guest post Mônica Candido

Infraestrutura residencial: conheça os benefícios da manutenção preventiva

É fato que reformas ou construções sem ajuda profissional adequada comumente resultam em experiências ruins. Entre os principais problemas de uma mão de obra amadora estão o desperdício de materiais e o prejuízo financeiro por erros orçamentários.

Mesmo depois de concluído, o projeto precisa ser examinado periodicamente de modo a evitar danos estruturais mais graves. Por isso a importância da manutenção preventiva em casas e condomínios.

O que diferencia um projeto de manutenção preventiva de um reparo mais simples é sua regulamentação. O primeiro responde às regras da NBR 5674, determinadas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que garantem a qualidade da infraestrutura.

Veja quais são os diferentes tipos de manutenção, com destaque para a manutenção residencial e seus principais benefícios.

Quais são os diferentes tipos de manutenção?

A boa condição de vida dos moradores depende de uma infraestrutura de qualidade, por isso a prioridade dos projetos de manutenção é prevenir ou corrigir componentes deteriorados.

A manutenção corretiva é, portanto, a que repara os danos encontrados em projetos amadores. Já a manutenção preditiva acompanha o funcionamento de equipamentos ou máquinas, inspecionando problemas não aparentes como vazamentos de gás ou sistemas de segurança deteriorados.

Por sua vez, a manutenção preventiva garante que a construção permaneça íntegra e funcional, através de tarefas periódicas que acontecem em parceria com empresas, como o serviço de dedetização ou o atendimento de uma desentupidora 24 horas.

Quais são os benefícios da manutenção preventiva?

  • SEGURANÇA

Condições climáticas, acidentes e até o tempo podem alterar a infraestrutura de um edifício.

Além disso, a falta de luz solar e a umidade podem causar problemas como o mofo de parede, que intensifica os sintomas de quem sofre com doenças respiratórias e causa reações alérgicas oftalmológicas e pulmonares.

Um forro mal colocado ou uma grade de proteção desgastada também são fatores de risco que podem ser evitados.

  • ECONOMIA

Quem já sofreu com a ação de cupins sabe que um diagnóstico tardio pode representar danos irreversíveis.

A manutenção preventiva evita gastos exorbitantes gerados por situações imprevisíveis. Não se trata de gastos desnecessários como pensa a maioria, trata-se de investir em infraestrutura e qualidade de vida.

  • RETORNO FINANCEIRO

Disposição, dimensão dos cômodos e baixo custo não são os únicos aspectos pensados por donos de imóveis em potencial. O estado de conservação dos espaços e sua funcionalidade também são considerados antes de finalizar o negócio.

 

  • DURABILIDADE

Ao contrário dos produtos eletrônicos, que não costumam ter uma vida muito longa, as construções são pensadas para desafiar os testes do tempo. É a manutenção preventiva junto das condições adequadas de uso que garantem a durabilidade dos imóveis.

E quais são os serviços mais procurados?

  • MANUTENÇÃO DA REDE ELÉTRICA

Entre as principais causas para um curto-circuito estão o aquecimento do circuito elétrico, provocado pelo uso de múltiplos aparelhos na mesma tomada, a falha no dimensionamento dos fios da tomada, as ligações elétricas feitas de maneira inapropriada e, por fim, a falta de manutenção na rede.

Leve esta questão à reunião de condomínio e contrate um eletricista a cada três anos. Eles vão substituir tomadas, fios e disjuntores danificados pelo tempo ou pelo mau uso.

  • MANUTENÇÃO DO AR-CONDICIONADO

Além de prejudicar a saúde, aparelhos de ar-condicionado danificados podem resultar em um aumento considerável do gasto de energia elétrica.

Os danos geralmente ocorrem por acúmulo de sujeira no equipamento, problema que pode se multiplicar através dos fungos e bactérias liberados, podendo comprometer a respiração dos moradores.

Este tipo de manutenção pode ser feito pelo morador, mas é essencial que o processo se repita mensalmente.

  • SERVIÇOS DE IMPERMEABILIZAÇÃO

Você já sabe sobre os perigos do mofo aos que sofrem com problemas respiratórios, além de ser prejudicial à estrutura dos imóveis.

Um dos serviços mais procurados é a impermeabilização de pisos e paredes em espaços úmidos, como banheiros, cozinhas e lavanderias. São aplicados manta asfáltica e gel acrílico, materiais que duram sete anos em média.

  • PREVENÇÃO DE VAZAMENTOS E ENTUPIMENTOS

Também muito comuns em áreas úmidas, como cozinhas, lavanderias e banheiros, os problemas de ordem hidráulica necessitam de manutenção regular.

É importante verificar a parte hidráulica dos imóveis anualmente, procurando por vazamentos, entupimentos e até goteiras.

Vale lembrar que este é um serviço para profissionais, o que não impede a contribuição dos moradores, principalmente no descarte de lixo nos vasos sanitários e pias, além do uso de desentupidores caseiros.

Pronto, agora você entende melhor a importância da manutenção preventiva para a infraestrutura do seu imóvel. Lembre-se: a ajuda de um especialista é indispensável na grande maioria dos casos!

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.