loja virtual Diego Bini

Como revender semijoias pela internet

Revender semijoias pela internet tem sido uma das formas que algumas pessoas escolheram para aumentar sua renda nos últimos 10 anos e a cada ano que passa, a estratégia mostra que é eficiente e capaz de melhorar as condições de vida de muitas pessoas e famílias, mas porque revender semijoias é uma escolha tão comum?

Por que revender semijoias?

Um dos motivos que faz com que revender semijoias seja a escolha de negócio de tantas pessoas é o fato de que o investimento para iniciar é relativamente baixo, se comparado a outros tipos de empreendimentos.

Outro ponto é que não é preciso de muito espaço para armazenagem e estoque e transportar a mercadoria é muito fácil, o que possibilita que as vendas não aconteçam apenas pela internet, mas também na vizinhança, no trabalho, na faculdade, na igreja ou em qualquer outro ambiente frequentado pelo empreendedor ou empreendedora.

Por fim, mas não menos importante, é legal citar que quem trabalha com revenda de semijoias não tem tanto problema com trocas, que é o que pode acontecer com quem trabalha com outros itens de moda, como roupas e sapatos, afinal, seja um escapulário masculino ou uma pulseira feminina, a tendência é que o tamanho seja padrão e caiba em pessoas de qualquer altura ou porte físico.

Agora que falamos sobre os motivos, vamos falar um pouco sobre onde e como você pode realizar as vendas das semijoias.

Onde e como vender semijoias na internet?

Além das vendas que você pode realizar no Instagram (que é um dos canais mais interessantes para revender semijoias), você também pode divulga-las no Pinterest, no Youtube e no Facebook.

Sobre o Facebook, vale fazer um comentário adicional.

A maioria das pessoas que trabalha com vendas no Facebook se esquece de utilizar os grupos para divulgação.

Os grupos de vendas locais são poderosos canais de comunicação e alguns deles tem centenas de milhares de pessoas ativas. Vale muito à pena realizar a divulgação das semijoias nesses canais.

Em relação ao Youtube, é interessante falar que vídeos falando apenas sobre semijoias podem não ser o melhor caminho para realizar vendas. O ideal é fazer parcerias com influencers que se comuniquem com o público que você deseja alcançar.

Blogueiras, make-up artists, covers e pessoas que possam utilizar suas semijoias durante seus vídeos e façam uma pequena menção ao seu contato ou redes sociais podem ser mais produtivos comercialmente do que vídeos que só falem de vendas.

 

Além das mídias sociais, é importante salientar que existem diversos marketplaces em que você pode anunciar seus produtos pagando uma comissão pela utilização do espaço e divulgação.

Entre os mais conhecidos estão:

  • Mercado Livre
  • Shoppe
  • Elo7
  • Dafiti
  • Zatinni

E ainda tem outros como o Magalu, Americanas e Extra.com, mas esses, apesar do grande tráfego, não são os melhores canais de vendas para semijoias e outros acessórios de moda.

Por último, mas não menos importante, é imprescindível criar seu site, se você quiser se profissionalizar no negócio de revenda de semijoias, afinal, um site é como uma loja, é um ponto fixo onde seus clientes podem te encontrar, encontrar seus produtos e onde podem retornar para resolver problemas, caso tenham.

Há muitos negócios que se consolidam nas redes sociais e não possuem e-commerce. Essa é uma estratégia bastante arriscada visto que as regras nas redes sociais mudam o tempo todo.

Quem não se lembra do falecido Orkut? Na época, ninguém imaginava que ele poderia ser substituído pelo Facebook, mas foi e não foi o único… houve um tempo em que a blogosfera, composta essencialmente por blogspots era tão importante para o mundo da moda quanto o Instagram é hoje, então, não dá para confiar toda uma estratégia a canais que não são de sua propriedade.

Criar um site para revender semijoias

Esse assunto merece uma página inteira de conteúdo, mas vamos fazer um resumo sobre algumas coisas importantes para a tomada de decisão de criar um site:

Escolha uma plataforma rápida e faça alguns testes de velocidade em ferramentas como o Gtmetrix e o Page Speed Insights antes de contratar algum plano, afinal, ninguém gosta de navegar em um site lento.

Faça as contas de quanto você precisa faturar para pagar a mensalidade da plataforma e veja se realmente é viável a contratação de um plano ou outro, existem muitas plataformas no mercado e pesquisar é essencial.

Experimente navegar em outros sites construídos pela mesma empresa fornecedora da criação de lojas virtuais e teste a navegação no seu celular, assim você consegue ter uma ideia da experiência de navegação antes de realizar a contratação.

Conclusão

O assunto de revenda de semijoias, assim como outros produtos, é extenso e pode ser acordado por diversos caminhos, mas se você levar em conta alguns dos pontos abordados nessa matéria, certamente já terá uma base de como começar suas vendas ou melhorar seus resultados.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.