guest post Mônica Godinho

Planejamento Estratégico ou Gestão Estratégica: entenda as diferenças

Muitas empresas ficam confusas na hora de decidir entre planejamento estratégico ou gestão estratégica. Ambas são situações muito importantes em qualquer negócio, mas é preciso saber o momento certo de aplicar cada uma delas.

Planejamento estratégico

O planejamento estratégico é responsável por orientar as companhias nos processos de tomada de decisão, principalmente aqueles relacionados à distribuição de recursos em um período futuro.

Esse tipo de planejamento pode ser realizado por empresas de qualquer porte, desde grandes multinacionais a empresas pequenas de bairro. 

A ação é inclusive indicada muitas vezes como um elemento essencial do desenvolvimento da empresa.

Uma empresa de gestão patrimonial precisa entender para onde está se encaminhando se quiser ter uma boa estratégia de negócios.

Isso porque qualquer companhia que tem o desejo de crescer e se tornar competitiva no mercado precisa de organização e elaborar um plano de ações que encaminhe a empresa para seu objetivo final.

Sem o devido planejamento, é provável que a empresa se perca no meio do caminho e acabe gastando mais tempo do que o necessário em ações, muitas vezes sendo forçada a realizar novamente atividades e recuperar falhas no meio do caminho.

Esse tipo de problema normalmente acontece quando a empresa não consegue identificar sua própria cultura e seus valores, o que impede a gestão de identificar todo o potencial do negócio.

Dessa forma, a empresa também fica receosa de tentar estratégias mais ousadas e inovadoras, o que acaba deixando-a em uma situação de estagnação que não é benéfica e pode gerar resultados desastrosos a longo prazo.

Quando um especialista em paisagismo e jardinagem utiliza uma boa ferramenta de planejamento estratégico, ele saberá lidar com diversas adversidades e estará focado em conquistar o objetivo da empresa.

Por isso, é importante estudar e organizar o planejamento estratégico, garantindo assim um norte para se guiar, identificando:

  • Pontos fortes;
  • Fraquezas;
  • Talentos de sua equipe;
  • Potencial de crescimento.

Dessa forma, você acaba conquistando muito mais com uma estrutura reduzida, identificando os principais elementos de evolução para a empresa.

Gestão estratégica

Já a gestão estratégica lida com o conjunto de práticas definidas pelos gestores de uma companhia, identificando elementos internos e externos da empresa. 

Com isso, é possível determinar os principais objetivos de um empreendimento durante um período estipulado.

A gestão estratégica é muito comum em empresas de grande porte, mas atualmente muitas empresas menores têm sentido a necessidade de uma melhor estruturação, principalmente para aumentar o crescimento e conseguir separar um orçamento melhor para a empresa.

Uma empresa de instalação de fechadura eletrônica, por exemplo, precisa saber os melhores caminhos a tomar para conseguir bons resultados.

A base da gestão estratégica é identificar quais ações estão sendo tomadas pela empresa e quais são os resultados obtidos por estas ações. 

Nesse caso, você consegue indicar à equipe de gestão quais elementos precisam ser revistos.

Quanto mais você precisar de ajustes em sua empresa, mais decisões ficarão a cargo da equipe de gestão, principalmente para conseguir conquistar um bom espaço no mercado e sucesso comercial e financeiro.

O período determinado para a gestão estratégica fica a cargo do gestor, com prazos que costumam ser realizados em curto prazo para empresas menores, e em longo prazo para grandes multinacionais.

Isso porque uma empresa pequena tem um orçamento mais apertado para resolver esse tipo de situação, e por isso deve identificar mais rapidamente se as ações tomadas estão gerando algum tipo de resultado.

Dessa forma, você tem uma maior maleabilidade para conseguir identificar os principais pontos que precisam de ajustes em sua gestão. É importante estipular metas possíveis, para conseguir uma recuperação adequada.

Uma empresa de pulseira de identificação para festa precisa pensar na situação e no período do ano em que se encontra para estipular metas que seja capaz de conseguir.

Boa parte da gestão estratégica tem uma ligação direta com o planejamento estratégico. 

Isso porque o primeiro identifica os caminhos que serão tomados e como você pode iniciar sua jornada.

Já o segundo é a execução de fato das ações que levarão a empresa a seu objetivo final. 

Por isso, é importante trabalhar ambas as atividades em conjunto para saber o caminho que você precisa trilhar para conquistar um sucesso maior.

Diferenças entre gestão e planejamento

Para você conseguir identificar as principais diferenças entre as duas ações, e porque é necessário estar alinhado com as duas, é importante entender elementos que destoam entre as duas.

Se você trabalha com a produção de crachá de identificação, ambas as atividades podem ser muito benéficas para você.

O planejamento e a gestão estratégica são ferramentas complementares, mas devem ser realizadas de forma separada para que uma possa se integrar com a outra da forma correta, sem que haja qualquer tipo de falha de comunicação no futuro.

Controle de tempo

Uma das principais diferenças entre as duas ações é o tempo estipulado para cada uma delas.

 

O planejamento estratégico tende a ser uma elaboração de longo prazo, com objetivos futuros e um guia para que a empresa siga o caminho certo para o crescimento.

Já a gestão estratégica precisa unir as questões de curto, médio e longo prazo, identificando quais ações se encaixam melhor em cada período de tempo. 

Isso porque as atividades devem ser adequadas para você receber resultados positivos no processo.

Se você deseja se tornar o principal fornecedor de montagem de stands no mercado, precisará de tempo e de ações inteligentes para alcançar este objetivo.

Você pode utilizar o planejamento estratégico para definir um objetivo grandioso e de futuro, como se tornar líder no mercado em que atua. Nesse caso, você terá um longo caminho a percorrer.

Este caminho será pautado em ações de gestão estratégica, que identificará os principais pontos do processo para que você consiga um crescimento maior em sua empresa.

Análise de informações

Para conseguir realizar qualquer uma das operações, você precisa de uma série de dados que serão recolhidos ao longo das atividades da empresa e transformados em relatórios de atividades, ideal para você conseguir explorar melhor o andamento de sua companhia.

Para o planejamento estratégico, é possível utilizar algumas ferramentas clássicas de teoria da administração, como a Análise SWOT.

A análise SWOT ou FOFA, identifica quatro dos principais elementos da empresa: forças, oportunidades, fraquezas e ameaças.

Ainda no exemplo da montadora de stands, você pode oferecer um quiosque móvel que se identifica como uma oportunidade dentro da análise SWOT.

Assim, você tem uma visão mais geral da companhia, tanto de forma interna, com elementos que você consegue alterar e otimizar, quanto eventos externos que não dependem de sua estratégia, como eventos sazonais ou a alta do dólar, por exemplo.

Já na gestão estratégica são utilizados relatórios mais específicos, que identificam todas as informações fundamentais para um gestor identificar o que precisa ser ajustado no andamento da empresa para conseguir melhores resultados.

Um dos métodos mais comuns de avaliação da gestão estratégica é o modelo PDCA (Plan, Do, Act, Check). 

Esta ferramenta é acionada sempre que um problema for identificado em sua estratégia, e sua solução acaba aumentando a qualidade da gestão.

O processo do PDCA tem o único objetivo de resolver crises enquanto melhora as diretrizes da empresa e auxilia a gestão em estratégias mais rápidas e assertivas, que gerem menos custo para a empresa e evitem qualquer tipo de prejuízo.

Principais funções

Embora ambos se complementam perfeitamente, existe muita diferença entre as funções do planejamento estratégico e da gestão estratégica. 

No primeiro caso, a empresa precisa identificar e definir seus principais objetivos para o futuro.

Já a segunda tem como função criar ações afirmativas que auxiliem o processo de conquistar os objetivos do planejamento estratégico, por meio de metas que serão alcançadas para ir de encontro ao objetivo final.

Nesse ponto, o planejamento acaba sendo mais inflexível, uma vez que se trata de uma estratégia de longo prazo.

Já a gestão permite alterações táticas com muito mais facilidade, identificando se existe algum meio de melhorar o andamento do trabalho.

Para conseguir tomar decisões assertivas, um gestor precisa compreender todas as etapas de seu negócio e o que pode ser melhorado.

Uma empresa que produz kit café da manhã tem que levar em conta uma série de fatores para conseguir um bom resultado.

Existem diversas métricas que podem ser utilizadas quando falamos nesse tipo de situação, como a BSC (Balanced Score Card), que permite uma avaliação de como cada etapa do processo influencia os demais.

Os principais aliados da gestão estratégica são os KPIs (Key Performance indicator), métricas definidas pela própria gestão para avaliar todos os principais pontos do trabalho. 

Com os KPIs, é possível identificar se as ações estão de fato atendendo às expectativas.

Dessa forma, uma empresa é capaz de identificar se suas ações estratégicas estão funcionando corretamente ou se é necessário pensar em novos investimentos para esse tipo de situação.

Considerações finais

Existem diversas ações que são fundamentais na estrutura de uma empresa. 

Pensando nisso, é importante ter em mente o poder que as ferramentas de estratégia tem e seu impacto nos resultados de sua companhia.

Entender cada uma das funções e conseguir implementá-las envolve todo um cuidado de integração, o que é muito bom para qualquer empresa que deseja se tornar líder no mercado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.