SEO Diego Bini

Como configurar o Google Search Console no seu blog

Se você quer ver o seu blog crescer e conquistar mais tráfego orgânico, é hora de aprender como configurar o Google Search Console. Afinal, a ferramenta é muito útil para posicionar a sua página com destaque sem precisar anunciar no Google.

Com cerca de 100 bilhões de pesquisas mensais realizadas no buscador, é fato que existe um tráfego enorme disponível para acessar o seu site. No entanto, é preciso estar bem posicionado para receber esse público, crescer o seu blog ou utilizá-lo em uma estratégia de marketing.

Para isso, no entanto, é necessário saber como configurar o Google Search Console. Quer aprender? Então siga a leitura do artigo abaixo!

O que é o Google Search Console?

Antes de entendermos como configurar o Google Search Console no seu blog, precisamos entender o que é essa ferramenta em primeiro lugar. Afinal, não faz sentido colocá-lo no seu site se você não souber como utilizá-lo.

O Google Search Console é, na falta de um termo melhor, um dashboard de comando da sua estratégia de SEO. Trata-se de uma ferramenta gratuita do Google que monitora e revela todas as informações necessárias para estabelecer estratégias que melhorem posição das suas páginas no buscador.

Como as informações são diretas do Google, o conteúdo é confiável e permite que você possa melhorar os diversos aspectos do seu site para torná-lo cada vez mais recomendado e com cada vez mais acessos.

Quais as funções que ele realiza?

O Google Search Console apresenta uma série de funções e recursos para o dono de um site. Com essas ferramentas, é possível ter um panorama geral da situação de otimização da sua página e entender porque ela está no posicionamento em que está.

Com o Search Console, é possível saber como o Google está exibindo o seu conteúdo para os usuários. O SEO Title está atraente? A meta description aparece por inteira ou cortada? Isso ajuda a otimizar o conteúdo e trazer mais visitas!

Além disso, o Console oferece informações sobre as pesquisas dos usuários, indica como o Google está indexando e rastreando as páginas do site e permite que o utilizador faça uma auditoria completa em seu blog para obter os melhores resultados possíveis.

Como configurar o Google Search Console no seu blog?

Não há segredo em como configurar o Google Search Console no seu blog. O processo é rápido, fácil e gratuito, sendo realizado em poucos passos e com bastante segurança.

Em primeiro lugar, é necessário ter uma Conta Google para realizar o procedimento. Pode ser pelo Gmail padrão ou pelo G Suite, sem problemas.

 

Faça login na sua conta e acesse o site oficial do Google Search Console. Na página em questão, você terá duas opções: ou faz um registro de um domínio ou do prefixo de uma URL.

Por exemplo, suponha que você tenha um domínio chamado www.domíniodeexemplo.com.br e você quer usar o Google Search Console em todo o domínio e suas subpáginas. Nesse caso, você terá de selecionar a opção “Domínio”.

No entanto, imagine que o seu blog é anexado a uma plataforma de blogs e você quer gerenciar apenas ela. Por exemplo, a plataforma-mãe é a www.grupodeblogs.com.br, mas você quer acessar apenas os dados do www.grupodeblogs.com.br/blogdeexemplo, que é onde está o seu conteúdo. Nesse caso, você optará pela opção Prefixo do URL.

Dependendo da opção que você escolher, será necessário aplicar um dos métodos especificados pelo Google para a comprovação de propriedade daquele conteúdo.

No caso de querer verificar um domínio, você será obrigado a fazer uma verificação de DNS, que é feita diretamente no seu servidor.

Para isso, o Google disponibilizará um código que deverá ser colado na configuração DNS do seu servidor. Assim, o Google poderá acessar a informação e confirmar que, de fato, você é o proprietário do domínio em questão.

Já se você quiser configurar o Google Search Console apenas em um subdomínio, existem vários outros procedimentos a escolher. São eles:

  • TAG HTML: nesse método, você poderá apenas fazer o upload de uma metatag oferecida pelo Google para comprovar que o site é seu;
  • Google Analytics: usar a conta do Google Analytics para linkar com a do Search Console e confirmar a sua propriedade (muito usado em e-commerces ou plataformas como o Mercado Livre e o Elo7);
  • Gerenciador de Tags do Google: mesma coisa que o Analytics, você usa a sua conta do Gerenciador para comprovar a propriedade;
  • Upload de arquivo HTML: faz o upload do arquivo HTML do seu site para identificá-lo.

Pronto. Assim que você comprovar a propriedade do seu site, o Google Search Console apresentará todos os relatórios e dashboard do seu site, permitindo que você possa começar a traçar a sua estratégia de SEO com mais afinco e dedicação.

E aí, aprendeu como configurar o Google Search Console no seu blog? Fácil, não é mesmo? Agora a sua estratégia online ficará mais completa e eficiente.

Se você gostou da dica, deixe um comentário abaixo com a sua opinião sobre o Search Console!

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.