guest post Gustavo

Aprenda como manter uma alimentação que aumente a sua imunidade

Qualidade e variedade dos alimentos ingeridos faz toda a diferença

Quando você está gripado, quais são os principais conselhos que geralmente você recebe das pessoas à sua volta? “Tome uma canja de galinha”. “Beba um chá de limão com alho”. “Xarope de abacaxi é ótimo!”. O que todas essas receitas têm em comum? Todas elas são feitas à base de alimentos naturais.

Se engana quem acha que não há relação entre imunidade e alimentação. É, em grande medida, graças aos nutrientes, vitaminas e minerais adquiridos através dos alimentos, que o nosso organismo se mantém saudável. Isso inclui a ingestão de frutas, verduras, folhas, cereais, carnes, aves e peixes frescos.

Então, se você é do tipo que fica gripado facilmente ou mesmo deseja dar um upgrade na sua alimentação, você está no caminho certo. Hoje explicaremos melhor sobre a importância de se alimentar adequadamente para manter a imunidade e quais os nutrientes que não podem faltar no nosso prato.

Entendendo a relação entre imunidade e alimentação

Antes de mais nada, é preciso dizer que o sistema imunológico é algo extremamente complexo, estando a serviço do corpo humano para mantê-lo em perfeito funcionamento e protegê-lo contra possíveis ameaças — a exemplo de infecções por vírus e bactérias. 

Ele é formado por milhares de células de diferentes tipos e funções que estão presentes em todo o nosso organismo. Quando algum tipo de agente invasor é detectado pelo sistema imunológico, é acendido uma espécie de alerta, a chamada resposta imune. 

É nesse momento que os anticorpos (nossas células de defesa) entram em ação e colaboram tanto no combate às infecções e doenças, como na recuperação do nosso organismo. O ponto é que, para conseguir tudo isso, o sistema imunológico necessita de aminoácidos, nutrientes e vitaminas específicos.

Estes elementos são adquiridos, principalmente, através de uma boa alimentação. Ou seja, para que o nosso sistema imunológico funcione de maneira eficaz é preciso que a gente se alimente adequadamente.

Alimentação para melhorar a imunidade

Segundo o Ministério da Saúde, uma alimentação adequada implica na ingestão de alimentos naturais e variados, já que cada um possui elementos específicos. Portanto, é preciso alternar o tipo de fruta, verdura, cereal ou carne que vamos comer a cada dia.

Uma dica é fazer pratos com alimentos de cores variadas, pois haverá uma possibilidade maior de conseguir diferentes nutrientes. A exceção vai para as comidas ultraprocessadas, como biscoito, refrigerante, macarrão instantâneo, suco de caixa e salgadinho de milho.

Estes alimentos possuem, ao mesmo tempo, um alto valor de sódio, gorduras e açúcares e um baixo valor nutritivo. Por isso, devem ser banidos do nosso cardápio ou, pelo menos, consumidos o mínimo possível.

 

Agora, em se tratando de alimentação saudável, existe uma infinidade de opções que podem e devem ser ingeridas todos os dias. Para facilitar, separamos alguns dos principais elementos que ajudam a manter a sua imunidade em dia e em quais alimentos podemos encontrar cada um deles.

Ácido Fólico

O ácido fólico ajuda na produção e restauração do DNA das células, impactando, assim, na imunidade. Quando este elemento está em falta, os linfócitos responsáveis pela defesa do organismo ficam vulneráveis, possibilitando o desenvolvimento de doenças.

Para evitar que isso aconteça, é preciso enriquecer a dieta com leguminosas, a exemplo do grão-de-bico, ervilha, feijão e lentilha, e de vegetais verde-escuro, tais como agrião, brócolis e couve.

Carotenoides

Dá para saber se um alimento é rico em carotenoide só de olhá-lo. Isso porque a presença destes compostos pode ser percebida na coloração amarela, laranja e vermelha de alguns vegetais.

Por ter ação anti-inflamatória, os carotenoides são essenciais ao sistema imunológico e podem ser encontrados, por exemplo, na abóbora, laranja, frutas vermelhas, cenoura e damasco.

Vitamina C

Como não é produzida pelo nosso organismo, a vitamina C é um nutriente indispensável que deve ser ingerido diariamente. A prevenção contra a gripe, por exemplo, se dá por conta do seu estímulo na ação das células de defesa.

Você vai encontrar a vitamina C em frutas cítricas, como a laranja, morango, limão, acerola, tangerina, e também no caju, tomate, repolho e pimentão.

Vitamina E

O estímulo do sistema imune pela vitamina E acontece graças à sua ação preventiva ao envelhecimento celular e retardo dos danos ocasionados pelos radicais livres, além de ter ação anti-inflamatória.

A ingestão de  abacate, azeite de oliva, gérmen de trigo, oleaginosas como castanhas, nozes e amêndoas, grãos e ovos é essencial para manter bons níveis dessa vitamina no nosso corpo.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.