guest post Camila Fiori

Marketing pessoal nas redes sociais para profissionais de Marketing

As redes sociais exercem um grande poder sobre o mercado hoje em dia, sendo muito eficientes para divulgar serviços e produtos, compartilhar ideias e arrecadar parte do reconhecimento profissional.

Além disso, é por meio delas que você pode mostrar conhecimentos que adquirir em simpósios, cursos online, entre outros tipos de aulas.

Mas para você receber resultados interessantes com o marketing pessoal nesses sites é preciso tomar certas precauções, caso contrário, a experiência não será tão eficaz.

Selecionamos algumas dicas para você se dar bem nesse âmbito também. Acompanhe.

marketing pessoal nas mídias sociais

 

1 –  Defina a melhor mídia para você

Você sabe que há inúmeros sites de relacionamentos, cada um com um objetivo. No entanto, os principais deles: Facebook, Twitter, Instagram e LinkedIn podem ser utilizados para promover o seu marketing pessoal, basta descobrir qual é o que mais se encaixa em seu perfil e que pode lhe render bons frutos.

O LinkedIn, por exemplo, é uma excelente ferramenta na hora de construir um perfil corporativo, mas pode ser que ele não traga os mesmos resultados para todo mundo. Podemos citar o caso de um tatuador profissional.

Ele terá mais retorno se utilizar uma rede social que tenha como objetivo o compartilhamento de imagens, como o Instagram, para divulgar suas habilidades, as melhores tatuagens, seu estilo de desenho, e ainda receber o reconhecimento de seus clientes. Escolhendo a melhor mídia para o seu caso vai ajudar a promover o seu trabalho de modo mais assertivo.

 

 

2 – Seja seletivo

Melhor ter poucos amigos de qualidade do que muitos que não agregam em nada. Você já deve ter ouvido isso, não é mesmo? Quando o intuito é ser um mestre do marketing pessoal, uma das coisas a fazer é selecionar com quem você vai querer estabelecer contatos profissionais. Sair adicionando qualquer pessoa ou aceitando convites enviados até mesmo de quem você não conhece pode representar uma cilada. Prefira nivelar sua rede de relacionamentos, priorizando aqueles que possam trocar experiências, conhecimentos, valores, ideias, e muitas outras coisas.

 

3 – Prepare bons conteúdos

Ser reconhecido nas redes sociais também vai depender de sua movimentação nelas, ou seja, da sua capacidade de informar e influenciar outros profissionais que te seguem virtualmente. Há várias ideias para chamar a atenção de seu público com conteúdos interessantes e inovadores.

Você pode criar um blog ou um canal no Youtube, por exemplo. Só não se esqueça: tente manter o conteúdo publicado alinhadíssimo ao seu objetivo profissional.

É essencial também manter uma periodicidade em suas postagens para continuar arrecadando visualização e evitar que seu perfil caia no esquecimento.

 

4 – Cuidado com assuntos polêmicos

Um profissional com um marketing pessoal consolidado deve ser autêntico, como já falamos por aqui. Contudo, é preciso ter cautela com as informações e opiniões divulgadas nas mídias sociais, principalmente com aquelas que caracterizam você como um fanático em qualquer âmbito: esportes, política, religião, entre outros.

As empresas estão atentas ao que você publica em seu canal na web e isso pode ser um fator relevante para uma estagnação no emprego, uma não-contratação e até mesmo uma demissão, dependendo do caso.

Sobre o autor | Website

Apaixonada por comunicação. Formada em Jornalismo e blogueira por Hobbie. Atual responsável por este e vários outros blogs de Internet Marketing.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.