guest post Gustavo

Estou com muita dor nas costas, o que pode ser?

As causas dos incômodos na coluna são variadas e muitas estão relacionadas aos maus hábitos. Entenda e veja o que fazer para evitar

Conviver com dor na coluna é algo incômodo e que pode atrapalhar diversas atividades do dia a dia. O problema pode acometer pessoas de qualquer idade e tem causas variadas, sendo que muitas delas estão relacionadas aos maus hábitos de saúde ou falta de atenção com a postura. 

Você sabia, por exemplo, que um colchão e um travesseiro de qualidade fazem toda a diferença na saúde da coluna? Evitar as dores nas costas exige alguns cuidados essenciais. Acompanhe as principais causas e como evitá-los abaixo!

Dor nas costas: as principais razões

A dor na região da coluna pode ter diferentes motivos, desde maus hábitos que podem ser melhorados na rotina até casos mais sérios. Por isso, se o incômodo demorar a passar, é sempre indicado buscar ajuda médica. Confira as principais causas de dores nas costas:

1. Postura incorreta

Manter a postura correta é um desafio para muitas pessoas e o mau hábito pode trazer inúmeros problemas para a saúde no geral, como tensão muscular e torção de nervos, que geram as dores por toda a coluna, mas principalmente na região próxima ao pescoço.

Estar atento à postura durante o dia é essencial para evitar esses incômodos e problemas mais graves, como hérnia de disco e outras doenças que atingem a coluna. Exercícios de alongamento em intervalos durante o dia podem ajudar a manter o corpo com a postura correta.

2. Sedentarismo

Ter uma rotina de exercícios físicos é um dos pilares da boa saúde e isso inclui evitar dores pelo corpo. Ao sair do sedentarismo, o corpo ganha mais força e resistência, o que contribui para a melhora da postura e evita lesões musculares durante os movimentos do dia a dia. Assim, as chances de sofrer com dores na coluna diminuem. 

Vale lembrar que o ideal é realizar exercícios adequados para sua realidade e condição física, não sobrecarregando músculos ou outra parte do corpo. Por isso, para quem já sofre com dores na coluna, o mais indicado é buscar auxílio de um profissional e falar sobre os incômodos para que o treino ajude a melhorar o quadro. 

 

3. Colchão e travesseiros inadequados

A qualidade do colchão e do travesseiro tem grande efeito para a saúde da coluna, sendo uma das principais razões das dores na região. Um colchão de qualidade, escolhido de acordo com o peso e altura do indivíduo e com acabamento ideal (considerando molas, espuma e revestimento), é o que garante uma boa noite de sono e a posição correta da coluna durante a noite. 

Os travesseiros também precisam estar na altura correta do pescoço para evitar dores na região. Além disso, também existem outros modelos, como os que encaixam entre as pernas, para garantir uma posição mais ereta e confortável para a coluna durante o sono.

4. Lesão muscular

Tanto má postura quanto exercícios físicos feitos da maneira errada podem causar lesões nos músculos e nervos da coluna. Por isso, quem tem propensão ao problema precisa fazer acompanhamento com profissionais na hora de se exercitar e suspender o treino em caso de dores duradouras. 

Se o problema é frequente, também vale a pena procurar ajuda médica de um ortopedista para entender as razões dessas lesões, que podem ser algo mais sério, como uma hérnia de disco ou escoliose. 

5. Hérnia de disco e outros problemas de saúde

A hérnia de disco é um dos problemas de saúde mais comuns que existem e casos graves causam dor e desconforto na região lombar, mas também podem surgir perto do pescoço. O problema é mais comum em idosos e exige tratamento com fortalecimento e medicamentos. 

Outra questão bastante comum que pode gerar dor é a escoliose, que ocorre quando a coluna apresenta uma inclinação que força vértebras e discos da coluna, causando o desconforto. O tratamento varia de acordo com a gravidade do caso, sendo importante ir ao ortopedista para fazer a avaliação.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.