guest post Gustavo

Conheça as principais farmácias do Brasil

O número de farmácias cresceu no país nos últimos anos. Confira as principais do território nacional e aprenda algumas dicas para escolher bem uma farmácia na hora de comprar os seus medicamentos

Dados da Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias (Febrafar) apontam que o varejo farmacêutico terminou 2021 com um crescimento de 10,8% e com um faturamento de  152,1 bilhões — número que foi de R$ 137,3 bilhões em 2020.

A pandemia intensificou ainda mais as preocupações e os cuidados com a saúde e trouxe o desafio de expansão do comércio digital para empresas de todos os setores, incluindo o farmacêutico.

Você sabe quais são as principais farmácias do país? Confira a seguir cada uma delas, tais como a Pague Menos, e veja algumas dicas básicas para escolher uma boa farmácia para comprar os seus medicamentos!

Raia Drogasil

Essa rede foi criada em novembro de 2011, a partir da fusão entre a Drogasil  (fundada em 1935) e a Droga Raia (fundada em 1905). A companhia está presente no mercado farmacêutico através da diversificação em farmácias, marcas e serviços.

Em meados de 2012, a RaiaDrogasil superava a DPSP e se tornava a maior rede de farmácias do país, faturando R$ 4,6 bilhões e fechando o ano com 776 lojas abertas. 

Pague Menos

Originária do Ceará, em 1981, essa rede foi uma das primeiras do país a adotar o conceito de drogaria, que consiste em vender não só medicamentos, mas também produtos de beleza, higiene e conveniência.

Após se expandir para outros estados da região nordeste e, posteriormente, do país, a Pague Menos contribuiu para a criação do programa Farmácia Popular, em parceria com o Governo Federal.

Entre 2011 e 2012, houve uma tentativa da Pague Menos se fundir à Ultrafarma, mas o negócio não foi fechado. Em 2020, a empresa abriu capital na Bolsa de Valores de São Paulo, conseguindo captar em torno de R$ 746,9 milhões. É a única farmácia presente em todos os estados brasileiros.

 

Drogaria São Paulo

Fundada em 1943 na cidade de São Paulo, essa drogaria começou vendendo por atacado e trabalhando com a manipulação de receituários. O sucesso do negócio motivou a abertura de duas unidades na Sé (centro da cidade) e em Santos (no litoral paulista).

Em 2010, a Drogaria São Paulo adquiriu a rede Drogão e se tornou a líder no setor. Em 2011, as drogarias São Paulo e Pacheco se fundiram e formaram o grupo DPSP, constituído por 691 filiais e apresentando um faturamento de R$ 4,4 bilhões.

Panvel

Essa rede foi criada em 1973, a partir da fusão da Velgos e da Panitz (na época, duas das maiores redes de farmácia do Rio Grande do Sul). Ao iniciar suas atividades, já era a empresa farmacêutica com o segundo maior número de filiais no Brasil.

Um dos diferenciais da Panvel é a boa localização de suas lojas, fruto da aposta da empresa no modelo de proximidade. Em 1979, durante a primeira grande expansão de sua rede, o grupo chegou a 44 lojas. 

Hoje, esse número ultrapassa 400 lojas e possui mais de 4 mil funcionários distribuídos nos estados do Sul e em alguns locais de São Paulo. Em 2020, o faturamento da Panvel foi de R$ 2.873 milhões, o que a torna a quarta maior do segmento farmacêutico no país.

Na hora de escolher uma farmácia para comprar medicamentos e outros produtos, certifique-se de que ela possui boas condições de higiene do local e uma boa circulação de ar. 

Verifique também se ela possui o certificado de funcionamento da Agência Nacional da Vigilância Sanitária (ANVISA) — documento obrigatório — e se há um farmacêutico responsável durante o horário de atendimento. Por fim, pesquise na internet depoimentos de outros clientes e confira quais são as reclamações e os benefícios mais comuns de cada uma.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.