guest post Gustavo

4 dicas para não se perder do seu filho na praia

Veja algumas dicas simples e eficientes para evitar essa experiência, que pode ser traumática para a criança e para os adultos.

O verão chega e, com ele, a expectativa de curtir as férias com as crianças. Contudo, ele também traz uma preocupação bastante conhecida pelos pais: o receio de perder seus filhos nas praias. 

Entre 18 de dezembro de 2021 e 02 de janeiro de 2022, somente nas praias de Santa Catarina, o Corpo de Bombeiros local registrou um grande aumento do número de ocorrências de crianças perdidas (de 250 para 639) em relação ao ano anterior.

Com praias mais lotadas, principalmente nessa época do ano, é preciso estar atento não apenas nos ambientes naturais, mas também em resort com espaço kids. Veja algumas dicas básicas para evitar essa experiência.

Pulseiras

Uma medida simples e eficaz, adotada inclusive por corpos de bombeiros de diferentes estados brasileiros, é disponibilizar pulseiras de identificação com o nome da criança e do responsável, bem como um número de telefone.

Isso agiliza muito a localização da criança pelo responsável. Por isso, assim que chegar à praia, dirija-se imediatamente a um corpo de bombeiros para pegar uma para cada criança que está com você. Além disso, oriente cada uma delas a buscar o posto do corpo de bombeiros caso se perca na praia.

Ponto de encontro

Outra dica simples é combinar com a criança e alguns adultos que estão passeando na praia um ponto de encontro caso ela tenha dificuldades para identificar a família na faixa de areia.

Escolha um lugar seguro, bem iluminado e movimentado, de preferência perto do posto do salva vidas ou de algum posto policial. Além disso, é bom que esse local seja bastante chamativo, para que a criança o identifique facilmente. Barracas coloridas e cartazes podem ajudar. 

 

Roupas coloridas

Outra boa dica é vestir a criança com roupas coloridas e diferentes, para que ela possa ser identificada mais facilmente. Que tal apostar em cores neon, que se destacam facilmente e ainda deixam a criança com um visual estiloso?

Isso também é válido para os adultos e para as cores da barraca. Se possível, prefira aquelas com desenhos diferentes daqueles comumente vistos.

Criança acompanhada

A regra de ouro para não perder as crianças é não deixá-las sozinhas por muito tempo e sempre acompanhá-las quando elas desejarem se banhar no mar. Um minuto é suficiente para que a criança vá para regiões mais fundas e se coloque em risco de afogamento.

O ideal é que os adultos se revezem para acompanhar a criança. Se ela quiser brincar na área, pelo menos um adulto deve acompanhá-la, para evitar que ela vá para outros lugares sem avisar ninguém para buscar um sorvete ou ao ver um brinquedo em uma barraca móvel, por exemplo.

Ao chegar na praia, busque postos de salva-vidas ou corpo de bombeiros. Apresente a criança a algumas pessoas que trabalham ali e a oriente a buscar este local e essas pessoas caso se perca. Lembre-a de não sair da praia acompanhada por pessoas estranhas.

Ao ficar em resorts com espaços infantis, esses cuidados devem ser mantidos. Em vez de salva-vidas e bombeiros, apresente para a criança os funcionários do resort responsáveis por oferecer apoio nessa situação e a oriente a buscá-las caso se perca da família. Acompanhe as crianças cada vez que elas quiserem ir ao banheiro ou comer algo.

Perder uma criança na praia pode ser uma das experiências mais desesperadoras vividas por uma família durante uma viagem. Lembre-se de adotar essas medidas e orientar bem cada criança para evitar esse tipo de ocorrência e curtir as férias sem preocupação.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.