Google noticias SEO Camila Fiori

O que é o Google Hummingbird?

Google RummingbirdA essa altura, você já deve ter ouvido falar da última atualização do algoritmo do Google, chamada de Hummingbird (beija-flor, em inglês).

Trata-se de uma mudança na forma como o Google busca e ordena os resultados que ele mostra em sua página após uma consulta.

Neste artigo, você entenderá a mudança e compreenderá que não é necessário sentir pânico ou raiva da Google – que são os sentimentos que muitos estão expressando neste momento.

Introdução

Sempre que a Google anuncia alguma mudança em seu mecanismo de busca, o pânico é instaurado.

Foi assim com o Panda e depois com o Penguin.

O que mais se vê são reclamações de pessoas que tiveram grandes perdas de visitas após a mudança, culpando o Google por ser injusto e prejudicando seus sites e blogs.

Em situações assim, prefiro observar a situação por algumas semanas, para só então fazer um artigo com um apanhado das informações disponibilizadas.

Acredito que o momento para falar sobre o Google Hummingbird chegou.

Sou bem prático quanto a essas mudanças.


A primeira constatação é de que é natural – e necessário – que o Google sempre evolua.

A internet mudou muito nesses 15 anos que o Google está no ar. E o sucesso do Google para ser o primeiro serviço de buscas é justamente o seu acerto em acompanhar essas mudanças.
 

Minha segunda constatação é que a Google é uma empresa e visa o lucro.

Por isso, suas ações sempre seguirão nesse sentido. Parece ruim, mas não é.

Isso significa que o seu objetivo será fornecer ao usuário os melhores resultados para uma busca realizada.

Se os resultados do Google forem o que o usuário deseja, ele não utilizará outro buscador.




E a terceira constatação é de que eu sou insignificante demais para a Google não gostar de mim e ter raiva do meu blog.

O mesmo vale para todo mundo que reclama de que o Google está de “marcação” e tentando prejudicá-lo.

O resumo desta introdução é: aceite que a Google está fazendo mudanças para dar melhores resultados aos seus usuários, e se adapte à mudança. Simples assim.

O que mudou com o Google Hummingbird?

Segundo informações a própria Google (veja algumas no artigo Quinze anos depois e ainda estamos apenas começando), a principal mudança trazida com o Hummingbird foi a forma mais inteligente de interpretar as consultas feitas pelo usuário.


A partir de agora, o Google dá mais valor ao sentido de todas as palavras buscadas, tanto separadas quanto juntas – a chamada “busca semântica” – em vez de procurar apenas por palavras-chave.

Isso vale também para a busca por voz, cada vez mais comum em pesquisas feitas por celular ou tablet.

Foi uma mudança revolucionária em termos técnicos.

Ainda de acordo com a Google, foi a maior mudança feita em seu mecanismo de busca desde 2001.

Nas atualizações anteriores, a modificação sempre era feita em alguns trechos do código responsável por montar os resultados.

Agora, a mudança foi muito mais radical: todo o código anterior foi trocado pelo novo mecanismo. Isso ocorreu por volta do final de agosto/2013 e afetou 90% das buscas feitas.

Isso significa que praticamente todos os resultados mostrados a partir dessa data passaram a ser diferentes do que eram no dia anterior.

Tenha sempre em mente que, mesmo antes, o resultado em cada computador poderia ser diferente, como mostrei no artigo Como ficar em primeiro lugar no Google.

 

O que isso muda para meu blog?

A melhor forma de você avaliar se foi impactado ou não pelo Google Hummingbird é avaliar pelo Google Analytics as visitas recebidas pelo seu blog vindas do Google desde o mês de agosto/2013 até hoje.

Há 3 possibilidades:

  • Se as suas visitas caíram ao longo do tempo, o Google entende que o seu conteúdo não é adequado a essa nova fase, por isso os resultados de seu blog estão sendo exibidos em posições piores do que antes.
  • Se as suas visitas subiram, significa que o seu conteúdo está adequado e, por isso, você ganhou posições nos resultados.
  • Se elas permaneceram as mesmas, você está no meio termo. É provável que alguns artigos seus tenham subido, outros caído.

O que fazer para me recuperar?

Esta é a pergunta que todos que perderam visitas estão fazendo.

Como sempre, não há uma única resposta mágica ou uma nova metatag que fará com que o Google ache que você é melhor do que os outros.

A linha básica de SEO continua sendo a mesma de antes: você deve produzir conteúdo de qualidade, que chame a atenção dos seus visitantes e faça com que eles se sintam impulsionados a divulgar seu link em seus blogs e redes sociais.

Se há alguém acima de você nos resultados por uma determinada busca, significa que esse site ou blog está fazendo isso melhor do que você.

O site Link-Assistant.com publicou uma ótima matéria sobre o Google Hummingbird, onde dá algumas orientações sobre o que fazer:

  • Escreva artigos que respondam perguntas. Ou seja: esqueça aqueles títulos antiquados, apenas com a palavra-chave que você quer ganhar destaque e que é repetida diversas vezes ao longo do texto.
  • Ao longo do texto, use sinônimos e termos relacionados com o assunto que você está tratando. Na verdade, trata-se de escrever um texto com qualidade, focando no leitor e não no Google.
  • Continue criando e buscando links de qualidade. Os backlinks continuam tão importantes quanto antes. Por isso, é importante citar em seu texto outros artigos que o complementem, e escrever artigos que motivem seus leitores a divulgá-los.
  • Exiba sua foto e nome com seus artigos. O Google continua dando muito valor aos autores dos artigos. Por isso, se sua foto ainda não é mostrada com seus resultados, faça o quanto antes o procedimento mostrado em Foto e nome do autor nos resultados do Google.

O Google é seu concorrente

Até agora, sempre falei do Google como seu parceiro, que quer encontrar o seu conteúdo de qualidade e exibir para seus usuários, para que eles visitem o seu blog e leiam o que você escreveu. Mas, um grande “porém” nisso.

Os resultados do Google já mostram hoje, em determinadas situações, resultados tão completos que o usuário não precisará criar em link nenhum para saber a resposta.

Veja abaixo, por exemplo, o resultado para a busca “Qual é a população do Brasil?”.

Concorda que o usuário somente clicará em algum link caso precise de informações detalhadas ou veja um link irresistível de clicar?

Por isso, é possível que você esteja perdendo visitas para o próprio Google.

A conclusão é: não dependa apenas do Google para trazer visitantes ao seu blog.

Faça sua divulgação em redes sociais, escreva artigos em outros blogs, participe de fóruns e comunidades.

São todas formas para tornar-se conhecido sem depender do Google e diminuir o impacto da perda.

Conclusão

Espero ter conseguido trazer alguns esclarecimentos sobre o assunto.

Não adianta chorar: tudo o que mostrei acima é a realidade, e precisamos nos adaptar a ela.
 

Tenha sempre como foco escrever os melhores artigos sobre os temas mais interessantes para seu leitor. Isso é infalível e sobreviverá a qualquer atualização do Google.



Há também algumas leituras complementares que recomendo para quem quiser se aprofundar sobre o tema:

E você, como vê a nova atualização do Google?

Você foi impactado pelas mudanças?

Compartilhe sua opinião em um comentário.

Sobre o autor | Website

Apaixonada por comunicação. Formada em Jornalismo e blogueira por Hobbie. Atual responsável por este e vários outros blogs de Internet Marketing.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

39 Comentários

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.