Uncategorized Thaís Correa

Sitemap XML: guia completo sobre esse conceito

Talvez você nunca tenha ouvido falar no termo Sitemap XML, já que se trata de algo técnico, nichado e voltado para o universo da programação de sites. Contudo, seus impactos são algo visível a qualquer um que acesse a internet frequentemente.

De fato, o sitemap, que nada mais é do que o mapa de um site em termos de páginas e conexão entre elas, é algo que sempre teve um papel fundamental, especialmente na comunicação entre o desenvolvimento do site e os servidores que vão hospedá-lo.

Sem isso, não seria possível subir um site nisso que chamamos de World Wide Web, que é a própria internet enquanto tal. Essa expressão é a do “www” que você digita antes do domínio do site de uma empresa de limpezas de condomínios e outras.

Contudo, se esse papel sempre foi fundamental em termos de programação, nos últimos anos e décadas ele se tornou ainda mais importante, graças à sua relação com os motores de busca e seu funcionamento diferenciado, sobretudo no caso do Google.

Há também outras plataformas de busca utilizadas em nosso país, como o Bing, o Yahoo e até o Ask Brasil. Mas é no Google que se concentra a maior parte das buscas diárias, bem como o maior valor agregado em termos de tecnologia e inteligência artificial.

Por isso, todo mundo que quiser implementar o Sitemap XML de maneira realmente eficiente e assertiva, precisará levar em conta as diretrizes, parâmetros e algoritmos dessa plataforma de busca, que virou exemplo para o mundo todo.

Assim, quando uma pessoa pesquisar por algo como janela de alumínio com vidro, os sites que apareceram bem ranqueados nas primeiras páginas, serão aqueles que tiverem cumprido com esse e outros parâmetros indispensáveis.

Foi assim que o Sitemap XML subiu do nível de algo importante na programação para algo absolutamente indispensável no posicionamento, também chamado SEO (Search Engine Optimization), que é a Otimização de Páginas para Motores de Busca.

Também é este o motivo principal por termos decidido elaborar este artigo completo, que funciona como um guia sobre o conceito de Sitemap XML. O que inclui explicar também as características e a importância desse tema.

Sem falar nas funções que aprofundaremos e nos exemplos que serão trazidos, que são fortes ilustrações de empresas e segmentos bem diversificados, tornando possível a compreensão de qualquer um que queria dar os primeiros passos nesse recurso.

Ficará claro que, ao seguir as boas práticas nesse ponto aparentemente secundário, os resultados poderão mudar e muito. Assim, vamos enumerar as 3 características e importância desse método para o SEO, o marketing digital e sua empresa.

Tanto que hoje o recurso do Sitemap XML evoluiu tanto que já pode ser aplicado a qualquer modelo de negócio, sem qualquer limitação restritiva nesse sentido, seja para quem vende produtos industriais ou quem presta serviço como limpeza de cadeiras de tecido.

Diante deste fato, se o que você deseja é realmente compreender a importância desse recurso relativamente simples, como algo que pode mudar seu posicionamento nos motores de busca e, portanto, seus resultados mais práticos, então basta seguir até o fim da leitura.

Sitemap XML: o que é isso?

Antes de enumerar a importância e as características desse método, é preciso falar de alguns de seus conceitos, bem como de suas funções em um contexto geral.

Basicamente, esse mapa do site é um arquivo destacado que lista todas as URLs de um site, especialmente no sentido de indicar o que deve e o que não deve ser indexado.

Aqui vale lembrar que até duas décadas atrás os buscadores usavam critérios bem amadores na hora de indexar um site. Assim, quando as pessoas pesquisavam, o que encontravam eram resultados em ordem alfabética, ou de publicação, ou ainda por tema.

Quando o Google trouxe sua expertise em termos de inteligência artificial, isso mudou radicalmente. Os resultados passaram a aparecer de modo customizado, levando em conta a localidade e os gostos de cada usuário da plataforma.

Aí é que o Sitemap XML se torna um fator de SEO, ajudando a otimizar aquela página em sua comunicação com a plataforma. Hoje, se a pessoa pesquisar algo como máquina de estampar tecido, a página com o melhor Sitemap XML sai na frente.

Nesse sentido, o recurso consiste em ajudar a plataforma de busca a entender melhor qual é a infraestrutura que coordena o site, ou seja:

  • As páginas principais;
  • As atualizações feitas;
  • Os links entre elas;
  • A frequência de atualização;
  • Os idiomas alternativos.

Ou seja, é como fazer uma verdadeira parceria entre seu website e as plataformas de busca. Quando falamos sobre idiomas alternativos, por exemplo, só o que estamos fazendo é agregar valor à experiência de cada usuário que faz suas buscas.

A questão das atualizações vai no mesmo sentido. Basta imaginar que uma página que trata de um produto, serviço ou solução qualquer que pode mudar sempre, como o caso de uma empresa de cursos nr, precisa fazer isso.

Afinal, esses cursos do exemplo dado nada mais são do que uma preparação para os devidos cuidados e protocolos que cada profissional ou empresa precisa ter durante sua jornada de trabalho.

Obviamente, se quando a legislação mudar em algo você atualizar sua página, ela sairá na frente, por poder entregar aos usuários dos buscadores uma melhor experiência em termos de pesquisa e de informação técnica.

 

Portanto, esse é um princípio interessante de seguir, que tem a ver com pensar sempre com a cabeça do leitor que faz suas buscas, pois assim você também estará alinhado com o Google e os demais, pois é exatamente nisso que eles pensam.

1. Características e importância

Um traço característico fundamental do Sitemap XML é sua estruturação, o que, aliás, já explica a razão de ser desse nome “XML”.

Sigla para eXtensible Markup Language, esse termo denota justamente uma Língua de Marcação Extensível, no sentido de que essa língua faz uma ponte entre páginas que estendem ou multiplicam a home de um site qualquer.

Com o passar do tempo surgiram outras extensões também, como a TXT, a RSS/mRSS/Atom 1.0 e até mesmo a do Google Sites, que é própria da marca.

Então, o site de uma empresa de capa para sapato pode ter qualquer uma dessas extensões ou formatos. Outra característica fundamental é que se trata de um arquivo discreto.

Inclusive, ele tem algumas limitações estruturais que contribuem para isso, como o fato de que seu tamanho não pode ultrapassar os 50Mb. Ou sua quantidade de URLs ficar acima da casa de 50 mil indicações de domínio.

A importância de implementar tudo isso consiste nas vantagens que tal estratégia traz para todos os lados envolvidos, seja seu negócio que ganhará destaque, ou o visitante da página que será beneficiado.

Sem falar nos próprios motores de busca, que com esse recurso otimiza seu tempo e seu esforço de ir atrás das melhores páginas sobre cada tema existente na internet. O que, obviamente, se fosse feito de modo manual, não acabaria nunca.

2. O papel dos links no site

Outra característica fundamental e realmente importante é a do papel dos links na estruturação de um site, que vai muito além da simples questão de programação, tocando também na experiência dos visitantes.

Tanto que em termos de SEO existe um termo que é o de link building, como sinônimo de gestão de links. O que ocorre é que a internet não é uma enciclopédia, então você precisa se colocar no lugar do visitante que quer ler algo rapidamente.

Se ele quer entender melhor o que é ribbon etiqueta, você precisa ir direto ao ponto, para não ficar enfadonho. Porém, sem ser superficial, para não deixar faltar nada.

Aí é que entram os links e o Sitemap XML como algo que ajuda a estruturá-los e identificar sua razão de ser dentro do conjunto.

Então, uma página com uma dúzia de parágrafos pode dar uma resposta inicial sobre o tema, ao passo que nesse meio você faz diversos links com páginas que aprofundam determinados aspectos, nas quais o leitor só entra se quiser.

3. Google Search Console

Por fim, deixamos a última característica fundamental do Sitemap XML aqui, que é a da maneira de indexá-lo no Google, tirando os planos do papel para realizá-los.

Depois de subir o sitemap no seu servidor, hospedando o arquivo, basta entrar no Google Search Console e subir ali o arquivo.

O site pode tratar de notícias políticas ou de troféu acrílico, não faz diferença, todos são tratados de igual maneira e analisados dentro de cerca de 15 dias.

Além disso, a inteligência da plataforma é tão grande que ela já informa quais URLs estão sendo indexadas e quais apresentaram defeito e precisam de revisão.

Conclusão

Poucos conhecem o termo Sitemap XML, mas todo mundo que acessa a internet é impactado por esse recurso de algum modo.

Quando você aprende seu funcionamento técnico e cada conceito fundamental, como neste guia que preparamos para isso, fica mais fácil e mais seguro implementar essa estratégia.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.