guest post Henrique

Conheça as vantagens do Ômega 3 para a pele

O Ômega 3 pode fazer maravilhas para a saúde e o visual da cútis. Conheça os detalhes e comece a consumi-lo desde já!

Quem é vaidoso certamente vive apostando em itens de higiene e perfumaria ou tratamentos estéticos para obter uma pele mais jovem e saudável. E se nós te contarmos que um dos truques mais básicos e eficientes para preservar a cútis está na alimentação? Isso mesmo! 

Ao seguir uma dieta nutritiva e balanceada, você conseguirá absorver todos os componentes imprescindíveis para o bom funcionamento do organismo e, consequentemente, do tecido cutâneo. Aliás, um dos itens que não devem ficar de fora é o chamado ácido graxo, popularmente conhecido como Ômega 3. 

Diante disso, queremos te ajudar a conquistar os melhores resultados para o seu visual. Neste artigo, explicaremos tudo sobre essa substância e sua atuação no corpo humano. Para saber mais, acompanhe a leitura e se atualize!

Afinal, o que é Ômega 3?

Inicialmente, que tal entender um pouco a respeito do Ômega 3? Em resumo, podemos dizer que o componente consiste em uma espécie de gordura boa, com alta ação anti-inflamatória e que, quando ingerida adequadamente, pode ajudar a controlar os índices de glicemia e colesterol no sangue. 

Fora isso, a substância ajuda a prevenir uma série de complicações, entre elas as doenças cerebrais e as cardiovasculares. Outro fato curioso é que existem três tipos de Ômega 3, sendo eles: 

  • o ácido docosahexaenoico (DHA); 
  • o ácido eicosapentaenoico (EPA); 
  • o ácido alfa-linolênico (ALA). 

Todos podem ser encontrados em diferentes alimentos, especialmente em sementes de linhaça e chia, bem como em peixes de água salgada. É o caso da sardinha, do atum e do salmão.

Quais os benefícios do Ômega 3 para a pele?

Acima, falamos brevemente das vantagens que o Ômega 3 oferece ao organismo. No entanto, além das questões citadas, esse componente também consegue fazer milagres na pele e, com o tempo, é capaz de se tornar um grande aliado da beleza. A seguir, te contamos quais são esses diferenciais.

 

Proteção solar

Por apresentar um elevado poder anti-inflamatório, o Ômega 3 se tornou um excelente componente para proteger a pele contra os danos causados pelo sol. Ao ingerir as quantidades adequadas,ou realizar a suplementação de EPA e DHA, o indivíduo consegue diminuir a sensibilidade aos raios ultravioletas, apresentando maior resistência e reduzindo as chances de desenvolver câncer de pele.

De todo modo, não se engane: mesmo com esse nutriente no organismo, o uso do protetor solar é indispensável, bem como de outros acessórios próprios para proteger a face do sol. Óculos escuros e boné estão nessa lista.

Menos vermelhidão e acne

Quer conhecer outro diferencial do Ômega 3? O componente colabora significativamente para a redução do aspecto avermelhado da pele, além da formação de rugas e da perda do tônus. Isso ocorre por conta de sua capacidade de reabastecer os lipídios na derme. 

E tem mais! Tais ácidos graxos também conseguem atuar como um tipo de hidratante natural, fazendo com que toda a cútis tenha um visual revitalizado, longe de ressecamentos ou até mesmo coceiras causadas por complicações dermatológicas, como a psoríase e a dermatite. 

Como vimos ao longo do texto, o Ômega 3 pode oferecer inúmeros benefícios não apenas para a pele, mas para a saúde em geral. Agora que você já está por dentro, aproveite para investir em uma alimentação rica nessa substância. 

Lembre-se: se possível, considere ainda realizar o acompanhamento com um médico ou nutricionista. Assim, será mais fácil identificar as fontes nutritivas ideais para o seu bem-estar.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.