guest post Gustavo

Conheça algumas manobras do freestyle motocross

O esporte é um dos mais conhecidos do mundo; que tal aprender algumas manobras para aprender mais sobre a modalidade? Confira o texto!

Todo mundo já sabe que o motocross, ou também conhecido como FMX, é um dos esportes mais conhecidos do mundo. Mas se tem uma coisa que surpreende mesmo os amantes deste esporte é a sua quantidade de manobras. Assim como ocorre no skate, por exemplo, a modalidade conta com diversos movimentos.

Mesmo com a grande quantidade de manobras que existem, não podemos esquecer o quanto esse esporte pode ser perigoso e que o equipamento para os pilotos precisa ser o melhor. Proteção sempre em primeiro lugar, principalmente em um esporte com uma quantidade elevada de saltos e acrobacias.

Neste conteúdo, vamos falar um pouco sobre as manobras mais importantes do motocross freestyle. De fato, essa é uma das características que deixam as pessoas cada vez mais encantadas por esse esporte, e entender um pouco mais sobre ele é de certa forma, apaixonar-se ainda mais.

Scorpion

O nome da manobra já diz quase tudo. O objetivo principal dessa manobra é inclinar o corpo para frente e com os calcanhares acima da cabeça; o movimento é chamado dessa forma pois se assemelha a um escorpião. 

Nesta manobra, o ponto de apoio principal é apenas o guidão para que o piloto possa fazer o giro para cima. Além disso, o scorpion é uma variação de outra manobra, chamada de heart attack.

Backflip

Essa é uma das manobras com mais impacto na carreira de qualquer atleta de motocross freestyle, pois ela ajudou a mudar toda a dinâmica do esporte no âmbito mundial. Isso ocorreu por conta dos perigos que esse movimento pode trazer ao piloto, colocando sua vida em risco.

O piloto dá um salto mortal para trás com a sua moto, executando a manobra na pista. Falando dessa maneira até parece algo simples, mas não é. O seu grau de dificuldade é um dos maiores dentre as diversas manobras.

 

Superman

A manobra foi criada pelo norte-americano Jeremy McGrath, um dos fundadores do motocross estilo livre, e serve até hoje como base para diversas variações no esporte. Esse movimento consiste em fazer a pose clássica do herói dos quadrinhos Superman quando está voando, o corpo todo para trás e as mãos no guidão fazendo a posição.

Algumas das manobras do esporte sempre servem como base para a criação de outras. Uma das variações é o Superman Seat Grab, que consiste em, além de esticar o corpo para trás, posicionar uma das mãos na lateral da moto, aumentando o seu nível de dificuldade.

Oxecutener

Neste movimento, o piloto segura um dos seus pés em uma posição que é uma variação da manobra scorpion. Porém, a outra mão não usa o guidão como um ponto de apoio, mas sim o assento da moto, aumentando o grau de dificuldade da manobra. A complexidade ocorre principalmente por conta do ponto de apoio principal.

O nome da manobra é uma homenagem ao piloto que a inventou: o norte-americano Jeff Kargola, também conhecido como Ox, que faleceu em abril de 2015 durante uma competição de motocross em Baja Califórnia, no México.

Christ Air

Essa é uma manobra onde o piloto “segura” a moto com os pés apoiados no guidão, ficando totalmente ereto. Algumas pessoas dizem que essa manobra é gêmea de uma outra chamada Cliffhanger, porém, a diferença entre as duas fica por conta da extensão do corpo.

Na primeira manobra, o Christ Air, para que a manobra seja executada de maneira perfeita, o piloto precisa se esticar ao máximo. Já no Cliffhanger isso não é uma exigência. 

Existem muito mais manobras e variações que vieram de movimentos principais, mas conhecer algumas já é o primeiro passo para aprender mais sobre esse esporte. Quem gosta das duas rodas sempre vai querer saber mais sobre a modalidade.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.