Google monetização Camila Fiori

Como recuperar a sua conta do Google AdSense

Google AdSenseVocê foi banido do Google AdSense?

Depende do motivo, pode haver chances para recuperação.

Veja neste artigo o que você deve fazer para tentar recuperar sua conta e voltar a exibir anúncios em seu site.

Introdução

Você já conhece o Google AdSense?

Trata-se de um dos dos programas de afiliados mais populares do mundo.

Com ele, você pode ganhar dinheiro com seu blog através da exibição de anúncios do Google. Quando um visitante clica em seu anúncio, você acumula um valor a ser recebido.

Há mais informações sobre ele nos artigos abaixo:

No entanto, trata-se de um programa bastante rígido: há regras que você deve seguir, informando o que você deve fazer e, especialmente, não fazer, para evitar que você seja banido do programa e seu site deixe de exibir os anúncios.

Estou escrevendo este artigo porque passei recentemente por um susto: os anúncios do AdSense deixaram de ser exibidos no Gerenciando Blog e recebi uma notificação do Google. Sem perceber, eu estava desrespeitando o regulamento! Felizmente, consegui recuperar minha conta graças ao apoio recebido no fórum do AdSense, especialmente dos usuário JRenato e Filipe Bezerra, a  quem agradeço mais uma vez!

Nos próximos itens, você verá dicas para evitar ser punido e tentar restabelecer sua conta.

1. Conheça em detalhes o regulamento do Google AdSense

Este é o primeiro e mais importante item de toda a lista: é essencial você ler detalhadamente o Regulamento do Google AdSense e segui-lo à risca. Fazer algo contra o regulamento é o que leva um site ou conta a ser banido do AdSense.

Por isso, se você desejar ingressar ou já utiliza o AdSense, invista um tempo lendo e entendendo o regulamento. Além das normas básicas (como nunca clicar em seus próprios anúncios e nunca solicitar ou sugerir que qualquer pessoa clique neles), há outras regras mais sutis que podem passar despercebidas por quem não o lê.

2. Se você receber uma notificação, entenda os motivos da punição

Quando você é punido pelo AdSense, você recebe um e-mail explicando o motivo da punição. Ele é semelhante ao abaixo:

 

Como recuperar sua conta do Google AdSense

Veja que nele são mostradas as informações importantes para você entender a infração e tomar ações necessárias:

 

  • Qual site foi afetado;
  • Um exemplo de página que levou à punição (e pode haver outras páginas com o mesmo problema);
  • Qual ação você deve tomar;
  • O status de sua conta – Se ela permanecer “ativa”, como no meu caso, significa que você não foi banido do AdSense, mas que os anúncios não estão sendo exibidos em um site. Se ela estiver “inativa”, a situação é mais crítica.
  • A explicação da violação – E aqui você deve prestar o máximo de atenção. Será explicado o que levou à sua punição. Haverá um ou mais links com explicações mais detalhadas sobre o caso.
  • Ação necessária – Aqui, haverá mais explicações sobre o que você deve fazer a respeito da infração.
  • Apelações – Você terá acesso a um link onde poderá dar informar as medidas que você tomou e solicitar que os anúncios voltem a ser exibidos. Antes de clicar no link para fazer a apelação, leia o próximo item.

 

3. Tome todas as ações necessárias antes de enviar sua apelação

Há, basicamente, três reações que você pode ter ao abrir o link para fazer sua apelação:

  • Perceber que o Google descobriu que você fez algo errado (como clicar nos próprios anúncios) e pedir desculpas, implorar por perdão e prometer que nunca mais fará isso;
  • Achar que o Google está errado e preencher uma apelação informando que não há nada de errado com o seu site;
  • Analisar detalhadamente a situação, tomar todas as ações de correção necessárias e enviar uma apelação fundamentada.

É óbvio que a primeira alternativa é a pior de todas. A propósito: se você foi acusado de cliques inválidos, dificilmente conseguirá ter sua conta de volta. É uma situação triste, mas é um erro que você nunca deveria ter cometido. Não adianta pensar em criar outra conta, pois o seu site também fica banido do programa.

A segunda opção foi o caminho que escolhi (e também não é a alternativa correta). Afinal, fui acusado de ter pouco conteúdo original nas páginas onde exibo o anúncio. Eu afirmei que todos os meus artigos são originais – e isso é verdade. Minha apelação simplesmente foi negada.

É claro que a terceira alternativa é a correta. Se o Google o puniu, há algum motivo para isso. Mesmo sem saber, você desrespeito alguma norma do programa. Por isso, antes de fazer a apelação, é hora de fazer uma análise criteriosa do seu site, fazer as alterações necessárias nele e só depois disso preencher a apelação. Fiz isso e consegui ter os anúncios de volta!

Como curiosidade (e também como alerta), seguem as situações que estava erradas no Gerenciando Blog e que precisei tomar ações:

  • Grande número de páginas plagiadas – Infelizmente, sou alvo frequente de plágio de meus artigos. Minha primeira ação foi localizar manualmente no Google as cópias que outros sites e blogs realizaram e denunciá-los, seguindo os procedimentos que mostro no artigo Como denunciar plágio ao Google. É um processo trabalho, mas que foi necessário

 

  • Exibição dos anúncios em páginas com pouco conteúdo – Meus anúncios eram exibidos antes em todas as páginas, tanto as de postagens quanto as estáticas. No entanto, minhas páginas como Contato, Cursos, Política de Privacidade e outras não oferecem conteúdo relevante ao leitor e não interessam aos anunciantes do Google. Por isso, removi os anúncios de todas as minhas páginas estáticas. Fiz isso com uma condicional do Blogger. Por segurança, também removi os anúncios da página que eles citaram na notificação como exemplo de pouco conteúdo original.

 

  • Existência de um anúncio abaixo do menu do meu blog – Este era um item que eu não percebi que ia contra o regulamento do Google. Mas, o fato do meu menu abrir um submenu que cobria parte do anúncio dava uma possibilidade de que o visitante clicasse no anúncio sem querer, quando o que ele queria era clicar no item do menu. Removi esse banner.

Após corrigir esses 3 itens, citei na apelação links para algumas páginas de onde removi os anúncios. Fiz um resumo breve de todas essas ações e enviei a apelação ao Google. Rapidamente os anúncios foram restabelecidos.

4. Conte com o apoio de outros usuários no Fórum do AdSense

O apoio dos outros usuários do Fórum do AdSense foi essencial para a solução do meu problema. Sem eles, eu provavelmente estaria bravo com o Google e me sentindo injustiçado com a situação – quando o errado era eu!

Por isso, se você não conseguiu enxergar onde está errando, gritar por socorro no fórum é uma ótima opção. Há usuários que conhecem profundamente o regulamento e podem ajudá-lo a abrir os olhos.

 

Conclusão

Espero que o meu testemunho possa ajudá-los tanto a evitar que situação similar aconteça com vocês quanto auxiliá-los a se recuperar se isso vier a ocorrer.

Mas, ressalto: nunca tente enganar o Google, bolando estratégias mirabolantes para receber cliques em seus anúncios. Seja qual for a ideia maravilhosa que você tiver, é bem provável que o Google vá descobri-la. Não vale a pena arriscar.

E você, já passou por situação similar a essa? Quer compartilhar sua experiência? Deixe um comentário!

Sobre o autor | Website

Apaixonada por comunicação. Formada em Jornalismo e blogueira por Hobbie. Atual responsável por este e vários outros blogs de Internet Marketing.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

44 Comentários

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.