avisos infraestrutura serviços Thaís Correa

A importância da manutenção do ar-condicionado

Ter um ar-condicionado em casa é o desejo de muita gente, que deseja se livrar do calor e conquistar um ambiente confortável e com um clima agradável. 

O aparelho, que tem como objetivo refrigerar o ambiente, também tem o poder de melhorar a qualidade do ar, pois elimina o mofo e até pode ter ação antialérgica, dependendo do modelo do sistema.

Além disso, o ar-condicionado é capaz de reduzir a desidratação do corpo, principalmente naqueles dias quentes, em que o termômetro está marcando números exorbitantes. 

Assim, com tantos benefícios e com uma intensa ação, manter a manutenção do aparelho em dia é essencial para que ele continue funcionando normalmente e também para que não ocorra o efeito rebote, em que a saúde será prejudicada. 

O ar-condicionado e o ambiente

Muito utilizado nos ambientes, é possível encontrar um ar-condicionado em quase todos os lugares, como em uma casa, escola, restaurante, clínica veterinária, igreja e muitos outros locais. 

Independente se a região é fria ou quente, o eletrodoméstico sempre tem um espaço reservado na parede, principalmente, em cômodos como o quarto, já que proporciona uma refrigeração significativa que melhora as noites de sono. 

Porém, apesar de ser conhecido por essa função, o ar-condicionado realiza também outros papéis, por exemplo: 

  • Ventilação;
  • Umidificação;
  • Desumidificação;
  • Aquecimento. 

 

Sim, é possível aquecer um ambiente por meio do ar-condicionado, dependendo do modelo adquirido. Isso porque ele é programado para ter um ciclo-reverso, isto é, que possui dois modos, quente ou frio. 

Assim, o aparelho, quando programado para aquecer o local, extrai a energia externa e a joga dentro do ambiente, proporcionando uma temperatura agradável. 

E por estar tão presente nos locais, como em cima de um armário aéreo escritório, por exemplo, é muito importante se atentar se essa instalação está correta, pois colocado em uma área errada, é possível que grandes danos sejam causados ao ambiente. 

Algumas restrições que impedem a instalação do aparelho em certos lugares são:

  • Distribuição elétrica;
  • Estrutura hidráulica; 
  • Construções estruturais;
  • Gases inflamáveis;
  • Maresia.

Ter noção da presença desses impedimentos evita não só problemas na estrutura do ambiente, mas também no bolso, pois para retirar o aparelho o correto é contratar um bom técnico. 

E como evitar uma má instalação? Para isso, o recomendado é que engenheiros, arquitetos e técnicos de áreas correlatas sejam visitados antes de colocar o ar-condicionado, pois eles poderão visitar o ambiente ou reestruturar o projeto. 

Quem se preocupa com o meio ambiente, também deve ficar atento a relação do sistema de refrigeramento com a natureza para evitar grandes danos. 

Para entender melhor a situação, o recomendado é pesquisar por um programa de gerenciamento de riscos ambientais, que irá apresentar soluções sustentáveis e que diminuam o consumo do aparelho.

Benefícios do ar-condicionado 

Entretanto, nem só os problemas externos precisam ser solucionados. As complicações internas também precisam de muita atenção.

Procurado pelas pessoas por causa dos seus incríveis benefícios, ter um ar-condicionado é ter algumas certas vantagens, como:

Purificação do ar

Essa característica dificilmente será encontrada em antigos aparelhos, pois foi desenvolvida por uma tecnologia mais moderna, que atua por meio do filtro HEPA e de carvão ativado. 

Isso quer dizer que, enquanto está refrigerando o espaço, o ar-condicionado ao mesmo tempo está mantendo o ar limpo, purificando todas as bactérias e sujeiras que podem ser benéficas para as pessoas. 

A purificação também ajuda na eliminação do mofo, que é causado pela umidade. Assim, por ter ação desumidificante, o ar-condicionado afasta a probabilidade do surgimento desse problema.

Bem-estar 

Não há como negar o quanto essa tecnologia proporciona um ambiente mais confortável. No inverno, ele pode servir para aumentar a temperatura interna, principalmente quando os graus estão muito baixos. 

E no verão, após um dia na praia ou do trabalho em uma fabrica de chaveiros, ele pode melhorar a temperatura corporal, proporcionando relaxamento. 

Suavização da desidratação corporal

Os dias mais quentes sempre podem trazer junto com eles fadiga, sensação de cansaço, estresse e também a desidratação corporal.

Isso ocorre porque a refrigeração agradável acaba ajudando o corpo a reter líquido e também suar menos. Dessa forma, essa vantagem pode ser utilizada até mesmo para tratar aquelas pessoas que apresentam febres. 

Ação antialérgica 

Nem todas as marcas e modelos podem oferecer esse benefícios, mas nada que uma boa pesquisa não resolva. 

E quando encontrado, o modelo promove uma melhor limpeza do ar diminuindo espirros, coceiras, coriza e irritação. 

 

Mas, para continuar proporcionando uma melhor qualidade de vida, é preciso manter a manutenção e higienização da máquina de forma frequente.

A manutenção preventiva do ar-condicionado 

Ter um ar-condicionado higienizado é muito importante para a qualidade de vida e também para a durabilidade do aparelho. C

omo promove a circulação do ar no ambiente fechado, o sistema de refrigeração acaba liberando substâncias que são inaladas pelo ser humano.

Muitas vezes, a manutenção só é realizada quando o eletrodoméstico começa a apresentar falhas no desenvolvimento das suas funções, mas esperar por um problema é um risco para a saúde.

Assim como outros aparatos recebem cuidados semestrais ou alguma vez no ano, como é o caso da limpeza de carpete empresarial, por exemplo, o ar-condicionado também precisa dessa atenção recorrente.

Esperar pelo surgimento de falhas como o mau cheiro e resfriamento desregular é um grande erro que pode causar sérios problemas. Dessa forma o indicado é apostar na manutenção preventiva.

Com a realização da manutenção a cada um meses, o mais recomendado, o ar-condicionado não terá efeito maléfico para a saúde, principalmente para quem já tem alguma alergia. 

Isso porque como a sua função é purificar o ar, o filtro que realiza essa ação acaba ficando cheio de sujeiras que podem levar o desenvolvimento de fungos e bactérias. 

Esses germes que ficam presos no filtro podem desencadear uma série de problemas respiratórios, como rinite, sinusite, pneumonia, e agravar aquelas condições já pré-existentes, como asma e bronquite.

Ambientes em que há uma grande circulação de pessoas, como uma funeraria 24 horas, precisam intensificar ainda mais essa higienização, que deve ser realizada de quatro em quatro meses, pois o aparelho passa mais tempo ligado.

Além disso, outro benefício de manter a limpeza do ar-condicionado em dia é a diminuição de custos e o aparecimento de problemas que podem levar até o descarte do objeto. 

Dessa forma, a higienização pode ser realizada tanto por um profissional quanto pelo próprio dono do aparelho, pois não há grandes mistérios, solda em tubulação de aço carbono, por exemplo, não existe na máquina. 

 Assim, para realizar a limpeza, basta se atentar nas seguintes dicas:

  • Limpar a mangueira de drenagem;
  • Higienizar a bandeja de drenagem;
  • Analisar a disposição das aletas;
  • Rever os cabos elétricos;
  • Examinar o sensor de temperatura;
  • Regular os parafusos do gabinete.

Existem diversos tutoriais na internet que mostram o passo a passo de uma boa manutenção para ar-condicionado. 

Porém, caso a pessoa não se sinta confiante, contratar um técnico pode ser mais fácil e menos estressante. 

Além dos benefícios para a saúde, a manutenção também tem impacto no orçamento, especialmente na conta de energia elétrica, já que quando está com o acúmulo de sujeira, o aparelho precisa fazer um grande esforço para continuar refrigerando corretamente.

Esse empenho acaba impactando na conta de luz, pois gera um maior gasto de energia. Diferente de outros acessórios, como a fachada ACM iluminado, por exemplo, o baixo consumo torna-se praticamente impossível. 

Considerações finais 

Portanto, ter um ar-condicionado requer cuidados mais específicos para manter o seu bom funcionamento e também para não gerar problemas respiratórios. 

O sistema de refrigeração é repleto de benefícios, mas quando não há manutenção pode ter efeitos contrários. 

O acúmulo de sujeira acaba desencadeando uma série de problemas respiratórios já que as bactérias e fungos presentes no filtro do aparelho passam a ser espalhadas pelo ar, e consequentemente, inaladas pelo ser humano. 

Esse cuidado deve ser ainda maior se o ar estiver instalado em ambientes onde há uma grande circulação de crianças, especialmente bebês, e também de idosos, pois o sistema imunológico de ambos é mais enfraquecido. 

Além dos efeitos na saúde, a falta de manutenção também gera gastos de energia e até mesmo diminui a vida útil do aparelho, que precisa fazer muita força para realizar suas funções básicas. 

Assim, o correto é apostar na manutenção preventiva, que deve ser realizada de forma periódica. A cada um mês para locais residenciais e a cada vinte dias para empresas e outros lugares que possuem um grande fluxo de pessoas. 

Realizando esse cuidado, o ar-condicionado terá uma maior durabilidade e proporcionará um ambiente ainda mais agradável. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.