Blogger Danilo

6,9% dos brasileiros possuem diabetes e podem ficar cegos. O que fazer?

A diabetes é a maior causa de cegueira em pessoas entre 20 e 60 anos, cerca de 40% dos diabéticos no país já apresentam algum tipo de alteração oftalmológica. Entenda qual é a relação entre a cegueira e a diabetes e aprenda como agir caso sinta alterações na visão 

A Diabetes é uma das doenças crônicas que mais cometem pessoas no mundo, estima-se que atualmente há 463 milhões de pessoas diabéticas no mundo.

No Brasil, dados da Sociedade Brasileira de Diabetes apontam que 6,9% dos brasileiros têm diabetes, ou seja, cerca de 14 milhões de brasileiros convivem com a doença. Isso coloca o país como o quarto com maior número absolutos de casos no mundo. 

A doença tornou-se tão comum que passou a ser banalizada. Contudo, um estudo divulgado pela  Comissão sobre Diabetes do periódico The Lancet demonstra que em 2019 cerca de 4,2 milhões de pessoas morreram em decorrência de complicações causadas pela doença.

O mesmo estudo aponta que a diabetes pode diminuir a expectativa de vida de um indivíduo de meia idade em 4 ou 10 anos. Dentre as complicações mais comuns da doença, a perda total ou parcial da visão é uma das mais sérias e a que mais gera medo nos diabéticos. 

Diabetes e perda da visão

Antes de entender a relação entre a diabetes e a perda de visão, é importante compreender o que é a doença em si. 

A doença é resultado da falta de produção do hormônio insulina pelo pâncreas. A insulina tem um papel fundamental: o controle da glicose no sangue. Quando esse hormônio não é produzido, ou é produzido em doses insuficientes, há um aumento no nível de açúcar no sangue.  

As taxas elevadas de glicose no sangue podem causar lesões nos vasos sanguíneos da retina. Em casos mais avançados, essas lesões darão origem a pequenas hemorragias na região que podem levar ao acúmulo de líquido, afetando a visão. 

Se essas lesões forem descobertas em estágio inicial, é possível reverter o quadro apenas com o controle da glicemia. Por isso, é fundamental se consultar com o oftalmologista regularmente, de preferência anualmente. 

A diabetes é a maior causa de cegueira em pessoas entre 20 e 60 anos. A Sociedade Brasileira de Diabetes afirma em estudo que 40% dos diabéticos no país já apresentam algum tipo de alteração oftalmológica. 

 

3 principais complicações oftalmológicas causadas pela diabetes 

    • Retinopatia diabética: trata-se do vazamento de fluido na retina causado pelo rompimento de vasos sanguíneos. Essa complicação pode provocar hemorragia, descolamento da retina e formação de membranas opacas da íris. Casos mais graves podem levar à perda parcial da visão e cegueira. 
    • Glaucoma: a doença é causada pelo aumento da pressão intraocular que pode levar à cegueira caso o nervo ótico seja danificado. A diabetes é um fator de risco que aumenta em 40% a chance de se desenvolver a doença. 
  • Catarata: Condição em que o cristalino, lente clara do olho, fica opaca. A opacidade acaba bloqueando a entrada de luz e deixa a visão embaçada. Diabéticos dão 60% mais suscetíveis a desenvolver catarata. 

Sintomas e tratamentos

Para evitar a detecção de problemas na visão em estados avançados é importante ficar atento aos primeiros sintomas. Procure um oftalmologista caso sinta os sintomas abaixo: 

  • Dor nos olhos;
  • Visão embaçada ou distorcida;
  • Olhos vermelhos frequentemente;
  • Pontos ou manchas flutuantes no campo de visão;
  • Visão que transita entre borrada e clara;
  • Inchaço do olho;
  • Pressão nos olhos;
  • Visão noturna danificada;
  • Dificuldade em distinguir cores;

Se descobertas nos estágios iniciais, essas doenças são tratadas facilmente. A cirurgia de catarata, por exemplo, é um procedimento simples, rápido e seguro. Contudo, o melhor caminho ainda é adotar um estilo de vida saudável. 

No caso da Retinopatia diabética, o tratamento é feito pelo controle da glicemia, por meio da adoção de uma dieta equilibrada. Já o glaucoma é um pouco mais complexo, demandando o uso de medicamentos. 

Em casos graves, uma intervenção cirúrgica pode ser necessária. Atualmente, as cirurgias oftalmológicas podem ser feitas a laser, o que diminui o risco e as torna mais efetivas. 

Além disso, manter um acompanhamento médico frequente reduz consideravelmente o risco de desenvolvimento de problemas oftalmológicos causados pela diabetes. 

A Organização Mundial da Saúde calcula que cerca de 80% dos casos de cegueira no mundo poderiam ser evitados com um diagnóstico médico precoce e um tratamento adequado.  

Agora que você conhece os riscos que a diabetes oferece a sua visão, que tal marcar uma consulta com seu médico oftalmologista para checar se seus olhos estão saudáveis? 

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.