas postagens, para avaliar se terá resultados melhores.

      Um abraço!

  22. Dicas Web disse:

    Gostei muito do artigo, e o Adelson deu tudo mastigadinho ai linkando até os sites e programas necessários para usar estas técnicas, meu blog é de humor e uso imagem em todos os posts, e no painel do adsense estava mostrando sempre um carregamento muito ruim, qualidade de um circulo azul para cinco possíveis, colocarei este artigo em prática e assim que meu indice de carregamento melhorar, voltarei aqui. =)

  23. Marcelo Paes disse:

    Adelson, me tire uma dúvida aqui…. sempre uso a tag ALT em todas as imagens, sabendo que o google busca a tag para divulgação e acaba trazendo relevância para o site ou blog. Mas não utilizo a tag TITLE. Me informaram a pouco que a tag TITLE também passa relevância… você poderia conformar para mim se é verdade ?

    Obrigado e aguardo retorno.

    Marcelo paes

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Marcelo!

      Até onde sei, o Google só utiliza mesmo a tag ALT. A tag TITLE tem outras utilidades, conforme citei no artigo. Como padrão, sempre busco preencher ambas as tags.

      Um abraço!

  24. Divagações da Mamãe Tê disse:

    Gostei muito Adelson. Muito válidas. Pra mim a única que pega mesmo é o item 3: "Não faça o Hot link".

    Sempre que pego uma imagem para algum post (pq nem sempre são fotos pessoais) coloco abaixo da imagem o endereço de onde peguei.

    Ex.: Escrevo a palavra IMAGEM, ou FONTE IMAGEM e "por trás" coloco o link. Me sinto mais confortável assim.

    Sei que pode acontecer de tirarem a imagem do artigo, mas não vi outra maneira pois nem sempre os sites gratuitos de imagem, tem naquele momento, a imagem que retrataria o meu post.
    A maioria das vezes, o autor do blog não responde o contato.
    Outra coisa que acontece é o autor do tal blog, também não ser dono da imagem, mas como tirei de "lá" eu coloco o link de onde tirei.

    Tem como saber a origem correta? Impossível não é?

    Essa parte de imagem geralmente me deixa sempre em dúvida. Bom seria se tivéssemos um banco de imagem para usar a imagem devida para cada post… Complicado!

    De qualquer forma vou tentar seguir as dicas do Cláudio (acima)

    Abração!

    • Adriano Luz disse:

      Olá!

      Não sei se consegui explicar bem, mas o "hot link" é mais do que isso. Não se trata apenas de citar a imagem. Mas, de utilizá-la diretamente do outro site, sem copiá-la para o seu. Isso consome a banda do site de origem, e pode fazer com que você fique sem essa imagem caso ele saia do ar.

      Quanto à origem, infelizmente é mesmo cada vez mais difícil ter certeza de onde veio uma imagem. Na dúvida, o melhor é só utilizar imagens de sites que as disponibilizam para uso grátis.

      Um abraço!

    • Divagações da Mamãe Tê disse:

      Adelson, agora entendi o que você quis dizer. Mas não sei o procedimento para fazer o hot link. Vou pesquisar. De qualquer forma eu salvo a imagem no computador do outro blog e coloco o link embaixo. Como disse, pra não deixar de falar a fonte. Melhor do que nada né?

      Obrigada pela atenção e resposta. Abração.

  25. Anônimo disse:

    Otimização de imagem é show…vale lembrar que existem ferramentas online como tinypng, minijpg e minimg com ótimo desempenho. Entre elas, o minimg.net geralmente consegue a melhor taxa de compactação, com a vantagem de otimizar imagens jpg e png ao mesmo tempo e opção de conversão do jpg em progressivo.

  26. Marli Maia disse:

    Parabéns, adorei as dicas e vou utilizar em meu Blog de Saúde e Beleza
    Entendi agora a importância do SEO.
    Obrigada pela dica. É sempre muito bom encontrar um site como o seu que ensinam de forma clara e mostra o passo-a-passo com todos os detalhes importantes.

    • Adriano Luz disse:

      Olá, Marli!

      Fico muito feliz em saber que gostou das dicas e que poderá utilizá-las em seu blog!

      Um abraço e seja sempre bem vinda!

  27. Fernando Cayres Morino disse:

    Boa noite Adelson Smania!

    Estou começando agora a mexer com blog, fiz um curso de mecatronica e tinha html, então sei um pouco sobre.
    Tenho uma dúvida, como estou editando o meu blog e programando todo o html, fazendo os botões e páginas não sei como colocar uma imagem quando posto uma página.
    Por exemplo, quando compartilho no facebook não aparece nenhuma imagem ou foto representando o meu blog, sempre quando vejo postagens vem alguma foto junto da matéria, como eu faço isso? Procurei mas não encontro, espero que vc possa me ajudar.

  28. Blog Divina Beleza disse:

    Olá bom dia.. enho uma grande duvida, faço minhas postagens e depois custumo copiaro link da postagem e colar na minha pagina do facebook e na pagina dos grupos de divulgaçao também no facebook, a minha duvida é a seguinte, porque senmpre q colo o link da minha postagem nunca vem com a imagem da minha postagem, aquelas tres opçoes de foto q o face me da nunca é a foito q corresponde a minha postagem, o que posso fazer para resolver esse problema???

  29. Shirley disse:

    O artigo é muito bom. Mas o que eu faço com as imagens que já estão no blog? Obrigada

  30. Sendy Lago disse:

    Oi Adelson! Tenho um blog de viagem e lá vou postando todas as fotos do mochilão que estou fazendo. Estou em dúvida se é melhor colocar todas as fotos direto no blog ou postar apenas algumas e depois linkar com o Flickr, por exemplo.
    Será que você pode me ajudar?

    Desde já agradeço pelas dicas!

  31. V.A.Moreira Vasconcelos disse:

    você é o cara!!! amo esse blog!!

  32. Deusilene Matos disse:

    Olá! Muito boas as suas dicas, em ajudaram bastante. Ma, ainda tenho uma dúvida: a descrição no campo ALT deve ser separada por hífen? Grata!

  33. Emerson Nasck disse:

    Muito bom este texto, as informações são claras e as orientações muito importantes. Estou já aplicando algumas e o texto serviu para compreender outras. Valeu galera. Abraços. Estarei sempre por aqui.

  34. santana disse:

    Gostei muito das dicas de otimização de imagens no blog viu Adelson? eu vou utiliza-las em meu blog de musicas, visto que estou começando agora e preciso aprender muita coisa.

  35. Danilo disse:

    Adelson, como faço para deixar todas as imagens de post estáticas no meu blog. Não quero que elas abram em outra página. Como faço isso. Obrigado

    • Adriano Luz disse:

      Ola Danilo,

      Você tem que remover o link delas. Normalmente os editores colocam uma tag <a href="xxx….. antes da imagem e </a > depois.

      Remova o link que resolve o problema.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.