Dicas GR3

Vibradores: por que os médicos deveriam prescrevê-los?

O uso de brinquedos sexuais tem crescido nos últimos anos. Um dos momentos-chave desse crescimento foi a pandemia de coronavírus, pois as pessoas passaram mais tempo sozinhas, muitas pessoas exploraram e descobriram ainda mais o mundo dos brinquedos sexuais.

Conforme citado no portal Grand View Research, o mercado mundial de brinquedos sexuais cresceu para 33.640 milhões de dólares em 2020, um valor que deve aumentar a uma taxa anual de 8,04% entre 2021 e 2028.

Especialistas apontam que, além da solidão que os confinamentos deixaram, esse crescimento também se deve a outros fatores, como o avanço da tecnologia ou a normalização da sexualidade, que permitiu deixar para trás alguns tabus que inundaram esse setor por anos.

Entenda os benefícios do uso de vibradores 

De Quirón Salud, eles explicam que os vibradores não são usados ​​apenas para ajudar uma pessoa ou um casal a atingir o orgasmo, mas também têm outros benefícios para a saúde.

Portanto, seu uso facilita um maior conhecimento do corpo, permitindo que a pessoa que o utiliza descubra suas zonas erógenas e goste de estimulá-las.

Além disso, os vibradores podem ser benéficos para estimular o assoalho pélvico e até mesmo aliviar as cólicas menstruais.

Como explicam alguns especialistas, durante o orgasmo, o corpo libera uma série de endorfinas que, combinadas com as contrações no assoalho pélvico, aliviam as dores causadas pela menstruação, embora cada mulher deva se conhecer e saber se elas são recomendadas para ela.

Os médicos devem recomendar o uso de brinquedos sexuais?

Cada vez mais especialistas estão investigando os diferentes benefícios que o uso de brinquedos sexuais traz para a saúde física e mental e, consequentemente, os recomendam à população.

 

Uma equipe de pesquisadores do Cedar-Sinai Medical Center descobriu recentemente que os benefícios médicos das mulheres que usam vibradores “são fortes o suficiente para justificar os médicos que prescrevem seu uso a pacientes do sexo feminino regularmente”.

Especificamente, o estudo, dirigido por Alexandra Dubinskaya e publicado no The Journal of Urology, queria analisar bem os brinquedos sexuais a ponto de considerá-los dispositivos de terapia médica.

Outra pesquisa citada por esses especialistas insiste que a masturbação frequente por mulheres “pode ​​ter impactos positivos na saúde, tanto física quanto mental”.

Especificamente, os especialistas encontraram evidências de uma série de benefícios do uso regular de vibradores, pois apontam que esses brinquedos melhoram a saúde do assoalho pélvico, reduzem a dor vulvar e levam a melhorias na saúde sexual em geral.

Além disso, em alguns casos mais específicos analisados, o uso regular de vibradores levou a melhorias na incontinência, juntamente com a força muscular do assoalho pélvico.

Como resultado deste estudo, os pesquisadores acreditam que os vibradores podem e devem ser considerados não apenas brinquedos sexuais, mas também dispositivos terapêuticos, razão pela qual apontam que é hora de especialistas em medicina pélvica feminina, cirurgia reconstrutiva e médicos em geral, para prescrever vibradores para suas pacientes do sexo feminino.

Compre seu vibrador online!

Sabemos que ainda existe um grande tabu em torno dos brinquedos sexuais e talvez entrar em uma sex shop seja constrangedor para você. Por isso, as lojas online são as melhores opções para esses casos. Dessa forma você consegue fazer sua compra sem sair de casa e sem ser visto, além de receber com total discrição a embalagem.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.