guest post Mônica Candido

Como elaborar uma boa avaliação de desempenho? – Confira 5 dicas para o processo de avaliação!

Como elaborar uma boa avaliação de desempenho? Quais são os critérios que devem ser levados em conta na hora de montar uma avalição que possa medir o desempenho de seus funcionários, para compreender o que precisa ser melhorado, o que está dentro do esperado e o que está acima da média?

Neste conteúdo, vamos nos ater a dicas para a realização de uma ótima avaliação de desempenho de RH para sua empresa, seja ela pequena, de médio ou então de grande porte, com muitos colaboradores, além de mencionarmos uma dica sobre a frequência dessa avaliação. Portanto, leia conosco e descubra como elaborar uma boa avaliação de desempenho, vamos lá!

Motivos para realizar uma avaliação de desempenho de RH mensalmente

Quer você tenha um ou 500 funcionários, deve conduzir avaliações de desempenho de sua empresa. Recomendamos enfaticamente que você conclua uma avaliação de desempenho de seus funcionários mensalmente.

Sabemos que os proprietários de pequenas empresas não têm tempo extra. Também sabemos que você provavelmente revirou os olhos ao pensar em fazer o processo de avaliação de desempenho de sua pequena empresa 12 vezes em um ano. Mas há cinco motivos pelos quais achamos que todas as empresas precisam fazer avaliações de desempenho mensalmente. Veja quais são eles:

  1. Retenção de funcionários

A retenção de funcionários é o principal motivo pelo qual devemos realizar avaliações a cada seis meses. Mais de uma vez, é possível descobrir problemas pessoais de um funcionário quanto à empresa conseguir consertá-los. Dessa forma, ao entender seu funcionário mensalmente, o que ele está fazendo e de que forma pode melhorar seu relacionamento e desempenho, é possível reduzir a rotatividade de colaboradores, ou seja, o índice de turnover.

  1. Aumento de salário

Algumas pessoas dizem que as classificações de desempenho dos funcionários devem ser separadas da conversa sobre dinheiro, porém, o dinheiro é a razão pela qual as pessoas vêm trabalhar e é um grande motivador.

Ter avaliações de desempenho mensais dá a oportunidade de dar pequenas recompensas por alto desempenho, mas com mais frequência. É claro, não queremos dizer que você deve dar aumentos mensais para seus funcionários, mas estipular períodos mais espaçados para oferecer recompensas, mesmo que pequenas, é interessante para deixar seus colaboradores ainda mais engajados a cumprirem seus deveres, e, se for o caso, baterem suas metas pessoais e de grupo.

  1. Documentação formal

Às vezes é necessário despedir alguém. Mas, para fazer isso, é melhor ter uma boa documentação. Fazer avaliações de desempenho mensalmente oferece a oportunidade de documentar os problemas com maior frequência.

Se houver alguma dúvida sobre o motivo da demissão de um funcionário, você pode mostrar uma documentação com os feedbacks anotados, as possíveis reclamações que não foram passíveis de solução e aquelas que não compactuam com o que o próprio gestor está buscando em um colaborador.

  1. Reconhecimento de talentos

As revisões mensais são uma oportunidade para identificar e promover as habilidades não desenvolvidas e o potencial dos funcionários. O processo de avaliação de desempenho empresarial ajuda a identificar o verdadeiro potencial de alguns funcionários iniciantes, que podem ser promovidos a outros cargos que exigem maior responsabilidade, ou então uma competência específica que o mesmo desempenha melhor do que qualquer outro no seu grupo.

  1. Reforço positivo

Lembre-se de que seus funcionários são pessoas. A maioria das pessoas deseja fazer um bom trabalho e evitar problemas. Um sistema de classificação frequente incentiva os funcionários a serem consistentes e os ajuda a fazer o melhor. O reforço positivo é uma das formas de organizar e elencar essa classificação.

Como elaborar uma boa avaliação de desempenho?

Afinal, como elaborar uma avaliação de desempenho? Para ajudar a resolver o problema de quem não sabe por onde começar, trouxemos algumas dicas simples de avaliação de desempenho para otimizar seu tempo.

 

Quando se trata de entender como elaborar uma boa avaliação de desempenho, há muitas etapas que você pode seguir para preparar, conduzir e fazer o acompanhamento. Aqui estão as nossas cinco dicas para simplificar seu processo, leia:

  1. Funcionários avaliam a si próprios

Antes de avaliar seus funcionários, peça que se avaliem. Use uma escala simples como sistema de notas (1 a 10). Os funcionários devem se avaliar em áreas como gerenciamento de tempo, cooperação, atitude, esforço extra, confiabilidade, habilidades de trabalho, conhecimento técnico, qualidade do trabalho, quantidade de trabalho, realizações, etc. Dê aos funcionários espaço para deixar comentários. Algumas pessoas escrevem textos mais longos, enquanto outros rabiscam um rápido “Ok” ou um “Está bom para mim”.

  1. Adicione suas avaliações

Agora, avalie seus funcionários nas mesmas áreas. Depois de adicionar suas avaliações, pode comparar o que pensa com o que os funcionários pensam sobre si mesmos. Dessa forma, podemos ver se há uma possível desconexão entre como você acha que um funcionário está se comportando e como ele pensa que está se saindo. Isso é muito esclarecedor.

Pessoas com baixo desempenho costumam se classificar muito bem, o que ilustra a desconexão entre como elas pensam que estão se saindo e a realidade de como estão realmente se saindo.

  1. Discuta a revisão cara a cara

A etapa mais importante e demorada de como elaborar uma boa avaliação de desempenho é se sentar com os funcionários. Antes de trazer seus funcionários ao seu escritório para revisão, faça uma rápida atualização (por exemplo, seus formulários de avaliação de desempenho, informações de frequência, anotações, etc.). Elimine distrações e interrupções externas (por exemplo, ligações, visitantes, e-mails).

  1. Os formulários de avaliação devem ser arquivados eletronicamente

Por fim, digitalize uma cópia da avaliação de desempenho de cada funcionário e faça um upload para o registro do funcionário em seu software de RH online. Mantenha as avaliações em arquivo para obter a documentação completa do desempenho de cada funcionário ao longo do tempo, e até mesmo para poder usá-la, como no caso da demissão que mencionamos anteriormente.

5 principais tipos de avaliação de desempenho de um colaborador

1. Avaliação por objetivos

Conforme o próprio nome já indica, aqui o colaborador deve ser analisado de forma mais detalhada. A avaliação é realizada com base na correlação e análise entre metas pré-estipuladas no planejamento estratégico do RH e o que foi alcançado dentro dos prazos combinados.

2. Avaliação por competência

Atualmente, trata-se de uma dos modelos de avaliação e análise de desempenho mais utilizados, devido às habilidades de um funcionário e seu comportamento dentro da empresa com seu grupo serem levados em conta na hora da análise de desempenho de suas tarefas.

3. Avaliação atrelada a custos

Você já parou para pensar – e, obviamente, analisar – qual é o custo-benefício de um colaborador específico de sua empresa? Será que o salário que o mesmo recebe mensalmente é vantajoso o suficiente para a empresa quando são analisados os resultados do mesmo? Caso tenha ficado curioso, esse método de análise de desempenho é chamado de avaliação atrelada a custo e vale a pena ser colocado em prática.

4. Avaliação por incidentes críticos

Lembra-se de quando mencionamos a importância de realizar avaliações mensais e anotar tudo aquilo que se achar necessário e de valor? Aqui esses detalhes entram em cena: esse tipo de avaliação é baseada no histórico de feedbacks analisados pelo gestor em relação ao trabalhador, envolvendo tanto os maus como os bons comportamentos e resultados ao longo do período específico.

5. Avaliação por distribuição forçada

Por último, temos a análise de desempenho mais categórica da lista, onde o desempenho de um funcionário é definido por apenas um termo, como: “excelente”, “satisfatório”, “mediano”, “insatisfatório” e “bastante insatisfatório”.

Saber como elaborar uma boa avaliação de desempenho não é complicado, apenas envolve maior organização por parte do gestor para que tenha tudo em mãos e possa analisar todos os aspectos de um funcionário de diversos parâmetros, tanto aos próprios olhos quanto aos olhos do mesmo. Até a próxima!

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.