Uncategorized Mônica Candido

Quais são os riscos de se fazer uma cirurgia plástica?

Quais são os riscos de se fazer uma cirurgia plástica? Com certeza, essa é uma pergunta comum para aqueles que por algum motivo desejam se submeter a esse procedimento. Com o objetivo de te ajudar a ter esse questionamento respondido é que preparamos esse material.

Continue lendo até o final, pois vamos trazer nos tópicos abaixo informações importantes sobre os riscos de se fazer uma cirurgia plástica.

Brasil está em segundo lugar no ranking de países que mais fazem cirurgias plásticas

No ranking dos países que mais fazem cirurgia plástica, o Brasil ocupa o segundo lugar. Isso se deve tanto ao poder aquisitivo das pessoas que com o passar dos anos foi crescendo como também ao desejo pelo corpo ideal e pela rejeição de características pessoais que não são consideradas como o padrão de beleza.

Tromboses, perda de sensibilidade e hemorragias são alguns dos riscos de se fazer uma cirurgia plástica

Apesar desse desejo, há riscos de se fazer uma cirurgia plástica. Por isso, antes mesmo de qualquer coisa, o paciente precisa conversar com o profissional que atua na clínica de cirurgia plástica escolhida, para saber que ele está sujeito a problemas como: tromboses, perda de sensibilidade no local e hemorragias.

Além dos problemas já mencionados, as complicações durante o procedimento cirúrgico podem começar no momento em que o paciente recebe a anestesia. Conforme o tempo passa, o problema pode evoluir resultando em situações mais graves como pneumonia, trombose, alergia e resultar até na morte da pessoa.

Os pacientes que sofrem com doença cardiovascular, hipertensão e diabetes estão mais sujeitas a apresentar problemas como acidente vascular cerebral, pneumonia, ataque cardíaco ou trombose.

Aqueles que querem fazer a cirurgia plástica, mas são fumantes devem saber que os riscos de se fazer uma cirurgia plástica aumentam e o processo de cicatrização sofre interferência em razão do cigarro.

 

Idade aumenta os riscos de se fazer uma cirurgia plástica

Quanto mais idade se tem, maior são os riscos de se fazer uma cirurgia plástica. Isso porque quanto mais velho o paciente é, as chances do corpo não reagir como o esperado são bem grandes. Por isso, o recomendável é que ela passe por uma bateria de exames a fim de evitar esses problemas.

A pessoa de mais idade pode sofrer com o tromboembolismo pulmonar que costuma ser fatal. Esse problema acontece quando chegam ao pulmão os coágulos sanguíneos.

Toda cirurgia plástica apresenta riscos de se fazer uma cirurgia plástica

A pessoa que deseja fazer uma cirurgia plástica precisa ter em mente que cada um dos procedimentos apresenta os seus riscos. Dessa maneira, é preciso ter certeza que durante a cirurgia será usado material hospitalar descartável e que todos os exames pré-operatórios foram realizados a fim de afastar os riscos de se fazer uma cirurgia plástica.

Em cirurgias que exigem pontos, o local pode infeccionar, queloides podem se formar , os pontos podem romper ou a cicatrização não acontecer a contento. Em casos de cirurgias da mama, pode ocorrer a rejeição da prótese.

Infelizmente, os riscos de se fazer uma cirurgia plástica existem. Desta maneira, o melhor é buscar ajuda especializada em uma clínica de medicina do trabalho antes de partir para o procedimento, pois isso vai ajudar a descartar problemas. 

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.