guest post Gustavo

Saiba como diferenciar o sabor de um café tradicional e de um café especial

Veja as principais diferenças que tornam cada café único 

O que se faz quando acaba de acordar? Além de abrir os olhos, a maioria dos brasileiros se levanta para preparar o café. Assim, é muito fácil entender porquê a compra de café no Brasil é gigante: o país é o maior exportador do produto e o segundo maior consumidor, segundo a ABIC (Associação Brasileira da Indústria de Café).

Mas você sabia que a maioria dos cafés que são encontrados nos supermercados é o tradicional? Sendo assim, quais as vantagens e desvantagens de consumir esse produto? 

Além de conhecer a diferença entre o café convencional e o café especial, através deste artigo você poderá avaliar se está consumindo um café de qualidade.

O café de cada dia

O café não é apenas um produto, agora é uma cultura: há amantes de café por todo o mundo, interessados em descrever como moer, preparar e consumir essa bebida. Sua qualidade varia conforme é fabricado, desde a lavoura até a mesa dos brasileiros.

Há até práticas desportivas para estimular a menor quantidade ou remoção do açúcar do café, em defesa de saborear totalmente a bebida sem misturas. Seja para realmente saborear a pureza do café ou por razões de saúde, é possível avaliar a qualidade do cafezinho antes deste chegar à boca.

Café tradicional

O mais conhecido e mais consumido: café tradicional. Os que geralmente estão no mercado mais próximo da sua casa são tradicionais, tanto pelo pacote a vácuo e a torra mais escura.

Esses cafés são constituídos, em sua maioria, por combinações de grãos conilon (com o trato um tanto mais rude e pouca qualidade sensorial) e grão arábico (mais saboroso e óleos aromáticos).  

Os produtos de café tradicional possuem uma qualidade menor, mas ainda são recomendados pela ABIC. Eles possuem o grão excessivamente torrado e uma moagem mais fina — o que explica a torra mais escura — além de ter a escala de 60 pontos ou menos na classificação da SAAC (Associação Americana de Cafés Especiais).

Para acrescentar, a colheita do grão do café tradicional é misturado com outras impurezas desde a colheita na lavoura cafeeira, e, por isso, vem junto com galhos ou cascas de grãos. Em razão disso, esse café é mais amargo e grande parte de seus consumidores adicionam açúcar para diminuir o amargor. 

 

Ainda sim, o café tradicional e o extraforte, que também entra no mesmo grupo, não deixam de ser de qualidade. Contudo, há os cafés especiais, que se destacam, justamente, por outras características.

Cafés especiais

Os cafés especiais constituem pouco mais de 10% da produção nacional, o que já revela sobre a qualidade do café dos brasileiros. Desde a seleção mais criteriosa, o café especial se destaca por valorizar o aroma, o sabor e a pureza ainda na lavoura até o produto final.

Os grãos são selecionados para não sofrerem nenhuma mudança de sabor devido às impurezas na colheita, por isso a torra varia de cor, podendo ser mais clara ou mais escura, conforme o grão.

Nas escalas de pontos da SAAC, os cafés especiais são de 80 para cima. Constituído somente de grão arábico, a fragrância e o sabor da bebida são bem mais realçados e naturalmente adoçados, não havendo necessidade de acrescentar açúcar.

As características complexas do café especial lhe conferem muitas vezes sabores achocolatados, cítricos, florais, málicos e uma infinidade de frescor. 

Para reconhecer um café especial no mercado, basta verificar se há um selo da Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) ou outro selo de qualidade. Se for 100% Arábica, é mais certo que se trata de um café de mais qualidade.

Da mesma forma, outros tipos de café, como o tradicional, também têm selos que o certificam.

Tradicional X Especial

Como foi descrito, o café tradicional, que também é conhecido como cafezinho preto aqui no Brasil, tem um valor acessível e sua qualidade ainda é recomendada pela ABIC. É mais facilmente encontrado e apresenta um sabor mais amargo pela torra menos seletiva.

Em contrapartida, o café especial é selecionado e prioriza a qualidade. Para os verdadeiros amantes do café, essa é a melhor escolha, pois esse tipo de café é rico em sabores e aromas. 

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.