avisos noticias serviços Thaís Correa

6 dicas para organizar sua geladeira

Leite, carnes, legumes, vasilhas com comida e muitos outros elementos compõem uma geladeira, que tem como objetivo conservar os alimentos. Contudo, nem sempre é fácil mantê-la organizada, e tudo o que vai dentro dela pode acabar gerando um caos.

Indo além de estética, a organização de uma geladeira impacta em vários aspectos, como na questão da economia. Além disso, a boa disposição de alimentos como bacon defumado, garrafas de água e outros vão evitar o desperdício de comida.

Por isso, existem algumas técnicas e dicas essenciais para deixar o eletrodoméstico em ordem e, dessa forma, facilitar a vida dos moradores da residência. 

A importância de uma geladeira organizada 

Chegar do supermercado exausto é um sentimento bem comum, já que é preciso percorrer pelos corredores, analisar os preços, pegar fila, embalar as compras e, finalmente, guardá-las no armário ou na geladeira.

Estimulado pelo cansaço, o indivíduo acaba colocando o que foi comprado de qualquer jeito, não se atentando para o quesito organização. Até pode se basear na famosa frase “depois eu faço”, mas nem sempre essa promessa é cumprida.

Dessa forma, a desorganização acaba afetando no dia a dia, não deixando nada prático para quem cozinha, afinal, é preciso afastar os objetos, vasculhar a gaveta dos legumes e assim por diante, até encontrar o que deseja.

Além disso, esse hábito nada saudável interfere na conservação dos alimentos, pois boa parte das vezes é necessário ficar com a porta aberta por alguns minutos até localizar o que está procurando.

A conservação é um assunto sério, posto que aumenta a durabilidade da comida e também previne que fungos e bactérias se estabeleçam nelas. 

Assim, é preciso ter cuidado antes de guardar os alimentos, higienizando na cuba esculpida cozinha, e depois, quando pegar para cozinhar.

O mais indicado é que a geladeira nunca fique muito cheia, porque atrapalha a circulação do ar, e nem que suas prateleiras sejam forradas com panos, o que também impacta no refrigeramento.

Outro ponto sobre a organização é que ela acaba gerando uma melhor visualização dos itens presentes na geladeira, o que gera um menor desperdício de alimentos. Afinal, quando todos os produtos estão tumultuados, é mais fácil esquecer o que foi comprado.

Com essa melhor administração, o consumo de energia elétrica também é diminuído. Quando os alimentos estão bem arrumados, é mais fácil para o oxigênio circular, o que acaba fazendo com que o motor do eletrodoméstico não se esforce tanto.

São tantos os benefícios que uma geladeira bem estruturada possibilita que, segundo especialistas, oferece mais prazer na hora de cozinhar aquele prato delicioso, que consequentemente ajuda no orçamento, possibilitando a entrega expressa motoboy.

Também não pode ficar de fora da lista o quesito beleza. Assim como qualquer elemento, quando a geladeira é organizada, o impacto estético visual é bem maior, principalmente ao receber aquela visita do chefe, sogra ou amigos.

A organização de uma geladeira

Mais do que colocar os alimentos de forma não tumultuada, a organização do eletrodoméstico é realizada seguindo uma ordem de acordo com todas as partes que formam o refrigerador.

Uma geladeira tradicional, por exemplo, divide-se em seis componentes. São eles:

  • Prateleira inferior;
  • Prateleira superior;
  • Gaveta;
  • Prateleira de portas inferiores;
  • Prateleira de portas superiores;
  • Freezer.

Cada área tem a sua própria função na hora de deixar o ambiente bem estruturado. É como uma divisória em alumínio e vidro para escritório, que proporciona praticidade. 

Prateleira inferior

Essa parte foi desenvolvida para armazenar os alimentos que não precisam tanto do refrigeramento, como é o caso das frutas, dos legumes e das verduras. Eles também podem ser armazenados na gaveta.

Prateleira superior

Oposto do item acima, essa divisão é justamente para aquelas comidas que necessitam ainda mais do ar frio. Leite, queijo, laticínios e marmitas devem ser guardados neste local. 

Gaveta 

Também utilizada para guardar os legumes e verduras, uma boa dica é utilizar esse espaço para armazenar o que sobrou da batata, cenoura, tomate, pois ajuda no controle e desperdício de alimentos. 

Prateleira de portas inferiores

Conhecida como porta da geladeira, essa seção serve para guardar líquidos, como garrafas de água, jarras de suco, cervejas e vinhos, com o auxílio de uma colocação de divisórias.

Prateleira de portas superiores

Geralmente, essa parte vem com a bandeja de colocar ovos, o que ocupa boa parte do espaço. Contudo, caso não venha, pode ser utilizada para colocar os temperos, as geleias e produtos menores.

Freezer

Por ter maior refrigeração, o freezer acaba promovendo uma conservação de longo tempo, período ideal para as carnes, frangos, peixes e alimentos congelados, como pizza, lasanhas e outros.

 

Com várias áreas que possuem funções diferentes, dessa forma é mais fácil atentar-se para como guardar os alimentos na geladeira, promovendo uma melhor organização e também uma maior durabilidade dos produtos.

Nada de deixar as comidas revertidas com sacolas do mercado, algodão doce no copo e outros alimentos na embalagem original, como é o caso do extrato de tomate e milho. O mais indicado é que eles sejam armazenados em recipientes de vidro. 

Como manter a organização da geladeira 

Todos os itens que formam um cômodo precisam de atenção, desde os armários até a persiana de cozinha, e é claro que com a geladeira não seria o contrário. Além de saber a melhor forma de dispor os alimentos, também é necessário mantê-los em ordem.

Inicialmente, não é uma tarefa fácil, principalmente com a correria do dia a dia. Mas existem dicas que ajudam nesse processo até ele virar um simples hábito, que são:

1. Atenção a quantidade

Ter muitos alimentos, garrafas e vasilhames não ajudam a manter a organização. Todos esses elementos acabam sobrecarregando as prateleiras, dando uma sensação de bagunça.

Além disso, eles dificultam na hora de selecionar o que será usado, podendo até mesmo causar um leve estresse.

2. Visualização é essencial

Sempre tem aqueles alimentos que são mais utilizados do que outros. Por isso, é importante que eles estejam em fácil acesso.

Essa dica também vale para aqueles produtos que estragam mais rápido, como é o caso das verduras ou daquela comida da noite passada que foi armazenada em um potinho. Assim, para evitar o desperdício, facilite a visualização sobre o que tem na geladeira.

3. Compartimento exclusivo

Esse espaço é reservado especialmente para os ingredientes mais sofisticados ou que estão guardados para uma data importante. Essa parte também evita que eles sejam comidos sem querer por algum desavisado.

4. Aposte no espaço vertical

Guardar os vasilhames ou organizar um alimento em cima do outro é uma boa forma de conseguir ampliar o espaço na geladeira. Com os produtos na vertical, sobra mais espaço dos lados para colocar outros alimentos.

Porém, cuidado: não é porque tem mais espaço que é preciso ocupá-los todos de uma vez. Lembre-se que, quando só há o necessário, é mais fácil evitar o desperdício. Em outras palavras, evita o acúmulo.

5. Cuidado com as sobras

Nem sempre uma comida feita no dia anterior pode ser reaproveitada. Por isso, não adianta colocar em uma vasilha para usar depois, porque além de ocupar espaço, as sobras muitas vezes podem estragar e infectar toda a geladeira.

A melhor forma é se atentar na hora de estar cozinhando para não fazer comida demais.

Entretanto, caso sobre e não seja possível armazenar para o outro dia, uma dica é fazer aquela doação para pessoas em situação de rua.

A mesma dica pode ser aplicada para o freezer. Como o contato com essa parte é menor, é mais fácil esquecer aquele feijão congelado, portanto, guarde apenas o que será realmente aproveitado depois.

6. Atente-se quanto à temperatura

Essencial para a conservação e o bom odor da geladeira, a temperatura é outro item que não pode ficar de fora da lista.

O recomendado é que esteja marcando menos de sete graus no eletrodoméstico e mais que quinze graus negativos no freezer. Dessa forma, irá proporcionar uma maior durabilidade dos alimentos e evitar aquele cheiro desagradável de comida estragada.

Considerações finais  

Não é fácil manter a organização de uma geladeira. É uma atividade que requer tempo, disposição e também noção de arrumação, porém, não é algo impossível de ser apreendido e colocado em prática. Na verdade é até simples, seguindo as dicas acima.

Para que esse momento de ordem seja mais leve, é possível colocar um uniforme de auxiliar de limpeza e uma música bem alegre, que deixará o ambiente descontraído e a hora da faxina mais prazerosa.

Após a primeira organização, que é um pouco mais difícil, a única coisa que precisará ser feita é mantê-la durante o dia a dia. Assim, esses hábitos e organização farão parte do cotidiano.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.